Legislativo

Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2010, 10h:20 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:28

SENADO

Prestes a deixar Senado, Goellner propõe emenda para cidade no RS

Gilberto Goellner   A poucos meses de deixar o mandato, o senador Gilberto Goellner (DEM) pretende destinar R$ 150 mil de recursos federais para outro Estado. Uma de suas emendas individuais propõe a reforma e ampliação da estrutura física da Escola de Educação Infantil Tia Sybila, localizada em Não Me Toque, no Rio Grande do Sul, sua cidade natal. A proposta foi feita depois de uma reunião com o governador reeleito, Silval Barbosa (PMDB), que pediu que toda a bancada priorizasse em suas emendas, projetos que visam estruturar o Estado para a Copa de 2014.

   Ao todo, o democrata apresentou 10 emendas individuais que somam R$ 13 milhões. Dentre elas, apenas uma está diretamente ligada à realização do Mundial. Assim como os demais parlamentares de Mato Grosso, Goellner reservou parte de suas emendas, no valor de R$ 800 mil, para a Construção do Centro de Eventos Turísticos Agroindustriais em Cuiabá.

   A emenda de maior valor, R$ 8,3 milhões, tem como objetivo a relização de obras de pavimentação asfáltica em 18 municípios e a construção de uma ponte de concreto em Jaciara. Contudo, a localidade que mais devemser beneficiada se as emendas do senador forem aprovadas pelas respectivas comissões é o distrito de Vila Garça Branca, em Pedra Preta. Além dos R$ 1,6 milhão que Goellner pretende destinar para asfaltar o lugar, ele também propõe a construção de um mini-estádio, estimado em R$ 500 mil.

   Goellner assumiu a cadeira no Senado após o falecimento de Jonas Pinheiro, em 2008. Com o mandato prestes a ser encerrado, ele não tentou a reeleição. Inclusive, durante o período eleitoral, se afastou do cargo por quatro meses, dando lugar a Jorge Yanai (DEM), que tentou, sem sucesso, emplacar um novo mandato.

Confira as emendas individuais propostas por Goellner:
Pavimentação asfáltica em:
 Ribeirão Cascalheira – R$ 300 mil
Cláudia – R$ 300 mil
Torixoréu – R$ 300 mil
Alto Araguaia – R$ 300 mil
Marcelândia – R$ 300 mil
Ribeirãozinho – R$ 300 mil
Querência – R$ 300 mil
Santo Antônio do Leste – R$ 300 mil
São Félix do Araguaia – R$ 300 mil
Itaúba – R$ 300 mil
Guiratinga – R$ 300 mil
Nova Lacerda – R$ 300 mil
Sinop – R$ 600 mil
Itiquira – R$ 500 mil
Cáceres – R$ 500 mil
Pedra Preta (Vila Garça Branca) – R$ 1,6 milhão
Alto Garças – R$ 500 mil
Santa Carmem – R$ 300 mil
Construção de ponte de concreto em Jaciara – R$ 700 mil
Mini-estádio em Juscimeira – R$ 350 mil
Mini-estádio na Vila Garça Branca, em Pedra Preta – R$ 500 mil
Construção de campo de futebol em Itanhangá – R$ 100 mil
(Total R$ 950 mil)
Construção de paraça pública em Peixoto de Azevedo – R$ 200 mil
Aquisição de máquinas e equipamentos, feira livre, abatedouros e matadouros – R$ 350 mil
Ampliação e reforma da estrutura física da escola Tia Sybila em Não me Toque (RS) – R$ 150 mil
Aquisição de sementes, insumos, combustíveis e ferramentas para fomentar a atividade produtiva nas aldeias Xavante Sangradouro e Marechal Rondon – R$ 250 mil
Reforma da Santa Casa de Rondonópolis – R$ 1,5 milhão
Aquisição de equipamentos e materiais para Hospital do Câncer – R$ 400 mil
Construção do Centro de Eventos Turísticos Agroindustriais em Cuiabá – R$ 800 mil
Convênio com rede Sarah de hospitais - R$ 100 mil

Postar um novo comentário

Comentários (28)

  • Dronele$ | Quarta-Feira, 21 de Março de 2012, 17h01
    0
    0

    Caro Neanderson Lopes, aqui não tem mar, então não podemos ter baixada. Deixa de ser burro. Vai estudar um pouco mais. Mesmo aqui que você veio matar sua fome. Respeite um pouco mais. Isso é bom, para o povão aprender a votar corretamente!

