Judiciário

Terça-Feira, 20 de Maio de 2014, 16h:29 | Atualizado: 21/05/2014, 13h:13

Autuado por posse ilegal de arma, Silval paga fiança de R$ 100 mil

O governador Silval Barbosa (PMDB) foi solto pela Polícia Federal após pagar uma fiança de R$ 100 mil. A informação foi repassada por fontes da PF. Em princípio, o valor estabelecido teria sido de R$ 300  mil, mas, após negociação, caiu para R$ 100 mil.  O advogado de Silval, Ulisses Rabaneda, não revelou oficialmente o valor pago. Ele confirmou, entretanto, que o peemedebista foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma. Rabaneda sustenta ainda que hoje (20) Silval foi ouvido apenas por causa da apreensão da arma e não devido às investigações da Operação Ararath, que motivaram o cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa do governador. "Foi o próprio Silval que entregou a arma. Perguntaram se ele tinha alguma em casa, ele respondeu que sim e entregou para os agentes", assegura.

O advogado pondera que ainda não teve acesso ao teor das investigações, por isso, não sabe o motivo do nome do peemedebista ter sido envolvido. Revela que foram apreendidos documentos e um computador na casa de Silval.  "Vou a  Brasília para saber informações sobre o caso. O governador está bastante tranquilo", pontua. 

Ararath

A primeira etapa da operação Ararath foi deflagrada em 2013, tendo como principal pivô o empresário Gércio Marcelino Mendonça Júnior, o Junior Mendonça. Ele é dono de empresa de factoring e da rede de postos de combustível Amazônia Petróleo. Desde então, foram realizadas mais 4 ações da PF. A última, deflagrada hoje, foi desencadeada justamente por um depoimento de Júnior, que aceitou fazer a chamada delação premiada, devido a documentos apreendidos na casa do ex-secretário da Casa Civil, de Fazenda e da Secopa, Eder Moraes, preso pela PF.

Além de Eder e de Silval, nesta 5ª etapa da operação, outras figuras da política de MT foram alvos dos agentes da PF, como o deputado José Riva (PSD), que foi preso, o prefeito de Cuiabá Mauro Mendes - que teve a casa e gabinete na prefeitura - visitados pela PF, além do conselheiro do TCE Sérgio Ricardo e do ex-conselheiro Alencar Soares.

PF apreende dinheiro, computadores e documentos - confira fotos e lista

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Rosana | Terça-Feira, 20 de Maio de 2014, 23h56
    1
    0

    Puxa será um dilúvio no estado da soja no estado do meio ambiente! o povo de Mato Grosso merecia políticos honestos só isso mais nada! em quem acreditar agora as urnas estão ai esperando mais votos confiáveis e não mais injustiças! Que bom que podemos confiar ainda na PF e no Supremo FEDERAL ainda não são corrompidos pelos cofres públicos carentes de remédios, leitos e outras necessidades mais!

  • Zé Poxoréo | Terça-Feira, 20 de Maio de 2014, 22h09
    2
    1

    Nossa, cem mil reais!! Quanto é o provento mensal de um governador mesmo? Coitado, vai ter que trabalhar muito pra pagar tudo isso!

  • Silvia | Terça-Feira, 20 de Maio de 2014, 18h01
    1
    1

    Concordo, Edison. Só foi pagar a fiança, que pra ele é uma merreca, e conseguiu escapar dessa. Lamentável

  • Edson | Terça-Feira, 20 de Maio de 2014, 17h16
    3
    4

    Isso é uma vergonha para a nossa cidade Cuiabá. Onde estão as promessas que esses governadores tanto frisaram em suas campanhas eleitorais? Mato Grosso poderia estar chegando em patamares orgulhosos nesse momento se a população tivesse feito uma escolha mais adequada há 4anos. Assim como Cuiabá. Onde está a competência administrativa que certo político tanto exaltou??? Não reclamemos agora que fizemos a escolha errada. Tiramos um homem que fazia por Cuiabá até 2010, e o principal, que não roubava!! Nunca vimos nenhum escândalo desse em sua gestão. Está mais que na hora de retomarmos a dignidade que Mato Grosso perdeu nesses anos. Façamos nessas eleições a escolha correta. Ainda há tempo, Cuiabá!! Deputado estadual e governador eu já tenho garantido. Não quero mais exploração em meu quintal. E vcs?????

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.