Executivo

Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 11h:36 | Atualizado: 20/01/2021, 12h:17

QUEDA DE BRAÇO

Mauro veta PLC que prevê fim do confisco a aposentados e pensionistas até R$ 6 mil

Conforme já havia anunciado, o governador Mauro Mendes (DEM) vetou o Projeto de Lei Complementar nº 36 que retira o confisco de 14% aos aposentados e pensionistas que recebem até R$ 6,1 mil. O veto foi publicado em Diário Oficial nesta quarta (20) no qual Mauro alega que a medida visa não agravar o déficit orçamentário e atuarial. O PLC nº 36 é de autoria de Lúdio Cabral (PT).

assessoria

Mauro Mendes assina

O governador Mauro Mendes vetou por completo a lei que acabava com a contribuição

"Àquele tempo (quando aprovada a reforma), estudos demonstraram que quanto maior fosse a faixa de isenção, maior se revelaria a necessidade da adoção de medidas de compensação para diminuição do deficit, dentre as quais apresentam-se as  alíquotas progressivas, maiores em razão do faixa salarial, bem como as alíquotas extraordinárias, cobradas de todos os contribuintes sempre que persistir a situação de deficit", diz trecho do veto. 

Ano passado, a Assembleia travou uma queda de braço com o Executivo sobre o caso. Mauro ficou irredutível quanto às mudanças propostas na Reforma Previdenciária. Sem ouvir nem mesmo a base na AL, que tentou articular uma terceira via, o governador viu o PLC aprovado por unanimidade.

O veto ainda retorna à AL e pode ser derrubado. Mas por ser voto secreto, os parlamentares podem mudar de ideia e não derrubar o veto.

O presidente da AL, Eduardo Botelho, chegou a comentar as dificuldades em aprovar o fim do confisco e adiantou, à época, que a oposição "ganha, mas não leva".

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Marta | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 16h58
    2
    1

    Falam mal do servidor mas não tem competência para estudar e passar no concurso. Acredito que já fizeram muitas inscrições para se candidatar a "sanguessugas" mas não tiveram resultados satisfatórios pois não existe fórmula mágica, o negócio é estudar.

  • Freitas | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 16h57
    2
    1

    Governador meia boca, 2022 tá chegando

  • Zeca | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 16h23
    5
    4

    Interessante como os servidores se acham a última bolacha do pacote, em dizer que votarão contra o governador na próxima! Sempre fizeram isto, sempre votaram no PT e outros de esquerda, sempre viveram insatisfeitos com os governantes, com o trabalho e com seus salários. Nunca trabalharam 08 horas por dia, conforme é o concurso, não trabalham aos sábados, emendam feriados próximos, têm férias, 13.º, etc. E o mais importante: Pouquíssimos produzem. A grande maioria não produz nada. Mas também nunca elegeram ninguém, pois são minoria junto ao eleitorado do estado.

  • Joaquim Silva | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 14h20
    13
    6

    Acho um grande exagero retirar 14% de aposentados que ganham até o teto do INSS, quem critica esquece que eles contribuiram uma vida toda. Se quiser criticar, critique: 1) Silval Barbosa que deu aumentos salariais absurdos para as elites do funcionalismo, várias categorias ganham acima de 30 mil; 2) falando em previdência nacional, as aposentadorias rurais, pessoas que nunca contribuiram para a previdência passam 25-35 anos recebendo um salário sem terem contribuído nenhum centavo (eles precisam e merecem, porém nunca contribuíram, me entendam, a conta não fecha); 3) Os péssimos gestores da previdência estadual e federal... cadê o dinheiro que foi guardado por décadas??? É isso que deveriam investigar, não ficar apenas culpando servidores públicos.

  • Álvaro/ Morada do Ouro. | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 14h14
    15
    3

    Nossos governantes roubam o estado, quebram o estado e servidores públicos pagam o pato. Mas a resposta será dada em 2022.

  • Marcos Vendedor Shopping | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 13h26
    7
    16

    Bem feito. Todos temos que contribuir. Chega de teta para servidor público sanguessuga.

  • Dra Consolação Morada do Ouro | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 13h18
    8
    17

    Certo governador. Nós, que sustentamos esses parasitas funcionários públicos que com desculpa do coronavirus ficam em casa recebendo sem trabalhar (home Office), pagamos INSS mesmo aposentados. Por que esses inúteis não podem pagar? Estamos fartos de sustentar esses parasitas.

  • Zeca Valeiro | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 12h53
    4
    23

    Está certo o governador. O PLC é inconstitucional, sem fundamentação legal e traz prejuízos aos cofres púbicos.

  • servidor | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 12h22
    26
    4

    Governador a cada ato que assina contra os servidores o senhor sabe que sua derrota ano que vem é certa.. O senhor sentirá nas urnas as suas maldades contra os servidores pergunte ao ex- Governador o quanto foi ruim para ele perseguir os servidores.

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...