Polícia

Quarta-Feira, 07 de Abril de 2021, 15h:31 | Atualizado: 07/04/2021, 20h:31

SÃO JUDAS TADEU

Polícia começa investigar denúncia de negligência e maus-tratos em hospital

Delegada ouviu nesta quarta depoimento da técnica de enfermagem que tornou público supostas práticas

Reprodução

Pol�cia Civil - viatura - policiais

A Polícia Civil abriu uma investigação preliminar, nesta terça (06), para apurar a denúncia registrada pela técnica de enfermagem Amanda Benício, de 38 anos, contra o Hospital São Judas Tadeu por supostas práticas de maus tratos e irregularidades com pacientes internados com Covid-19 (a doença causada pelo coronavírus).

O auto de investigação preliminar foi instaurado pela 2ª Delegacia da Capital (Planalto) e é conduzido pela delegada Luciani Barros Pereira de Lima.

Nesta quarta (07), Luciani ouviu em depoimento a técnica de enfermagem durante toda a manhã, que relatou as supostas denúncias em um boletim de ocorrência registrado na Central de Ocorrências de Cuiabá, na última segunda-feira.

A apuração preliminar também apura os fatos apontados em um segundo boletim de ocorrência, registrado pela Polícia Militar, em que a técnica de enfermagem consta como uma das partes envolvidas em um princípio de tumulto ocorrido na manhã do dia 5 de abril, no hospital particular, localizado no Jardim Califórnia, na Capital.

A delegada destaca que todas as informações apresentadas pela técnica de enfermagem serão apuradas. Os próximos passos da investigação são a requisição de documentos que se fizerem necessários para o esclarecimento dos fatos e oitivas de pessoas citadas pela profissional de saúde no boletim registrado, entre elas familiares de pacientes atendidos e funcionários do hospital.

A técnica afirma que uma fisioterapeuta do hospital colocou a máscara de oxigênio errado em Thiago, o que teria aumentado sua saturação, além de que ele teria pedido socorro e afirmado que o hospital estaria matando-o.

A profissional relata também que foi repassado que teriam que escolher qual paciente sobreviver por que não há respiradores e leitos, além da falta de sedativos para intubação, medicamentos e que pacientes intubados estão acordando do coma induzido e sendo amarrados. Em entrevista à imprensa na delegacia, Amanda afirma que foi demitida por falar a verdade e que resolveu denunciar por não "compactuar com a morte". Ela assumiu responsabilidades cíveis e criminais por tudo que declarou no BO.

Diante da situação, o Comando Geral da Polícia Militar pediu abertura de investigação de possível negligência no CRM e no Ministério Público Estadual. O hospital nega irregularidades e diz que a denúncia é uma vingança de Amanda por ter sido demitida há uma semana - leia.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...

Sicredi recua de comprar praça pública

enilson rios 400 prefeito araputanga   A diretoria do Sicredi nem esperou ser votado na Câmara Municipal o polêmico projeto sobre negociação de uma praça pública no centro de Araputanga para cancelar o negócio. A cooperativa havia "amarrado" entendimento com o prefeito Enilson de Araújo...

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...