Executivo

Terça-Feira, 29 de Dezembro de 2009, 21h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Estratégia

Comissão policial se infiltra na Agecopa

  Sob pedido da Agecopa, presidida pelo ex-prefeito de Rondonópolis Adilton Sachetti, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública Diógenes Curado criou uma comissão especial com sete pessoas que vão atuar junto à autarquia com poder de polícia. Dessa comissão fazem parte delegados de polícia, perito criminal, coronel, tenentes-coronéis e majores da PM. Segundo o secretário, é necessário a criação de projetos especiais de justiça e segurança pública para a realização da Copa do Mundo do Pantanal em 2014, que terá Cuiabá como uma das 12 sedes. Destaca que a sua pasta precisa manter relação institucional com a Agecopa, em busca de planejamento estratégico e da operacionalidade de ações.

    O presidente da comissão destacado é o agente federal licenciado Alexandre Bustamante dos Santos, adjunto do próprio Curado. Os delegados de polícia Thaís Camarinho e Teresinha Fátima Jordão entram como membros, assim como o coronel do Corpo de Bombeiros Marcos Roberto Hubner, os tenentes-coronéis Jorge Paredes e Wilquerson Felizardo Sandes, o major Alexandre Correa Mendes e o perito criminal Zuilton Braz Marcelino.

    De acordo com a Portaria 257, assinado por Curado, a comissão especial está autorizada a praticar todos os atos necessários ao desempenho de suas funções e se colocar à disposição da Agecopa, autarquia responsável por planejar, supervisionar, coordenar, controlar e executar os projetos milionários de infraestrutura, de modo a preparar a Grande Cuiabá para o Mundial de futebol. Composta de sete pessoas, a Diretoria Colegiada da Agecopa atua provisoriamente em salas do ginásio Aecim Tocantins. No próximo mês, deve despachar em definitivo no antigo prédio do Moitará Center. Por enquanto, não há um grande projeto concluído. A diretoria está na fase de elaboração e de busca de financiamentos. Calcula-se que deva movimentar pelo menos R$ 6 bilhões na execução de projetos macro. Só na reconstrução do estádio Verdão serão investidos mais de R$ 400 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • CAMILLA | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 21h40
    0
    0

    rÍDICULO ESSA aGECOPA PRESIDIDA PELO NOSSO EXPREFEITO ADILTON SE AKETE, FALA SÉRIO GOVERNADOR... ESSE POVU TUDO É SÓ PRA ELES NAUM FICAREM DESEMPREGADOS COM O FINAL DO TEU MANDATO E TAL DO ADILTON CONSEGUIR SANAR TODAS AS DIVIDAS DE SUAS EMPRESAS NOS POUPE DISSO TUDO... FRANCAMENTE CONCORDO COM NOSSO NOBRE COLEGA CADE O MINISTERIO PUBLICO E ATE MESMO A POLICIA FEDERAL... CARAMBA... SÓ NA SUIÇA QUE ACONTECE ISSO NO BRASIL JAMAIS...

  • josé silveira | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 15h51
    0
    0

    estranho... poder de polícia para o que exatmente? Nada contra a experiência ou capacidade técnica dos membros da tal comissão, mas a pergunta que fica é a seguinte: São estas senhoras e senhores que darão o suporte técnico para decisão sobre qual modelo ou estratégia de segurança será utilizado para a copa? Qual a real utilidade desta comissão? E os municípios envolvidos? Terão voz para opinar sobre as estratégias anunciadas? E mais... existe uma estrutura em pleno funcionamento que poderia facilmente fazer as vezes de tal comissão. Até com mais legitimidade. Esta estrutura é o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) estadual. Fica a impressão que essa comissão nada mais é do que lobby para ver quem consegue levar mais recurso para sua instituição.

  • carlo silva | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 10h10
    0
    0

    Essa agecopa num vai pra frente! Colocaram carlos CAbrito, roberto pança,E OUTROS... AGORA ATÉ DIÓGENES CALADO(CURADO) TÁ QUERENDO UMA BOQUINHA! ELE SABE QUE VAI PERDER O EMPREGUINHO DE SECRETÁRIO...

  • João honesto | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 08h49
    0
    0

    Haja leite nessa teta para tantas bocas! Cabide de emprego para candidatos derrotados e sem perspectiva de futura eleição. Cadê o Ministério Público e a Polícia Federal nessa joça!

