Polícia

Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 11h:58 | Atualizado: 19/06/2019, 18h:31

Assof diz que militares atuavam em ação de inteligência e foram presos por engano

A Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar de Mato Grosso (Assof/MT) garante, por meio de nota, que os militares presos na terça (19), durante a Operação Assepsia, deflagrada após investigações da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) sobre a entrada de aparelhos celulares em unidades prisionais do Estado, estavam realizando um trabalho para a inteligência da PM e teriam sido pegos por engano.

Reprodução

Assof

Associação garante acompanhar o caso e sai em defesa dos militares presos pelo GCCO

Segundo a nota, a Assof só ficou sabendo da prisão através da imprensa e seguiu para a sede da GCCO. E uma segunda equipe foi para o Fórum de Cuiabá, onde constatou que os militares presos se tratavam do Tenente PM Cleber de Souza Ferreira (3º BPM), Subtenente Ricardo de Souza Carvalhaes de Oliveira (ROTAM) e Cabo PM Denizel Moreira dos Santos (ROTAM), todos atuando no serviço de inteligência da Polícia Militar. 

A representação da Polícia Civil, encaminhada à Justiça, informou que os três militares, em associação com os agentes prisionais, teriam se organizado para facilitar a entrada de um freezer recheado de aparelhos celulares dentro do Presídio do Carumbé. Como prova do alegado, a GCCO anexou na representação áudios e vídeos do sistema de CFTV do Carumbé, que mostravam os PMs adentrando a unidade prisional e se reunindo com o diretor do presídio e um reeducando. 

“Em conversa com os militares, verificamos que, na verdade, a prisão deles teria ocorrido por um equívoco, pois o que eles teriam ido fazer na unidade prisional era se reunir com o reeducando para colher informações de ações criminosas que estariam prestes a ocorrer em Cuiabá. É importante registrar que esses militares já atuaram em diversas operações com apreensão de drogas e armas, bem como, na prevenção de assaltos a estabelecimentos comerciais”, diz trecho da nota. 

É importante registrar que esses militares já atuaram em diversas operações com apreensão de drogas e armas, bem como, na prevenção de assaltos a estabelecimentos comerciais

Assof/MT

Ainda conforme a associação, os militares são considerados profissionais sérios, responsáveis e em suas fichas funcionais não existem registros de desvios de conduta. Ao sindicato, o Tenente Ferreira, disse que a atuação dele e dos demais policiais militares no caso concreto era de conhecimento dos seus superiores hierárquicos, tanto no batalhão quanto no comando regional. 

Por fim, a Assof informa que o Tenente Ferreira está recolhido no 3º Batalhão e está sendo acompanhado por um advogado escolhido e contratado por ele e que, apesar de não ser associado da ASSOF, a associação continuará acompanhando o caso, "sempre zelando pelo respeito às prerrogativas e garantias de nossa carreira".

Operação

Ao longo das investigações, a Polícia Civil conseguiu comprovar que no, mesmo dia, duas horas antes do freezer ser interceptado, os três militares e os diretores da unidade, participaram de uma reunião a portas fechadas com o preso, líder da organização criminosa, por mais de uma hora, dentro da sala da direção. "Toda a dinâmica dos fatos foi registrada pelas imagens da unidade prisional”, aponta o relatório da investigação.

No decorrer da apuração, ficou constado ainda que o veículo utilizado para a entrega do freezer, na unidade, pertence a outro reeducando, que também é considerado uma das lideranças da mesma facção. Esse reeducando divide cela com o destinatário do equipamento.

Além das prisões preventivas dos servidores públicos e dos líderes da facção criminosa, serão cumpridas medidas de busca e apreensão nas dependências da Penitenciária Central do Estado.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Cb.cina | Sexta-Feira, 21 de Junho de 2019, 01h45
    0
    0

    Olha a Pm não é investiga ...ela é ostensiva e todas as vezes que a Pm tentou mostrar esse serviço só deu merda e outra coisa cadê a tal parceria entre a Pm e polícia civil...isso vai sobrar pra esses pms larga de ser burro e outra coisa pra fazer uma reunião dessa elesemana tinha que comunicar superiores e igual tentar falar pra mulher a mancha de baton na cueca

  • Aldo Carlos | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 14h47
    1
    1

    Aldo Carlos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Cristo Santo | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 13h27
    7
    1

    Meu Deuuuusssss!!!! Essa associação ridícula tem coragem de vir querer acobertar a ação criminosa cometida pelos policiais. Onde já se viu o cara fazer parte de organização criminosa e introduzir celulares em presídio ser capítulo de trabalho de inteligência?? Inteligência para o crime, isso sim.

  • Cidadao | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 12h19
    11
    3

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk a piada do dia.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk quando vc pensa q já viu de tudo e vê q n viu nem o começo.....

  • Jango | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 12h09
    10
    1

    Eu disse ado-a-ado! Cada um no seu quadrado! Ado-a-ado! Cada um no seu quadrado!

Matéria(s) relacionada(s):

Do colapso a repasses regularizados

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) disse que, antes mesmo da posse como governador e a partir do resultado do PIB-MT de 2017, apontando um crescimento de 12,5% da economia, é que resolveu mergulhar nos números da administração pública para tentar entender tamanha questão paradoxal. Questionou...

O conselheiro de pretensos candidatos

blairo maggi 400 curtinha   Blairo Maggi, que seria imbatível se concorresse à suplementar ao Senado para a vaga de Selma, se transformou num espécie de conselheiro político de vários pretensos candidatos. Entre outros, já procuraram-no para conversar sobre este pleito fora de época figuras como...

Em saia-justa sobre corte na Unemat

adriano silva 400 curtinha   A comunidade acadêmica da Unemat esperava mais do seu ex-reitor e integrante do quadro docente, professor Adriano Silva (foto). O governador Mauro conseguiu na Justiça derrubar a vinculação de repasse financeiro a Unemat, o que representa, na prática, menos recursos para a...

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.