Blog do Romilson Cuiabá, 31 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

ROTA DA INTEGRAÇÃO

Na recepção a Silval, governador Jatene enfrenta protesto e vaias

Por 04/09/2011, 19h:32 - Atualizado: 05/09/2011, 07h:34


O governador Simão Jatene que, na recepção ao colega Silval Barbosa, acaba enfrentando protesto de moradores paraenses, que cobram prioridade em setores essenciais, como saúde, educação e infraestrutura numa região que se sente abandonada
Fotos: Patrícia Sanches 

 Manifestações populares, cobrando saúde, educação e segurança; debates sobre a divisão do Pará (Tapajós e Carajás) e a união dos governadores de Mato Grosso e do Pará Silval Barbosa (PMDB) e Simão Jatene (PSDB), respectivamente, na busca pela ferrovia Cuiabá-Santarém marcaram o segundo dia da Rota da Integração. O curioso é que ambos brigam na Justiça para decidir o destino de aproximadamente 200 quilômetros, que hoje estão no território paraense, mas que são reivindicados por Mato Grosso.

   O tucano deu um chá de cadeira em Silval, que busca cumprir à risca o itinerário, mostrando os potenciais econômicos dos dois Estados a um grupo de chineses, interessados no projeto. Com mais de duas horas de atraso, Jatene chegou ao distrito de Castelo dos Sonhos, em Altamira, sendo recebido por populares com fitas pretas na boca e faixas negras, cobrando melhorias. “Os habitantes de Castelo dos Sonhos morrem sem atendimento”.

   Diante da situação, o governador se comprometeu em estruturar o local, que, ao menos, por enquanto, acaba recebendo assistência do município vizinho de Guarantã do Norte, sob Chicão do Garimpão. “Não temos estrutura suficiente, por isso, estamos buscando parceria com a prefeitura de Altamira, principalmente com o transporte dos pacientes”, reclama Chicão.

    Ainda segundo ele, nem mesmo o primeiro atendimento é feito pela gestão paraense. Enquanto o prefeito mato-grossense cobra a construção de um hospital com 46 leitos para substituir o existente, que não atende a demanda, o governador do Pará prometeu implementar uma unidade no distrito paraense, mas para isso depende de uma autorização do governo federal detentor das terras. Após o atraso e as reclamações locais, os dois governadores reforçaram a parceria na busca pela ferrovia Cuiabá-Santarém, deixando de lado as questões partidárias e até jurídicas já que ambos disputam na Justiça 200 quilômetros do território hoje paraense. A briga está no STF e, segundo Silval, nos próximos dias deve ser realizada uma perícia para verificar de quem são as terras. Jatene, por sua vez, se mostra confiante de que não perderá território. Nesta segunda (5) a comitiva segue rumo a Santarém, final do trajeto a ser percorrido.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Jedae | Segunda-Feira, 05 de Setembro de 2011, 05h56
    2
    0

    Qual diferença do Pará para o Mato Grosso? Nenhuma! A "calorosa" recepção serviu bem para Silval. Enquanto isso aqui em Cuiabá e Mato Grosso, os bandidos deitam e rolam na criminalidade. Silval toma posse!

  • marco | Domingo, 04 de Setembro de 2011, 21h15
    1
    1

    BEM VINDO A REALIDADE EM CASTELO DE SONHOS NO PARÁ! O ESTADO MAIS ABANDONADO DO BRASIL, NO MUNICIPIO MAIS CORUPTO DO BRASIL(ALTAMIRA)! ONDE OS GOVERNANTES DEIXAM 15MIL MORADORES ABANDONADOS ANDE A PREFEITA QUE É CONTRA A EMACIPAÇAO PASSA ATE 2 ANOS SEM VIR NO DISTRITO QUE TEM UMA DISTANCIA DE 1100 KM ISSO É UMA VERGONHA!AQUI NADA FUNCIONA, ALIAS A UNICA COISA QUE FUNCIONA E MUITO BEM É O POSTO FISCAL DA DIVISA QUE NÃO DEIXA PASSAR NADA! AS PESSOAS AQUI TAO MORENDO ATE COM VACINAS ESTRAGADAS ISSO É UMA VERGONA ´TÁ PIOR QUE A AFRICA . EMACIPAÇAO PRA CASTELO JÁ, DIVISAO DO ESTADO JÁ!

FORA DA LISTA

Senador leva reclamação a ministro por constrangimento sofrido em MT

Por 30/05/2020, 21h:33 - Atualizado: 07h atrás

carlos favaro 680

Inconformado por ter sido ignorado na solenidade da última quinta, em Rondonópolis, com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), o senador Carlos Fávaro levou o caso para Brasília.

Postar um novo comentário

EM SINOP

Pré-candidato passa por cirurgia

Por 30/05/2020, 20h:07 - Atualizado: 09h atrás

roberto dorner 680

Aos 72 anos, o empresário e pré-candidato a prefeito de Sinop, Roberto Dorner, está hospitalizado. Se recupera de uma cirurgia.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

10 metros de pizza em protesto à Câmara por não abrir investigação

Por 30/05/2020, 19h:01 - Atualizado: 07h atrás

protesto cei rondonopolis 680

Saiu mesmo a pizza de 10 metros de comprimentos e servida em praça pública em Rondonópolis, neste sábado.

Postar um novo comentário

EFEITO-PANDEMIA

Prefeitos e as máscaras sem licitar

Por 30/05/2020, 10h:32 - Atualizado: 07h atrás

francis maris 680

Na correria para adquirir equipamentos e produtos de proteção, em tempos de pandemia, prefeitos partiram para compras com dispensa de licitação. E estão amparados por leis.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Adão Gomes | Sábado, 30 de Maio de 2020, 19h25
    2
    0

    O povo morrendo

  • Monica Santos | Sábado, 30 de Maio de 2020, 19h23
    2
    0

    Vergonhoso essas compras sem licitação e nada que melhora a saúde

HOMENAGEM

Turma do Pedal e 64 anos de Blairo

Por 29/05/2020, 19h:48 - Atualizado: 29/05/2020, 19h:54

pedal blairo 680

Mesmo fora da vida pública, Blairo Maggi continua bastante prestigiado, carrega conceito de bom gestor e se tornou referência para muitos políticos de MT.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Henrique Dias | Sábado, 30 de Maio de 2020, 15h29
    1
    2

    Quando que esse super-corrupto do Blairo Maggi vai ser preso ? Aprontou demais como Governador de MT, continuou aprontando como Senador e Ministro da Agricultura, e até hoje tá solto. Realmene no Brasil, a Justiça só PUNE os pobres,pretos,e desqualificados. Os ricos nunca são punidos, MORO nelle.

  • Neto | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 22h42
    7
    2

    Matéria Lamentável .

Rondonópolis

Ato anti-vereadores por enterro de CEI terá pizza de 10 metros

Por 29/05/2020, 17h:45 - Atualizado: 29/05/2020, 17h:53

cei rondonpolis 10

Vereadores de Rondonópolis, uma das cidades mais politizadas do Estado, enterraram no último dia 22 um pedido de investigação contra o prefeito Zé do Pátio e, com isso, provocaram a ira do Movimento Popular, que neste sábado realiza um ato de protesto na praça Brasil.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • jao | Sábado, 30 de Maio de 2020, 09h08
    0
    0

    É o Zé que o povo quer. Tapinha nas costas, Lulista, demagogo, populista, anti empresariado, enfim, roo cada vez mais indo pro buraco. Literalmente.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2549