Judiciário

Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 19h:03 | Atualizado: 24/09/2020, 21h:20

IMPUGNAÇÃO

Candidato à presidência do TJ vai ao CNJ tentar impedir reeleição no tribunal - veja

TJ-MT

Desembargador do TJ-MT Sebasti�o Morais Filho

Magistrado Sebastião de Moraes Filho: pleno não pode definir apenas STF tem prerrogativa

A reeleição do atual presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ), Carlos Alberto da Rocha foi questionada por mais um desembargador. Desta vez, o magistrado Sebastião de Moraes Filho questionou a possibilidade de reeleição junto ao Controle Administrativo junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Outro pedido já havia sido feito ontem (23) pelo desembargador Juvenal Pereira da Silva, que tenta a impugnação de Carlos Alberto no próprio TJ que aprovou a reeleição no dia 10 de setembro. Tanto Sebastião quanto Juvenal concorrem à vaga na eleição marcada para 8 de outubro.

O argumento do questionamento no CNJ é de que o Pleno do TJ não poderia ter tomado a decisão, pois a Lei Orgânica da Magistratura (LOMAN) só pode ser alterada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Agora, o pedido de Sebastião Moraes está nas mãos do conselheiro Marcos Vinícius Jardim Rodrigues, designado pelo presidente do CNJ, o ministro Luiz Fux.

Na petição, Sebastião sustenta que enquanto não há um novo Estatuto da Magistratura Nacional, “é absolutamente incompatível proceder qualquer alteração nas disposições contidas no Regimento Interno, de forma a estabelecer novas regras relativas ao processo eleitoral e permitir a reeleição no Poder Judiciário”.

O presidente do TJ disse, por meio de assessoria, que só vai se manifestar no processo. Ele concorre com outros três candidatos à presidência Sebastião de Moraes Filho e Juvenal Pereira da Silva, que se mobilizam para barrar a reeleição e o desembargador Luiz Ferreira da Silva. 

Ainda disputam a vice-presidência a desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, única candidata e o desembargador José Zuquim Nogueira tenta ir para a Corregedoria-Geral.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

MAIS LIDAS