SANTUÁRIO DOS ELEFANTES, DO SONHO À REALIDADE

Domingo, 19 de Agosto de 2018, 08h:32 | Atualizado: 19/08/2018, 08h:43

PROIBIDA A ENTRADA

Direção da reserva não permite visitação para manter a saúde e a paz dos animais


Enviada especial ao Santuário dos Elefantes

Apesar da grande curiosidade que Maia e Guida despertam, uma informação importante a ser dada é que o Santuário dos Elefantes na Chapada dos Guimarães não é aberto à visitação e animais não são expostos a turistas. Logo no portão de entrada da reserva tem uma placa avisando que é proibida a entrada.

Gilberto Leite

Santuário dos Elefantes

Chegada na reserva tem este portão e uma placa avisando que ali não pode entrar sem convite. É uma forma de impedir a desvirtualização do projeto

GSE

Scott

Norte-americanos Scott e Kat Blais tratando da gigante Maia, com proteção é a forma ideal

Uma das responsáveis pela reserva, a norte-americana Kat Blais, 44 anos, explica que esse tempo, em que Maia e Guida foram vistas como objeto, domesticadas para trabalhar em circo, acabou. Ressalta também que outros animais, prestes a chegar na reserva, viveram enjaulados em zoológicos ou parques safáris. Sendo assim, se fossem expostos novamente isso poderia comprometer a saúde física e emocional e a recuperação deles.

O projeto visa essencialmente o conforto e a recuperação. Para isso, a direção da reserva acredita que o melhor a ser feito é o isolamento.

"O fato é que pela primeira vez em suas vidas, todas as decisões são tomadas considerando o que é melhor para eles. Cada elefante em cativeiro passou décadas servindo de entretenimento para humanos", lamenta Kat.

Para muitos deles, ter humanos ao redor, os observando, foi motivo de stress

Kat Blais

A realidade dos animais agora no santurário é em um lar silencioso, um lugar de descanso, onde possam viver dias de paz e conforto. "Para muitos deles, ter humanos ao redor, os observando, foi motivo de stress e o Santuário elimina essa preocupação. Aqui eles só convivem com quem realmente conhecem, confiam e com quem construíram relações de afeto. É isso que os permite superar todos os traumas emocionais do passado. E além desse motivo nobre, tem uma outra razão bem prática para não permitirmos visitação. A fazenda é muito grande, cheia de lugares nos quais os elefantes adoram se esconder. Permitir que visitantes se aproximem da cerca não garantiria de forma nenhuma que conseguiriam avistar um elefante", justifica.

Gilberto Leite

Santuário dos Elefantes

Intenção agora é que esqueçam passado de maus tratos em ambiente silencioso, confiável e sem a balbúrdia que visitações barulhentas possam causar

Para aproximar a sociedade mato-grossense e até turistas de fora dos animais gigantes e exóticos, há, no entanto, uma intenção de construir - no futuro - um centro de visitantes, que possa trazer informações sobre as espécies, sobre meio ambiente local e também funcionar como um observatório.

Centro de visitação santuário dos elefantes

No local haverá informações sobre espécies, palestras e observatório - o que não vai garantir a visualização de animais porque reserva tem 1,1 mil hectares

Esse sistema existe há anos no santuário modelo dos Estados Unidos

Nele, haverá informações disponíveis sobre aspectos biológicos, físicos e comportamentais de cada espécie. Serão ministradas palestras e os visitantes poderão acessar imagens de câmeras colocadas em diversos locais do santuário, com transmissão ao vivo. Essas imagens estarão também disponíveis na internet, para que estudantes e interessados em geral possam aprender sobre os hábitos dos elefantes e observar como se comportam quando estão na natureza.

“Esse sistema existe há anos no santuário modelo dos Estados Unidos, fundado por Scott Blais, do Global Sanctuary for Elephants e um dos diretores do Santuário de Elefantes Brasil. É um sucesso de público, com mais de 1 milhão de acessos por ano”, explica.

Com estas características, o espaço seria uma espécie de centro educacional na borda da propriedade, para receber pequenos grupos de estudo e a instalação de uma ou duas torres de observação próximas, fora do perímetro do santuário, para visualização da área e contemplação da natureza do local.

 Isso não vai garantir que o turista veja o elefante, no dia que for ao centro de observação, já que a reserva tem 1,1 mil hectares e a densidade populacional é baixa. Vai depender da sorte.

Kat no entanto reforça que não tem uma data prevista para abertura do centro de observação e a prioridade é com gastos referentes à estrutura para atender Maia e Guia e os 8 elefantes que estão na fila de espera para chegarem ao paraíso deles, o santuário da Chapada.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Lilian | Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019, 15h32
    0
    0

    Parabéns! Que projeto maravilhoso! Deus abençoe!

Confira também:

INíCIO
ANTERIOR
1 de 1
PRÓXIMA
ÚLTIMA

Com Covid-19 e frequentando a AL

paulo araujo 400   O deputado Paulo Araújo (foto), do PP, está com reinfecção pelo Covid-19 e, mesmo assim, continua frequentando o prédio da Assembleia normalmente, como se não tivesse contaminado. Na primeira vez que foi infectado pelo vírus, também fez igual. Colegas parlamentares e...

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...