Judiciário

Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019, 19h:11 | Atualizado: 12/12/2019, 19h:19

Ministro decide por desobrigar Governo a destinar 35% do orçamento à Educação

Rosinei Coutinho

Alexandre de Moraes

Ministro Alexandre de Moraes em sessão de julgamento no STF; ele atendeu pedido de MT

O governador Mauro Mendes (DEM) conseguiu, no Supremo Tribunal Federal (STF), suspender artigo da Constituição Estadual que obrigava o Executivo a destinar 35% de sua receita para a Educação. A vitória veio por meio de decisão liminar (provisória), proferida pelo ministro Alexandre de Moraes, em ação direta de inconstitucionalidade (Adin), nesta quinta (12). O caso deve ser analisado, posteriormente, pelo plenário do STF.

Na ação, o Governo alega que a Constituição de MT estabelece uma porcentagem maior da receita para a Educação do que a determinada pela Constituição Federal, que é de 25%. Daí, a inconstitucionalidade alegada pelo Paiaguás.

Alexandre de Moraes, em sua decisão, ainda suspendeu os efeitos do artigo que determina a destinação de 2,5% da Receita Corrente Líquida do Estado à Unemat. O Estado alega que tal percentual pode atrapalhar possíveis investimentos em outras áreas essenciais.

Por fim, o ministro pede que o presidente da Assembleia Eduardo Botelho seja comunicado da decisão, assim como a Advocacia Geral da União (AGU) e a Procuradoria Geral da República (PGR).

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Wilsons | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 13h16
    0
    0

    Wilsons, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • alexandre | Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019, 06h14
    3
    0

    Lex Luthor da HQ.....

  • Celia | Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019, 21h56
    10
    1

    PÉSSIMA DECISÃO GOVERNADOR, DEIXAR DE INVESTIR EM EDUCAÇÃO, SÓ MOSTRA QUE VOCÊ É MAIS UM DO FALIDO SISTEMA POLÍTICO, QUE QUANTO MENOS INFORMAÇÃO O POVO TIVER MAIS FÁCIL SERÁ A MANIPULAÇÃO. AFFFF MAS DINHEIRO PARA INVESTIR EM DECORAÇÃO NATALINA O ESTADO TEVE, NO VALOR DE APROXIMADAMENTE 1,5 MILHÃO. ISSO É UM TAPA NA CARA DA POPULAÇÃO.

Matéria(s) relacionada(s):

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.