  • carlos silva | Quinta-Feira, 31 de Dezembro de 2009, 15h05
    0
    0

    Esse secretário está tentando arrumar uma boquinha até 2014! Se a segurança no estado está uma b... é culpa desse senhor. Inaginem na copa...

  • Aperlino | Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 18h52
    0
    0

    Isso nosso ex prefeito não pode fazer mais por Rondonópolis, entretando mostrará sua competência ao MT inteiro.Vai com tudo Adilton vc merece e tem capacidade para muito mais.... Esse é o cara!!!!!

  • Muricy | Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 13h44
    0
    0

    Senhores, esse inchamento da AGECOPA lembra a parábola da "Arca de Noé". Esse pessoal não precisa estar na AGECOPA. Essa atividade pode ser desenvolvida como uma atividade normal sem maiores ônus isso chama-se "integração". O que a população matogrossense não pode permitir é uma política discriminatória de segurança que vise apenas a proteção dos turistas.

  • MEDEROVSK | Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 13h26
    0
    0

    SE INFILTRA? OU CONSTITUI OBRIGAÇÃO DO ESTADO?

  • Chico Oliveira | Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 09h35
    0
    0

    É isso ai Adilton, vamu "botar pra quebrar" e que o povo matogrossense tenha a oportunidade de conhecer um administrator ético e trabalhador que vc é, RDNEWS pela nova "cara", ta legal, parabens aos funcionarios públicos que aceitam de "bate-pronto" os novos desafios como é a AGECOPA!

  • Gilson M. Marcos | Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 09h02
    0
    0

    - Como ele são da ativa da policia, e por sinal ganhão muito bem,( salário equiparado ao do Governador ), fica a pergunta: Será que vergonhosamente a AGECOPA vai pagar mais um salário pra estes pesoal! ou são volutário como o Bonilha falou que ia recritar pessoas volutáriado! Dúvido. Estes policiais tem que ficar nas ruas junto com os soldados provendo segurança pra sociedade.

Políticos e prisões nos últimos 2 anos

gaspar lazzari 400 curtinha   Vários políticos, que exerceram mandatos eletivos, como de vereador, prefeito, deputado e de governador, foram em cana nos últimos dois anos em MT. Eis alguns deles com passagem pelo cárcere: ex-governador Silval Barbosa, ex-deputados José Riva, Mauro Savi e Gilmar Fabris e o hoje...

Contratos da MTI vão ser suspensos

kleber geraldino mti curtinha 400   O governador Mauro Mendes vai determinar que o presidente Kleber Geraldino Ramos dos Santos (foto) suspenda todos os contratos da Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI - ex-Centro de Processamento de Dados do Estado), após ser informado de irregularidades em pelo menos dois...

Diretor define contratos emergenciais

alexandre beloto 400 curtinha diretor hospital   O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública, Alexandre Beloto Magalhães (foto), tem feito compras emergenciais de materiais hospitalares para surprir demandas, especialmente do São Benedito e do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que detém uma...

Bancada garante R$ 10 mi para IFMT

neri 400 curtinha   O deputado Neri Geller (foto), coordenador da bancada federal mato-grossense, anunciou destinação de R$ 10 milhões em emendas para o Instituto Federal de Mato Grosso no orçamento de 2020. Dirigentes do IFMT promoveram duas reuniões para debater projetos para melhorar a estrutura física...

Juca e aval do prefeito a projeto social

juca do guaran� curtinha 400   Juca do Guaraná Filho (foto), do Avante, conseguiu sensibilizar o prefeito Emanuel Pinheiro a apresentar uma mensagem à Câmara isentando do pagamento de IPTU os portadores de câncer e HIV. O  projeto foi apresentado originalmente na Câmara Municipal da...

Supremo enterra pedido contra Maluf

maluf_400   A 1ª Turma do STF enterrou de vez um pedido do advogado Waldir Caldas (Novo), ex-candidato ao Senado, que tentava revogar os atos que conduziram o ex-deputado Guilherme Maluf (foto) a uma cadeira no Tribunal de Contas. Caldas queria, ele próprio, ter a chance de ser indicado ao cargo, que era de prerrogativa da Assembleia. O...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.