DESENVOLVIMENTO EM TRILHOS

Sexta-Feira, 28 de Março de 2014, 07h:10 | Atualizado: 28/03/2014, 11h:47

PIB cresce e ferrovia gera empregos


Enviada Especial a Rondonópolis

Fotos: Patrícia Sanches/Rdnews

fotos_ferrovia

Terminal ferroviário de Rondonópolis tem capacidade para 60 mil toneladas e ajuda a transformar a economia; empreendimento já gera cerca de 300 empregos

A vinda de uma ferrovia traz mudanças para a vida das pessoas da região. Além dos produtores poderem escoar soja, milho e outros de modo mais seguro e barato, a cidade como um todo recebe o impacto. E Ivandro Paim, coordenador geral dos terminais da América Latina Logística (ALL), empresa que possui a concessão em MT, acredita que o maior impacto é econômico. “Por isso é dito que a ferrovia é o futuro e é o presente”, destaca.

Davi Valle

ivandro-all

 Ivandro Paim, coordenador dos terminais da ALL, destaca crescimento do PIB 

Segundo Ivandro, em Rondonópolis, além da oportunidade para a ALL de estabelecer o maior terminal ferroviário da América Latina, percebeu que a cidade se desenvolveu economicamente. “Tanto que a expectativa é que o PIB de Rondonópolis dobre nos próximos anos e que se torne o maior PIB do interior do Estado. Só a nossa empresa gerou 300 empregos diretos e mais 600 indiretos”, salienta.

O coordenador dos terminais viu na cidade a chegada de novas empresas nacionais, de grande porte, e acredita que isso foi também devido à vinda da ferrovia e do desenvolvimento que ela trouxe. “E virão outras. Porque hoje o terminal de Rondonópolis é um complexo intermodal. Ao seu redor serão instaladas empresas que atuam no setor. Hoje, por exemplo, ao lado já há uma de contêineres. Nos próximos três anos deve estar lotado”.

Percival Muniz (PPS), prefeito de Rondonópolis, não é tão otimista. Pelo menos não tendo como motivo apenas a vinda da ferrovia. Ele comenta que gostaria de dobrar o PIB, mas não acha que isso acontecerá em breve. Além disso, diz que as grandes empresas que se instalaram no município vieram porque elas ficam observando cidades em desenvolvimento e com mais de 150 mil habitantes, caso de Rondonópolis. “Não nego que ele (terminal) ajudou na onda de crescimento, é claro, e gerou muitas vagas de emprego, mas não condiciono uma coisa à outra”, pontua.

Davi Valle

cidade-rondonopolis-estrada-ferrovia

Rondonópolis comemora chegada de ferrovia, mas tenta contornar problemas causados pelos trilhos: congestionamento e a migração excessiva de pessoas

Aconteceu um movimento migratório moderado para a cidade, de acordo com o prefeito, mas que não foi muito refletido na economia. “Isso é bom e é ruim. Bom porque Rondonópolis cresce e ruim porque muitas das pessoas que vêm atrás de oportunidades não encontram o que buscavam”.

Para Percival, quem mais ganhou com a vinda da ferrovia até Rondonópolis foram as rodovias e o meio ambiente. Pontua que diminuiu a quantidade de caminhões na estrada, o que melhora o tráfego e a qualidade do asfalto e reduz consideravelmente a queima de diesel. 

Por outro lado, ele reclama que terminal também serviu para congestionar as saídas da cidade, único caminho para a ALL. “Virou um caos”, conta. Não há contorno e nem desvio, assim as carretas passam por uma rodovia que atravessa o perímetro urbano de Rondonópolis causando transtornos, acidentes e atropelamentos diariamente. “Por isso eu luto tanto pela construção do Contorno Sul, que complementa o anel viário”, diz. Mesmo antes da inauguração do terminal, ele já trabalhava para essa obra, mas, segundo o gestor, foi só com o trem que chamou a atenção do ministério de Transportes e conseguiu uma promessa da presidente Dilma Rousseff (PT) de que o contorno seria feito. “Então, se olharmos por esse lado, foi bom”, acrescenta.

Galeria de Fotos

Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle
Credito: Davi Valle

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pátio, adversários fracos e reeleição

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto), por mais populista, demagogo e com uma gestão avaliada pela maioria como desastrosa, caminha a passos largos para conquista de mais um mandato. Tende a vencer pela lógica do menos pior. Seus virtuais adversários são...

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.