  • pantaneiro | Quinta-Feira, 09 de Dezembro de 2010, 11h57
    0
    0

    esse Goellner que assumiu o senado após a morte do jonas. Mostrou que s laços com o sul nunca acabou. Por isso fez a emenda par beneficiar sua terra a cidade de não me toque. è para os cuiabanos aprederem a não voltar e gaucho. Se O JONAS tivesse coolocado seu irmão Leoncio como suplente isso nã teria acontecido. Tem que aprender com os nordestinos. Qdo ACM morreu na Bahia quem asumiu foi seu filho. O senador EDSON LOBÃO do mararanhão vai assumir um ministério das minas e energia e quem vai assumir vai ser seu filho o edinho que é suplente. Mas os cuiabanos gostam de eleger gaucho. Tai tomou papudo. Deixam de ser otarios e tenham identidade, cultura e valorizo os filhos da terra bando de hipóclitas.

  • Gidevaldo Bezerra | Terça-Feira, 30 de Novembro de 2010, 18h49
    0
    0

    Gidevaldo Bezerra, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • João | Terça-Feira, 30 de Novembro de 2010, 08h43
    0
    0

    Aleixo, os principais envolvidos nos 44, não são gaúchos, não são cuiabanos, não são Matogrossenses, simplesmente são pessoas DESONESTAS. E EM MOMENTO ALGUM FALEI AO CONTRARIO, SO REPORTEI AO COMENTARIO DO DIA 29.11.2010 DAS 13:00

  • Aleixo | Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2010, 22h24
    0
    0

    ô Joao, o que temos certeza, é que os principais envolvidos nos 44, são gauchos, e não cuibanos como vc esta mencionando. Aqui acolhemos a todos, principalmente de seu estado, se´e que veio de lá, para desenvover por aqui. nâo é mesmo...

  • João | Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2010, 20h58
    0
    0

    Meu caro diretor do blog, peço que não publique mais estes comentarios como deste insensato de condinome Gidevaldo Bezerra, Sou Gaúcho e me orgulho disto, tenho inumeros amigos Matogrossenses e de outros estados que também se orgulham deste Estado que nos ofereceu oportunidades de crescer na vida , coisa que certamente não seria possível sem trabalho dedicação e honestidade. Pessoas desonestas tem em todos os lugares. Gidevaldo acho que é hora de pensar em deixar o estado do MT,crescer e se desenvolver,afinal você ja conseguiu alguma coisa aqui , gaste aqui, aqui só precisamos de homens de garra, dignos trabalhadores e honestos, para este Estado crescer cada vez mais no contesto Brasileiro. PS: Esta é minha TERRA NATAL

  • Gidevaldo Bezerra | Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2010, 16h21
    0
    0

    Meu caro diretor do blog, peço que não publique mais estes comentarios como deste insensato de condinome João, Sou Mato grossense e me orgulho disto, tenho varios amigos sulistas e de outros estados que também se orgulham deste Estado que lhes ofereceu oportunidades de crescer na vida , coisa que certamente em seus estado natal não seria possivel . Pessoas desonestas temem todos os lugares. João acho que é hora de pensar em deixar o estado de MT, e voltar para sua terra natal afinal você ja conseguiu alguma coisa aqui , vai gastar lá , aqui só precisamos de homens de garra e dignos para alavancar nao para cobrar favores desmerecidos.

  • Gidevaldo Bezerra | Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2010, 16h21
    0
    0

    Meu caro diretor do blog, peço que não publique mais estes comentarios como deste insensato de condinome João, Sou Mato grossense e me orgulho disto, tenho varios amigos sulistas e de outros estados que também se orgulham deste Estado que lhes ofereceu oportunidades de crescer na vida , coisa que certamente em seus estado natal não seria possivel . Pessoas desonestas temem todos os lugares. João acho que é hora de pensar em deixar o estado de MT, e voltar para sua terra natal afinal você ja conseguiu alguma coisa aqui , vai gastar lá , aqui só precisamos de homens de garra e dignos para alavancar no para cobrar favores desmerecidos.

  • revoltado | Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2010, 16h04
    0
    0

    revoltado, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • JOAO SOZINHO | Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2010, 15h48
    0
    0

    JOAO SOZINHO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...