Legislativo

Segunda-Feira, 28 de Novembro de 2016, 12h:30 | Atualizado: 28/11/2016, 12h:51

Câmara demitirá 400 comissionados e vai trabalhar só com 97 efetivos

Gilberto Leite/Rdnews

Haroldo kusai_gilberto leite (3).JPG

 Haroldo Kuzai, presidente da Câmara de Cuiabá, solicitou aporte de R$ 630 mil ao Executivo

A Câmara de Cuiabá vai demitir cerca de 400 servidores comissionados, em 1° de dezembro.   Isso porque o Parlamento municipal já ultrapassou o limite de gastos com pessoal estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), fixado em 70%. 

O primeiro-secretário da Mesa Diretora,  Chico 2000 (PR),  confirmou a informação, destacando que no próximo mês a Câmara vai trabalhar com os  97 servidores efetivos. “Cerca de 400 servidores comissionados serão exonerados. Ocorre que  a Câmara ultrapassou o limite de 70% de gasto com pessoal previsto na LRF. Com a demissão dos comissionados, vamos chegar a 69,7%”, explana o republicano.

Chico 2000 pondera que o Legislativo não está no vermelho, o que acaba sendo contraditório, dado que, no início do mês, o presidente da Câmara, vereador Haroldo Kuzai (Solidariedade), solicitou ao Executivo ajuda financeira de R$ 630 mil para evitar que feche as contas do exercício 2016 no vermelho. A origem do problema, de acordo com a Mesa Diretora, é que o Cuiabá-Prev mudou o regime de cobrança em maio deste ano. Com isso, a contribuição da Câmara foi elevada de R$ 60 mil para R$ 210 mil mensais e gerou desequilíbrio nas contas. 

Para não ter problemas com a  LRF, Haroldo propôs que a Prefeitura assuma o pagamento dos R$ 210 mil referentes aos meses de outubro, novembro e dezembro. Se Mauro aceitar fazer o aporte, a Câmara poderá fechar o exercício deste ano gastando 69% do orçamento com pessoal.  Caso contrário, o índice chegará a 72% e poderá acarretar problemas ao vereador, que sequer disputou a reeleição.

Câmara pede R$ 630 mil para sair do vermelho; leis devem ser aprovadas

Questionado sobre se novos comissionados serão contratos em janeiro, Chico 2000, limita-se a dizer que “a próxima Mesa Diretora da Casa vai definir o critério. A nova mesa dará uma nova condução.”, finaliza. 

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo | Segunda-Feira, 28 de Novembro de 2016, 17h05
    1
    0

    É ISSO AÍ..... Até que enfim encontraram o "RUMO CERTO". Ainda, há excessos nos gastos que precisam serem "CORTADOS". Querem provas??? Basta lerem este magnífico periódico virtual diariamente. Por enquanto..... "UM ASSOBIO" de ""VIVA" NOBRE EDIS... VCs Precisam de trabalhar, trabalhar e trabalhar para o município isso sim. Vamos parar com esses cargos em comissões, que só servem para COBIÇAS< INTERESSES< APADRINHAMENTOS

  • Madalena | Segunda-Feira, 28 de Novembro de 2016, 13h45
    1
    0

    Interessante, essa matemática não é exata? Senão vejamos, se somados os mais de 700 comissionados (noticiário anterior) mais os 97 efetivos, mais os vereadores, resultaria nos gastos dos 70% da folha de pagamento? Exonerando todos os comissionados no mês de dezembro os gastos reduziria para 69,7%? Que conta é essa? A exoneração desses servidores comissionados no final do ano e a recontratação em janeiro resolve? E a redução dos cargos??? E a suplementação de 4 milhões - Decreto 6.149 de 25/11?

  • Quintino | Segunda-Feira, 28 de Novembro de 2016, 13h39
    2
    0

    Poderiam demitir os vereadores, esses sim os chupins da Câmara Municipal. Reduzir salários, carros oficiais, motoristas particulares, verba indenizatória e outras mordomias, nem pensar.

  • Paula | Segunda-Feira, 28 de Novembro de 2016, 13h38
    0
    0

    Paula, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Exonerado | Segunda-Feira, 28 de Novembro de 2016, 13h35
    1
    1

    Tem que pagar a rescisão presidente. Senao vai responder por improbidade

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

Apresentador de TV luta contra Covid

alexandre mota 400 curtinha   Alexandre Mota (foto), apresentador desde abril do programa de variedades Balanço Geral, da TV Vila Real de Cuiabá (Record), está internado na UTI do hospital São Mateus. É mais uma vítima diagnosticada com Covid-19. O seu quadro clínico se agravou. O pulmão...

Campanha une as primeiras-damas

virginia mendes 400 curtinha   As primeiras-damas Virginia Mendes (foto) e Michelle Bolsonaro, de MT e do país, respectivamente, têm mantido um relacionamento bem estreito no desenvolvimento de projetos e ações sociais. No final de abril, Michelle postou um elogio e divulgou, na sua conta do Instagram, a campanha de...

Se EP recuar, PV lança Stopa a prefeito

justino malheiros 400 curtinha   O ex-presidente da Câmara de Cuiabá e membro do diretório municipal do PV, vereador Justino Malheiros (foto), disse nesta segunda que o partido estará com o prefeito Emanuel Pinheiro até o último momento, apostando no projeto de reeleição do emedebista. Mas,...

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.