Executivo

Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 08h:56 | Atualizado: 11/01/2019, 14h:26

REDUÇÃO DE GASTOS

Extinção de empresas proposta por Mauro terá programa de demissões voluntárias

Rodinei Crescêncio

Mauro Mendes e Mauro Carvalho

Mauro Mendes em coletiva na AL, quando detalhou o pacote de mesagens enviado aos deputados; ao fundo, chefe da Casa Civil Mauro Carvalho

No pacote de medidas apresentado pelo governador Mauro Mendes (DEM), na manhã de ontem (10) à Assembleia, consta mensagem que prevê a redução do número de secretarias, como já anunciado pelo Governo, baixando de 24 para 15 o número de pastas. A expectativa é criar um programa de demissão voluntária para as empresas que serão extintas.

Também na proposta de reforma administrativa, Mauro pretende estabelecer um prazo para extinguir ou dar outras finalidades a seis empresas públicas, entre as quais a Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat), Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás), Desenvolve MT, Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso (Ceasa), Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) e Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer).

A Agência de Desenvolvimento Metropolitano da Região do Vale do Rio Cuiabá (AGEM/VRC), autarquia criada em 2009, também será extinta e suas atribuições incorporadas a autarquia MT Participações e Projetos S.A, o MT-PAR. O mesmo deverá acontecer com os serviços prestados pelas empresas que serão extintas, e que deverão ser incorporados a pastas já existentes.

Mauro justifica que se não forem tomadas essas medidas o Estado entrará em colapso, razão pela qual defende estabelecer critérios para o pagamento da RGA e a criação da Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual (LRFE), além de aumento na alíquota do Fethab e outras medidas emergenciais para administração pública.

O governo ainda não apresentou um estudo de quanto conseguirá economizar com o pacote de medidas apresentado à Assembleia, mas garante que são atitudes necessárias para tentar reencontrar o equilíbrio financeiro do Estado e evitar que o Estado entre em colapso.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Raul | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 21h40
    4
    0

    Ele simplesmente vai piorar ainda mais a situação do governo, desde qdo extinguir gera economia, isso funcionou na BIMETAL? E olha que ele não pagava impostos Hem

  • SEBASTIAO CANUTO | Sexta-Feira, 11 de Janeiro de 2019, 18h18
    8
    1

    Calma Maurinho!!! Conheça o Estado primeiro.... vc disse que não sabia como estava o Estado. Agora diz que ja conhece o suficiente para poder querer extinguir empresas púbicas. A coisa e mais embaixo... Quem vai assumir as funcções sociais dessas empresas? Quem vai apoiar o pequeno produtor que produz o alface e a cebolinha, cenoura, batata, beterraba, que temos que importar fora do Estado? Quem vaia assumir os sistemas públicos de TI que fazem as engrenagens do Estado rodar, que hoje esta a cargo da empresa MTI? E os dados sigilosos? Enfim precisa-se estudar tudo isso antes de simplesmente extinguir....Quando os governadores Jayme, Dante fizeram reformas estruturais no Estado, fizeram em seu segundo ano de governo, quando conheciam as potencialidades e fraquezas de cada órgão. Ainda é muito cedo para se pensar em simplesmente extinguir.... Veja essa questão da locação de veiculos, quando da proposta inicial falaram que traria economicidade ao Esatdo, ante a frota propria, hoje, estamos nas mãos das empresas de locação de veiculos, saude, segurança e todos os órgãos que precisam de veiculos...

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

Apresentador de TV luta contra Covid

alexandre mota 400 curtinha   Alexandre Mota (foto), apresentador desde abril do programa de variedades Balanço Geral, da TV Vila Real de Cuiabá (Record), está internado na UTI do hospital São Mateus. É mais uma vítima diagnosticada com Covid-19. O seu quadro clínico se agravou. O pulmão...

Campanha une as primeiras-damas

virginia mendes 400 curtinha   As primeiras-damas Virginia Mendes (foto) e Michelle Bolsonaro, de MT e do país, respectivamente, têm mantido um relacionamento bem estreito no desenvolvimento de projetos e ações sociais. No final de abril, Michelle postou um elogio e divulgou, na sua conta do Instagram, a campanha de...

Se EP recuar, PV lança Stopa a prefeito

justino malheiros 400 curtinha   O ex-presidente da Câmara de Cuiabá e membro do diretório municipal do PV, vereador Justino Malheiros (foto), disse nesta segunda que o partido estará com o prefeito Emanuel Pinheiro até o último momento, apostando no projeto de reeleição do emedebista. Mas,...

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.