Executivo

Quinta-Feira, 05 de Julho de 2018, 12h:35 | Atualizado: 05/07/2018, 23h:01

FICO

União garante R$ 4 bi para ferrovia em MT e políticos disputam por "paternidade"

Assessoria

Carlos Favaro, Wellington Fagundes, Blairo Maggi Eliseu Padilha

Eliseu Padilha em reunião com Fávaro, Wellington e Blairo para tratar sobre ferrovia em MT

O anúncio pelo governo federal da garantia de recursos para a construção da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico) já provocou uma onda de “síndrome de paternidade” em alguns políticos mato-grossenses. Entre os que reivindicam os méritos pela conquista de R$ 4 bilhões para ligar o município de Água Boa (a 747 km de Cuiabá) a Campinorte (GO), está o ministro Blairo Maggi (PP), o senador José Medeiros (Podemos) e o ex-governador Carlos Fávaro (PSD).

Além deles, também surge os nomes do senador Wellington Fagundes (PR) e Edeon Vaz, dirigente do movimento Pr´r-Logística de Mato Grosso, que buscam a viabilidade dos recursos para que a ferrovia saia do papel, por meio do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI).

O projeto da ferrovia é antigo, e a iniciativa partiu de uma cooperação entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), quando era dirigido por Luiz Antônio Pagot - ex-secretário-chefe da Casa Civil do governo Blairo Maggi e condenado em 2013 por improbidade administrativa -, e pela Valec Engenharia, que á época era presidida por Francisco Neves, o Juquinha - condenado por superfaturamento em mais de R$ 215 milhões na construção da rodovia Norte-Sul, no eixo que liga o Rio Grande do Sul até o Pará.

A Fico será construída pela mineradora Vale, que em troca terá as concessões das linhas férreas Carajás (no Pará e no Maranhão) e Vitória–Minas renovadas até 2057.

Reuniões

Os recursos foram garantidos nesta quarta (05), após o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, receber alguns líderes políticos de Mato Grosso. Medeiros, como presidente da bancada federal, se reuniu com o representando do governo federal logo pela manhã, para evitar que os recursos sejam retirados do Estado e enviados para os estados do Pará e Espírito Santo.

Assessoria

Jose Medeiros Eliseu Padilha

Senador José Medeiros se reúne com Padilha, como presidente da bancada federal de MT

Fagundes é pré-candidato ao governo de Mato Grosso. O político cumpre seu sétimo mandato eletivo, sendo que seis foram como deputado federal (1991-2011). No Senado, Fagundes ocupa uma cadeira desde 2015, e participa das principais comissões de assuntos econômicos e de cooperação internacional do Congresso, entre as quais a comissão de serviço de infraestrutura.

Ainda ontem, Padilha foi visitado por Wellington, Blairo e Fávaro - que busca viabilidade para disputar o Senado. Após a reunião, o ministro concedeu entrevista falando da reunião com o colega de ministério. Destacou que a rodovia sairá do papel devido ao empenho de deputados e senadores, e que o projeto ficou adormecido desde 2009, por falta de recursos e projeto para ser executado. “O dinheiro que deveria ir para o caixa do governo, vai para construção da Fico. Temos licença ambiental, os recursos, autorização do TCU e não precisamos de mais nada para construir a ferrovia”.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Lucas Silva | Sexta-Feira, 06 de Julho de 2018, 07h05
    0
    0

    Parabéns pela reportagem. Muito bem feita a abordagem crítica. Estamos ávidos pelo senso crítico do jornalismo de volta. Chega causar vergonha alheia essa disputa por um anúncio de recursos que NÃO VIRÃO. Não tem recursos nem pra situações básicas, imagina pra investimentos. Valeu RD News e equipe pela matéria correta.

Matéria(s) relacionada(s):

Empresário ensaia de novo em ROO

 luizao_curtinha400   Em Rondonópolis, o empresário Luiz Fernando de Carvalho, o Luizão, dono da Agro Ferragens Luizão, ensaia mais uma vez disputar a prefeitura. Como a sua pré-candidatura não é considerada novidade, ele é visto como uma espécie de "cavalo paraguaio", que tem arrancada...

2 governistas prontos para a briga

chico2000_curtinha400   O prefeito Emanuel tem 2 aliados de primeira hora na Câmara que não resistem a uma provocação. Tratam-se de Renivaldo Nascimento (PSDB) e Chico 2000 (foto), do PL. Sabendo do estopim curto, os vereadores de oposição, especialmente Diego e Abílio, não perdem a chance de...

Niuan agora sob rédeas do Podemos

niuan ribeiro curtinha 400   O vice-prefeito Niuan Ribeiro, agora no Podemos, se torna obrigado, conforme exigência estatutária, a contribuir com 5% dos R$ 15 mil que recebe mensalmente . Ou seja, vai ter que repassar R$ 750 para o seu novo partido. Considerado um partido com novas concepções, regras e exigências, o...

Efeito-senado e briga no ninho tucano

carlos-avalone_curtinha400   O deputado estadual Carlos Avalone não tem certeza de que o acordo pré-estabelecido para ele se tornar presidente do PSDB-MT, a partir de fevereiro, ou seja, daqui 5 meses, será cumprido. Pela costura entre a cúpula tucana, Paulo Borges renunciaria à presidência, abrindo assim...

Pivetta vai despachar em 2 gabinetes

otaviano pivetta 400 curtinha   O governador em exercício a partir desta quinta, empresário Otaviano Pivetta (foto), vai dividir o tempo no Palácio Paiaguás pelos próximos oito dias despachando em dois gabinetes. Ora sentará na cadeira do titular Mauro Mendes, que viajou numa comitiva para a Bolívia,...

Lei reconhece pacu como prato de VG

dilmar curtinha   O governador Mauro Mendes sancionou,  na última terça (17), a lei 10.944/2019, de autoria do deputado Dilmar Dal Bosco (foto), que reconhece o Pacu como prato típico da culinária de Várzea Grande. Antes mesmo de o parlamentar legislar sobre o tema, os várzea-grandenses já...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.