Polícia

Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 09h:55 | Atualizado: 22/08/2019, 16h:11

AÇÃO DA PF

Preso, ex-prefeito Gaspar destruiu provas; empreiteiras pagavam contas pessoais

O dinheiro que deveria ter sido utilizado para construção de pontes de concreto em Confresa (a 1.167 km de Cuiabá) era desviado em esquema de corrupção junto à empreiteiras e parte do valor servia para pagar até mesmo as contas pessoais de Gaspar Lazzari (PSD), que foi derrotado nas urnas em 2018 quando se candidatou ao cargo de deputado federal, e obteve 40.470 mil votos.

gaspar_montagem

Gaspar Lazarri foi preso porque estaria coagindo testemunhas e destruindo provas

Lazzari foi preso na manhã de hoje (22) durante a 2ª fase da Operação Tapiraguaia por ter destruído provas após a primeira fase da Operação, realizada em janeiro deste ano pela Polícia Federal.

O delegado Carlos Henrique Dangelo, da PF disse, em entrevista à imprensa, na manhã desta quinta (22), que Lazzari se beneficiava do desvio de recursos públicos para pagar contas pessoais - como de energia, de hospedagem, e até mesmo de cartão de crédito. Todas eram pagas por empreiteiras.

“Identificamos que contas pessoais do ex-prefeito de Confresa eram pagas pelas empreiteiras, que recebiam recurso do Governo Federal e não realizavam as pontes. Comumente se distribuía o que se chama de propina. Além de receber em sua própria conta, na de seus familiares, também em espécie. Há provas neste sentido. Havia contas comuns, como cartão de crédito, energia, hotéis, que ele passava para as empreiteiras pagarem”, explica o delegado.

De acordo com informações da Controladoria-Geral da União (CGU), após analisar o material apreendido na primeira fase da Tapiraguaia, já foi identificado o prejuízo potencial de R$ 1,6 milhão em Confresa envolvendo a construção de pontes, escola e unidades de saúde. Em Confresa o projeto era para construir 8 pontes, mas apenas uma foi concluída. 

Reprodução

Coletiva barra

Rafael Valadares, que liderou 2ª fase da operação, concede coletiva em Barra do Garças e detalha investigação contra ex-gestores, assessores e Valtenir

A operação também atingiu o ex-prefeito de Serra Nova Dourada, Edson Yukio Ogatha (PSD), conhecido como “Japonês”, e o suplente de deputado federal, Valtenir Pereira (MDB), que segundo a PF era o facilitador para que os recursos federais “chegassem” até as prefeituras.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • João sutero | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 19h16
    3
    0

    Aqui se faz aqui se paga esse moço Gaspar deixou de pagar cabos eleitoral em Alta Floresta as pessoas trabalharam pra ele é nunca pagou pessoas que suaram debaixo de sol escaldantes mais tem aquele ditado aqui se faz aqui se paga lembre-se Gaspar Lázaro.

Matéria(s) relacionada(s):

Empresário ensaia de novo em ROO

 luizao_curtinha400   Em Rondonópolis, o empresário Luiz Fernando de Carvalho, o Luizão, dono da Agro Ferragens Luizão, ensaia mais uma vez disputar a prefeitura. Como a sua pré-candidatura não é considerada novidade, ele é visto como uma espécie de "cavalo paraguaio", que tem arrancada...

2 governistas prontos para a briga

chico2000_curtinha400   O prefeito Emanuel tem 2 aliados de primeira hora na Câmara que não resistem a uma provocação. Tratam-se de Renivaldo Nascimento (PSDB) e Chico 2000 (foto), do PL. Sabendo do estopim curto, os vereadores de oposição, especialmente Diego e Abílio, não perdem a chance de...

Niuan agora sob rédeas do Podemos

niuan ribeiro curtinha 400   O vice-prefeito Niuan Ribeiro, agora no Podemos, se torna obrigado, conforme exigência estatutária, a contribuir com 5% dos R$ 15 mil que recebe mensalmente . Ou seja, vai ter que repassar R$ 750 para o seu novo partido. Considerado um partido com novas concepções, regras e exigências, o...

Efeito-senado e briga no ninho tucano

carlos-avalone_curtinha400   O deputado estadual Carlos Avalone não tem certeza de que o acordo pré-estabelecido para ele se tornar presidente do PSDB-MT, a partir de fevereiro, ou seja, daqui 5 meses, será cumprido. Pela costura entre a cúpula tucana, Paulo Borges renunciaria à presidência, abrindo assim...

Pivetta vai despachar em 2 gabinetes

otaviano pivetta 400 curtinha   O governador em exercício a partir desta quinta, empresário Otaviano Pivetta (foto), vai dividir o tempo no Palácio Paiaguás pelos próximos oito dias despachando em dois gabinetes. Ora sentará na cadeira do titular Mauro Mendes, que viajou numa comitiva para a Bolívia,...

Lei reconhece pacu como prato de VG

dilmar curtinha   O governador Mauro Mendes sancionou,  na última terça (17), a lei 10.944/2019, de autoria do deputado Dilmar Dal Bosco (foto), que reconhece o Pacu como prato típico da culinária de Várzea Grande. Antes mesmo de o parlamentar legislar sobre o tema, os várzea-grandenses já...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.