Judiciário

Segunda-Feira, 29 de Outubro de 2018, 09h:35 | Atualizado: 29/10/2018, 09h:40

MP emite parecer contra Ledur que quer anular investigação da morte de Rodrigo

Ledur

Tenente do Corpo de Bombeiros Izadora Ledur de Souza é acusada de torturar e provocar a morte do então aluno militar Rodrigo Claro, que morreu em 2016

O Ministério Público Estadual (MPE) emitiu parecer pela rejeição do pedido feito pela defesa da tenente PM Izadora Ledur de Souza Dechamps, que buscava anular o processo na qual ela é acusada de ser a responsável pela morte do aluno Rodrigo Claro. Rodrigo morreu em novembro de 2016 após treinamento no curso de bombeiro, em Cuiabá. O parecer é assinado pelo promotor de Justiça Allan Sidney do Ó Souza. 

A alegação de Ledur é que investigações foram presididas por autoridade policial incompetente, uma vez que o caso é de natureza militar, portanto caberia a um órgão militar investigar. Neste sentido, a atuação da Polícia Civil estaria restrita à apuração de infrações penais. Como não foi isso que ocorreu, de acordo com a defesa da militar, estaria configurada violação ao artigo 144, parágrafo 4º, da Constituição Federal.

Em parecer, o promotor avaliou que a defesa não tem razão. Allan pontua que o inquérito policial foi instaurado levando em conta circunstâncias e dinâmica que indicavam a suposta ocorrência de tortura, “tendo sido esse o motivo pelo qual, foram iniciados os trabalhos investigativos pela Polícia Judiciária Civil, tanto que, ao fim, conforme se observa do relatório da autoridade policial constante de fls. 563/602, concluído em 20/03/2017, promoveu-se o indiciamento pela suposta prática de conduta amoldada ao tipo penal em questão”.

Além disso, a alteração na legislação que ampliou a competência da Justiça Militar para também julgar esse tipo de crime só ocorreu em outubro de 2017, ou seja, quase um ano após a morte de Rodrigo e a instauração do inquérito, “o que nos leva à simples conclusão de que, àquele tempo, não havia que se cogitar qualquer possibilidade de crime de natureza militar”, reforça o promotor.

O representante ministerial se posicionou no sentido de que “não se vislumbra do feito qualquer violação aos direitos constitucionais da denunciada e outra irregularidade capaz de ensejar a almejada nulidade absoluta, tão somente, pelo fato da investigação ter sido presidida por autoridade da Polícia Judiciária Civil, sobretudo, competente à época”.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Empresário ensaia de novo em ROO

 luizao_curtinha400   Em Rondonópolis, o empresário Luiz Fernando de Carvalho, o Luizão, dono da Agro Ferragens Luizão, ensaia mais uma vez disputar a prefeitura. Como a sua pré-candidatura não é considerada novidade, ele é visto como uma espécie de "cavalo paraguaio", que tem arrancada...

2 governistas prontos para a briga

chico2000_curtinha400   O prefeito Emanuel tem 2 aliados de primeira hora na Câmara que não resistem a uma provocação. Tratam-se de Renivaldo Nascimento (PSDB) e Chico 2000 (foto), do PL. Sabendo do estopim curto, os vereadores de oposição, especialmente Diego e Abílio, não perdem a chance de...

Niuan agora sob rédeas do Podemos

niuan ribeiro curtinha 400   O vice-prefeito Niuan Ribeiro, agora no Podemos, se torna obrigado, conforme exigência estatutária, a contribuir com 5% dos R$ 15 mil que recebe mensalmente . Ou seja, vai ter que repassar R$ 750 para o seu novo partido. Considerado um partido com novas concepções, regras e exigências, o...

Efeito-senado e briga no ninho tucano

carlos-avalone_curtinha400   O deputado estadual Carlos Avalone não tem certeza de que o acordo pré-estabelecido para ele se tornar presidente do PSDB-MT, a partir de fevereiro, ou seja, daqui 5 meses, será cumprido. Pela costura entre a cúpula tucana, Paulo Borges renunciaria à presidência, abrindo assim...

Pivetta vai despachar em 2 gabinetes

otaviano pivetta 400 curtinha   O governador em exercício a partir desta quinta, empresário Otaviano Pivetta (foto), vai dividir o tempo no Palácio Paiaguás pelos próximos oito dias despachando em dois gabinetes. Ora sentará na cadeira do titular Mauro Mendes, que viajou numa comitiva para a Bolívia,...

Lei reconhece pacu como prato de VG

dilmar curtinha   O governador Mauro Mendes sancionou,  na última terça (17), a lei 10.944/2019, de autoria do deputado Dilmar Dal Bosco (foto), que reconhece o Pacu como prato típico da culinária de Várzea Grande. Antes mesmo de o parlamentar legislar sobre o tema, os várzea-grandenses já...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.