Judiciário

Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2018, 11h:11 | Atualizado: 20/02/2018, 16h:36

Esquema no Detran originou no gabinete de Savi e ajudou campanha à reeleição

Mário Okamura/Rdnews

mauro savi depuado estadual 2.jpeg

MPE aponta que esquema no Detran-MT teve origem no gabinete de Mauro Savi

De acordo com o Ministério Público Estadual, o esquema de fraude em licitação e pagamento de propina no Detran-MT foi definido em uma reunião no gabinete do deputado estadual Mauro Savi (PSB), que detinha grande poder de influência na autarquia. O fato é investigado na Operação Bereré, deflagrada nesta segunda (19).

A afirmação do MPE tem como base o acordo de colaboração premiada (delação) do ex-presidente do Detran Teodoro Moreira Lopes, o "Dóia". Ele detalha que entre julho e agosto de 2009, quando já ocupava o comando da autarquia por indicação de Savi, foi convocado pelo parlamentar para uma reunião em seu gabinete na Assembleia.

Além de Savi, Dóia diz que o encontro contou com a participação dos também investigados Marcelo da Costa e Silva e Roque Anildo Reinheimer, que ofereceram a execução da atividade de registro junto ao Detran, se comprometendo a apresentarem uma empresa para a efetivação do contrato.

Na semana seguinte, Dóia relembra que voltou a se encontrar com Marcelo Silva, quando foi apresentado a Merison Marcos Amaro, representante da FDL Serviços de Registro, Cadastro, Informatização e Certificação de Documentos Ltda., que posteriormente se tornou EIG Mercados Ltda.

Campanha

Na oportunidade, conforme o ex-presidente, Marcelo teria se comprometido a repassar o valor recebido pela FDL em razão do cumprimento do futuro contrato administrativo a ser formulado com o Detran às campanhas eleitorais de Savi e do ex-governador Silval Barbosa (sem partido), que na época disputavam a reeleição à Assembleia e ao governo, respectivamente.

Após a efetivação do contrato entre a FDL e o Detran, o repasse prometido foi feito no valor de R$ 750 mil para cada um, em espécie.

Direcionamento

O delator afirma que antes da contratação da empresa, ele obteve o edital da licitação vencida pela FDL em Piaui. Declara ter determinado que a comissão do Detran confeccionasse o edital de licitação nos mesmos moldes.

Além disso, para direcionar a licitação, Marcelo Silva lhe solicitou a inclusão de clausula no edital, na qual a empresa vencedora teria que realizar vistorias prévias em todas as Ciretrans do Estado, solicitação aceita e implementada.

Com o certame direcionado, a FDL venceu a licitação. Para operar para operar o esquema de lavagem de dinheiro, segundo o MPE, a FDL contratou a empresa de fachada Santos Treinamento, que teve como sócio o presidente da Assembleia Eduardo Botelho (PSB).

A organização criminosa, segundo a investigação, ainda utilizava diversas pessoas, com o objetivo de “lavar” o dinheiro oriundo do pagamento de propina, por parte da FDL.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Cidadão | Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2018, 14h27
    8
    0

    Todos Sabiam disso, dessa empresa e desses valores absurdos, desde 2009 e só agora vai parar, quase 10 anos levando dinheiro do cidadão trabalhador. Uma vergonha mesmo!

  • Critico | Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2018, 12h26
    13
    0

    Fosse num país sério, esses corruptos estavam presos, pois a denuncia e grave.

Matéria(s) relacionada(s):

Prefeito estoura limite e TCE faz vetos

francis maris 400 curtinha   No sétimo e penúltimo ano de mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (foto) segue na mesma toada, de que a administração precisa continuar "enxugando" a máquina, embora já tenha conseguido o equilíbrio fiscal e que quem o suceder receberá uma gestão...

Vice muda de partido e vai a prefeito

leandro felix 400 curtinha   O vice-prefeito de Nova Mutum e primeiro-suplente de deputado estadual, Leandro Félix (foto), pretende deixar o DC. Deve se filiar no Podemos ou no PRB. Vai depender da orientação política dos irmãos Adriano (Podemos) e Otaviano Pivetta (PDT), respectivamente, prefeito de Mutum e...

Câmara só regulamenta salário de EP

misael partido 400 curtinha   Ao fixar o salário do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro em R$ 27 mil, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto) não aumenta o subsídio de Emanuel de imediato, mas sim regulamenta o valor que já era pago desde dezembro de 2018. O imbróglio começou...

R$ 71 mi já estão reservados para 13º

rogerio gallo 400 curtinha   Após os primeiros meses de "choradeira", pintando cenário do caos financeiro e administrativo, o governo estadual consegue, pela primeira vez neste 2019, fechar o mês com recurso provisionado para pagar o 13º dos cerca de 100 mil servidores. O secretário de Fazenda, Rogerio Gallo (foto),...

Jackson, enfim, nomeado ao TRE-MT

jackson 400 curtinha tre   O presidente Bolsonaro, enfim, escolheu, de uma lista tríplice, quem passa a compor o Pleno do TRE-MT no cargo de juiz titular, na categoria jurista, para dois mandatos de mandato. Trata-se de Jackson Francisco Coutinho (foto), que desde o ano passado já atua como juiz-membro substituto no Tribunal. Nos...

Com mais de 60 prefeitos e esposas

mauro mendes virginia 400   Acompanhado do governador e esposo Mauro, a primeira-dama Virginia Mendes recebeu para um jantar no Palácio Paiaguás, na segunda, mais de 60 primeiras-damas, além de prefeitos e outras autoridades. O governador, que promoveu o encontro, aproveitou para expor números, ações e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.