Últimas

Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 09h:21 | Atualizado: 03/12/2013, 12h:21

LEGISLATIVO

Presidente diz não ter apego ao cargo e renuncia; eleição na 5ª

   Pivô da Operação Aprendiz e acusado de falsificação e desvio de recursos da Câmara, João Emanuel (PSD) acaba de renunciar à presidência do Legislativo cuiabano. Num discurso que durou cerca de 10 minutos, o social-democrata afirmou não ter “apego” ao cargo e reforçou que deixa o comando da Câmara para não provocar “constrangimentos aos colegas de Parlamento e para garantir que as investigações do caso transcorram sem qualquer questionamento de sua postura”.

   A renúncia já era aguardada porque João Emanuel - que estava afastado por duas decisões judiciais do comando do Legislativo - havia se comprometido e deixar definitivamente o cargo durante reunião do Colégio de Líderes nesta segunda (2), conforme o RDNews adiantou. Agora, deve ser convocada nova eleição para escolher quem será o substituto de João Emanuel. Nos bastidores, os mais cotados são Onofre Júnior (PSB), presidente em exercício e Júlio Pinheiro (PTB), que já presidiu o Parlamento. Outro que se articula é Chico 2000 (PR).

Chico 2000 e Júlio querem derrubar Onofre para assumir a presidência

   Em seu discurso, João Emanuel disse ainda que já colocou à disposição do Ministério Público sua declaração de bens, bem como a quebra do sigilo fiscal e bancário. Encaminhou também um pedido a Comissão de Ética e Disciplina da Câmara para que instaure apuração interna para investigar os fatos expostos pelo MP.

   O social-democrata pediu desculpas aos parlamentares e disse que em nenhum momento teve a intenção de denegrir a imagem do Legislativo, nem ofender ou diminuir os colegas. Disse ainda desejar que nenhum vereador seja tratado como ele foi. “Fui vítima de uma armação, com gravação editada, truncada e com hiperlinks”, rebateu, afirmando ainda que tal armação partiu de um secretário municipal e pelo advogado do prefeito Mauro Mendes (PSB).

   Neste momento, os parlamentares estão debatendo de forma polêmica, já que João Emanuel fala em auto destituição, o que não está previsto no Regimento Interno da Câmara. A renúncia é unilateral, ou seja, parte do próprio vereador. Já a destituição deve ser decidida em grupo.

No Colégio de Líderes, João Emanuel promete renunciar à presidência 3ª


  Às 10h05 - Vereadores decretam renúncia de João Emanuel e convocam eleição

  Para por fim à polêmica envolvendo a saída de João Emanuel do cargo - que renunciou ao posto, mas afirmou se autodestitituir - oa Plenário da Câmara decidiu votar a questão. Por 17 votos a 6 e uma ausência (João Emanuel), os parlamentares entenderam que o social-democrata apresentou a renúncia e não foi destituído, como deu a entender em seu discurso. A eleição suplementar, para escolher o o sucessor de João Emanuel, será na quinta (5).

   Às 10h22 - Vou fazer de tudo para evitar a cassação, diz João Emanuel

  João Emanuel, em entrevista à imprensa,  voltou a afirmar que é vítima de uma armação e que vai provar a sua inocência. O social-democrata pontuou ainda que fará de tudo para impedir a sua cassação.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • CARLOS ROBERTO | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 15h59
    0
    0

    Um legislativo que de muito tempo tem se mostrado desleixado, totalmente inoperante e com verdadeiro descaso pela cidade e população. Infelizmente se presencia um verdadeiro jogo de interesses. Sinto-me envergonhado de termos que aturar um sistema deste que nos impõe candidatos cada vez mais comprometidos apenas consigo mesmos...precisamos de reformas políticas e leis que permitam punições severas a servidores públicos corruptos...Como dizer que é governo para o povo se os empregados viram patrões e as costas para o povo, o verdadeiro patrão e a quem os paga e deveriam servir? Uma vergonha esse país que ocupa o 72º lugar em corrupção no mundo e atrás de vários na América Latina....

  • Denise Costa | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 15h41
    0
    0

    A única coisa que ele tem "apego" é ao dinheiro público pelo jeito. Que vergonha!

  • Denis Carvalho | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 14h55
    0
    0

    A armação feita foi para que a imprensa não desse tanta atenção paraa denúncia que envolveria o Pedro Taques de ter "ligações" com o empresário investigado sobre agiotagem da cidade de VG...

  • Carlos Tapajos | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 13h32
    0
    0

    Cuiabá não merece este parlamento trapalhão..... Isso já faz 15 anos de trapalhada, molecagem, rolo puro... Desinteresse total pela população...

  • zardo | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 12h44
    0
    0

    zardo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Zé Poxoréo | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 11h32
    0
    0

    Na realidade o "aprendiz" pra fazer o que fez demonstra não ter apego é pelo povo que o elegeu! Se tivesse consciência e respeito ao povo, abriria mão do mandato e pediria desculpas ao povo pela lambança que fez!

  • rogerio | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 11h28
    0
    0

    Uma pena não contemplar a população com a renuncia do CARGO de VEREADOR completo. Pois é isso que a mídia não explica as pessoas leigas. Ele continuará na Camara, o que é uma lastima sem precedentes!

  • Adonias Guimaraes | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 11h24
    0
    0

    Adonias Guimaraes, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Pedro Rodrigues da Costa. | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 10h40
    0
    0

    Esse aprendiz de Riva e por sinal péssimo aluno tinha era que aproveitar o embalo e renunciar o mandato tambem e o povo de Cuiabá aprenderem a votar e não se deixar levar por esses tipos de politicos que a cada mandato tem um o outro sendo cassado aí nesta cidade.

  • Pedro Rodrigues da Costa. | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2013, 10h39
    0
    0

    Esse aprendiz de Riva e por sinal péssimo aluno tinha era que aproveitar o embalo e renunciar o mandato tambem e o povo de Cuiabá aprenderem a votar e não se deixar levar por esses tipos de politicos que a cada mandato tem um o outro sendo cassado aí nesta cidade.

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

Empolgado e já morando em VG

emanuelzinho 400   O deputado federal Emanuelzinho (foto), do PTB, está tão empolgado com a possibilidade de concorrer a prefeito de Várzea Grande que não só transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para o município vizinho, ainda no ano passado, como também alugou um apartamento...

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.