Blog do Romilson Cuiabá, 28 de Março DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA

Eleitores de 5 cidades voltam às urnas e as alterações continuam

    A dança das cadeiras nos municípios e o troca-troca de gestões, que começou em 2009, também foi recorrente em 2010. Conforme a legislação, a Justiça só poderia realizar eleições suplementares até dezembro deste ano, mas houve um entendimento e os pleitos continuam em 2011. Em 2010 o TRE fez uma espécie de “força-tarefa” para pôr fim na instabilidade de algumas gestões municipais, comandadas por presidente de Câmaras. Assim, os eleitores de 5 cidades foram às urnas escolher os novos prefeitos.

Harrison Benedito   Entre os casos mais polêmicos está o da Prefeitura de Santo Antônio do Leverger. Apesar do prefeito tampão Harrison Benedito (PSDB) ter sido eleito, ele ainda não conseguiu se efetivar na vaga por ter tido o registro de candidatura indeferido pelo TRE. O tucano, que era fiscal de tributos na secretaria de Fazenda, não conseguiu homologar o seu nome devido a uma condenação num procedimento adiministrativo. Recentemente, entretanto, reverteu a situação e, por isso, pede ao TSE para que continue no comando da cidade. O caso começou a ser julgado, mas ainda não teve uma definição, que deve ocorrer em 2011.

   Já em Poconé, após uma disputa acirrada entre seis candidatos, foi eleito Arlindo Márcio de Moraes, o Tico de Arlindo (DEM). Ele desbancou até mesmo o prefeito tampão Nei Rondon (PTB), que voltou a atuar como vereador na cidade, após ser apoiado pelo prefeito cassado por compra de votos, Clóvis Martins (PTB).

   Os bastidores desta eleição foram tensos e, em meio às articulações, o ex-secretário de Infraestrutura da Capital Euclides Santos (PSDB) perdeu a chance de disputar a vaga por ter sido derrotado, nas prévias, pela vereadora Ornella Falcão (PSDB). Também disputaram o cargo a vice do prefeito cassado, Meire Adalto (PT), Pedro Fontes (PR) e Rodemilson Gonçalo de Barros (PDT).

   Em Novo Mundo, foi eleito José Hélio Ribeiro (PSB), que teve 2.133 votos. Também disputaram Valério Ortêncio, Sideny de Oliveira e William Fernandes, o Nego. Na eleição suplementar de Campos de Júlio, Dirceu Martins Comiram se consagrou vencedor e passou a comandar a cidade. Já em Ribeirão Cascalheira, onde o prefeito eleito Francisco de Assis, o Diá (PT), teve o mandato cassado por abuso de poder econômico e compra de votos, a população elegeu Adário Carneiro Filho (DEM).

   Troca-troca

   Além das novas eleições, alguns municípios presenciaram um verdadeiro revezamento de prefeitos. Em General Carneiro, por exemplo, a segunda colocada nas urnas, Magali Vilela, assumiu a prefeitura no início de 2009 após a cassação de Juracy Rezende Cunha (PT), o Buchudo, mas em perdeu o trono 20 de agosto de 2010 para o petista, que, enfim, conseguiu reverter a situação adversa.

   Já o caso envolvendo Alto Paraguai teve repercussão nacional, após uma denúncia de suposta venda de sentença favorável à republicana Diane Alves (PR), que assumiu o posto após a cassação do eleito Adair Alves Moreira (PMDB). A decisão favorável à ela faz parte de um inquérito que tramita no STJ, em que juízes e desembargadores são acusados de vender sentenças. O ex-presidente do TRE Evandro Stábile, inclusive, foi afastado do posto. Por fim, Diane assim como Magali, também deixou a prefeitura, que hoje é administrada por Adair.

   Apesar de Magali e Diane terem levado a pior, o segundo colocado Juviano Lincoln (PPS) venceu a queda-de-braço com o eleito Erival Capistrano e administra Diamantino. Desde 2009 os dois se revezam na administração da cidade devido a uma série de decisões da Justiça Eleitoral.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • rose | Quinta-Feira, 30 de Dezembro de 2010, 10h08
    0
    0

    Lambanças, lamas e palhaçadas!!!! Assim é a política em Mt.

PRIVILÉGIOS

Júlio e as 4 pensões de R$ 93 mil

Por 28/03/2020, 17h:43 - Atualizado: 04h atrás

julio campos 680

Aos 73 anos e disposto a encarar novo teste nas urnas, agora ao Senado, Júlio Campos não é fraco. Aliás, privilegiadíssimo.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • APOLINARIO USKNOV | Sábado, 28 de Março de 2020, 18h34
    23
    1

    Privilegiadíssimo? Isso é extorsão legalizada, não é ilegal, mas é imoral. É por essas e outras que não vamos pra frente. Quem criou esses benefícios para esse tipo de gente? Eles mesmos [com ajuda dos mandatos dados pela manada], esses que estão preocupados com o povo nas ruas e estão defendendo o #ficaemcasa. No Brasil são milhares de parasitas como esse.

  • marcia | Sábado, 28 de Março de 2020, 18h29
    18
    0

    gostaria de saber quanto uma pessoa paga por mes pra ter uma aposentadoria de 22 mil por mês?

  • O atalaia | Sábado, 28 de Março de 2020, 18h03
    19
    2

    O que intriga uma maioria de aposentados que recebe até 3 mínimos é saber que ele, Julio, doa a pensão para sua própria fundação, querendo enganar aqueles de quem espera um voto nas urnas...

SOLIDARIEDADE

Solidário, grupo paga um salário de garçons e cozinheiras de restaurante

Por 28/03/2020, 10h:23 - Atualizado: 04h atrás

divas 680

O Grupo Divas, constituído até de diretoria e que reúne em Cuiabá empresários, profissionais liberais e políticos que ocupam e/ou já exerceram mandato eletivo, decidiu pagar o salário de abril dos funcionários do Di Parma.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Anabel | Sábado, 28 de Março de 2020, 18h28
    1
    0

    Tem uns papagaio de pirata aí nessa foto

  • vania | Sábado, 28 de Março de 2020, 13h00
    3
    0

    se cada um fizer um pouco logo logo tudo volta ao normal

  • Os Matogrossenses | Sábado, 28 de Março de 2020, 10h51
    14
    0

    Lindo o gesto desse grupo! Que sirva de exemplo para todos nós Matogrossenses!

EFEITO-CORONAVÍRUS

Buzinaço em Cuiabá pela reabertura do comércio veja

Por 27/03/2020, 20h:48 - Atualizado: 04h atrás

buzinaco 680

Conforme prometido em convocação pelas redes sociais e pela imprensa, empresários, comerciantes, motoristas de aplicativos e profissionais liberais saíram há pouco em carreata pelas ruas de Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • cesar | Sábado, 28 de Março de 2020, 13h56
    5
    2

    confinados dentro de seus carros, empresários fazem buzinaço pedindo o fim do confinamento! tomou distraido!

  • HELO | Sábado, 28 de Março de 2020, 12h17
    1
    0

    HELO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Pedrinho | Sábado, 28 de Março de 2020, 11h59
    3
    2

    Tem gente que esta de quarentena desde quando nasceu pois nunca trabalhou na vida e agora quer que os outros que trabalham fiquem em casa. Ta certo.

SOLIDARIEDADE

2 empresas vão doar 1,5 mil pizzas a profissionais da saúde em Cuiabá

Por 27/03/2020, 19h:33 - Atualizado: 27/03/2020, 19h:53

pizza 680

Em tempos de cooperação, união e solidariedade na luta para frear a disseminação do vírus transmissor da Covid-19, a Gato Mia vai doar cerca de 1,5 mil pizzas para os profissionais de saúde que estão atuando diariamente no combate à pandemia em Mato Grosso.

Postar um novo comentário

NA ASSEMBLEIA

Janaína e licença por apenas 90 dias

Por 27/03/2020, 17h:41 - Atualizado: 27/03/2020, 21h:01

janaina riva 680

Janaína Riva, que está no quarto mês de gravidez, programa sair de licença a partir de agosto.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Thomas Morus | Sábado, 28 de Março de 2020, 17h07
    0
    0

    Quanto VI, legalmente não tem direito, pois, trata-se de Verba indenizatória e só pode receber quem está trabalhando, como acontece com os fiscais da SEFAZ. Porém em se tratando de Janaína Riva vice presidente da Assembleia... Certeza que vai receber e ninguém vai ficar sabendo...

  • Carlos | Sábado, 28 de Março de 2020, 09h47
    4
    0

    Terá direto a V.I.

VACÂNCIA NO SENADO

Jayme e Leitão juntos para impedir Fávaro de se tornar senador

Por 27/03/2020, 09h:49 - Atualizado: 27/03/2020, 17h:50

Marcos Oliveira

jayme campos 680 senador

Enquanto Carlos Fávaro, com uma liminar do STF debaixo dos braços, pede ajuda a Antonio Anastasia, vice-presidente do Senado, para assumir logo a cadeira de Selma Arruda, um outro senador se aliou a um ex-deputado federal para tentar o contrário.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Claudio | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 17h34
    9
    3

    Afinal de contas eu não tenho memória curta. Muita gente perde nas urnas mas vence no tapetão, desta feita não foi diferente. Caixa dois? Será que nenhum deles nunca fez ou sempre fizeram. Isso é mais provável.

  • joao | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 14h11
    16
    9

    Jayme e Leitão trabalhem bastante para impedir a posse desse cidadão, pois o nome dele está na lista dos não eleitos no pleito de 2018. Portanto, é carta fora do baralho.

  • GILMAR DE PAULA | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 11h33
    15
    12

    Penso que, se esse cidadão ocupar o cargo de senador apesar de ter sido reprovado nas urnas, isso só será possível graças ao vírus chinês. Por consequência, salvo engano, será popularmente chamado de 'SENADOR CORONAVÍRUS".

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2519