Órgãos

Terça-Feira, 05 de Maio de 2020, 17h:02 | Atualizado: 06/05/2020, 10h:01

RONDONÓPOLIS

Prefeitura compra R$ 715 mil em papel higiênico e papel toalha: na mira do MPC

Divulgação

Prefeitura de Rondon�polis  - fachada

O Ministério Público de Contas  (MPC) de Mato Grosso entrou com Representação de Natureza Interna com o objetivo de apurar supostas irregularidades na dispensa de licitação realizada pela Prefeitura de Rondonópolis. Ocorre que o Executivo realizou o procedimento de dispensa de licitação para a aquisição de papel toalha e papel higiênico destinados à Secretaria de Saúde do município, no valor de R$ 715, 8 mil, chamando atenção do órgão de controle.

O que chamou a atenção do MP de Contas foi a Prefeitura de Rondonópolis teria realizado um procedimento de dispensa de licitação com valores acima do mercado e a empresa fornecedora ter sido a única cotada. “Além desse preocupante fato, outro ponto que nos alertou está no cadastro da empresa na Receita Federal. O fornecedor tem como atividade econômica o comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática, o que causou estranheza já que não é compatível com a necessidade apresentada”, disse o procurador de Contas Gustavo Deschamps.

Estamos em alerta para que as necessidades urgentes causadas pela crise de saúde pública não sejam utilizadas como oportunismo para desvios.

Procurador de Contas, Gustavo Coelho

O processo aponta também que a suposta empresa beneficiada com a dispensa de licitação apresentou um segundo orçamento denominado como preços de referencia, com valores extraídos de sites da Internet, com sérios indícios de rasura e impossibilidade de visualização. Esse segundo orçamento seria no valor de R$ 900 mil.

Para Gustavo Coelho Deschamps, essas informações iniciais são suficientes para a instauração do procedimento de apuração pelo Tribunal de Contas.

“O risco evidencia-se no fato de que o ato de dispensa de licitação contém indícios graves de ilegalidade na formação do preço de referência e de consequente sobrepreço. Essa situação poderá, no caso de contratação, se transformar em superfaturamento, lesando o erário municipal em tempos de crise sanitária e possível recessão econômica.”, completou.

O procurador de Contas  ainda que, em razão da pandemia Covid-19 e em virtude de haver riscos de prejuízos ao seu combate, o MP de Contas requer ao TCE  que promova a notificação dos responsáveis para que, no prazo de 5 dias úteis, apresentem suas justificativas acerca da contratação realizada, tendo como referência 8 quesitos formulados no processo, relacionados com a dispensa de licitação, valor dos produtos e natureza jurídica da empresa.

  Gustavo Coelho Deschamps explicou ainda que o MP de Contas requereu ao TCE que promova, pela Secretaria de Controle Externo competente, a inspeção de conformidade sobre todos os atos praticados pelos gestores, questionados pelo MP de Contas.

“No enfrentamento à pandemia devemos agir rapidamente. Estamos em alerta para que as necessidades urgentes causadas pela crise de saúde pública não sejam utilizadas como oportunismo para desvios. Nossa intenção não é atrapalhar os gestores nesse momento, mas estamos do lado da sociedade”, pontuou.

Após a apuração de todos os fatos, o processo passará pelo julgamento do Tribunal de Contas. Se for provado algum desvio, os gestores poderão ser responsabilizados e ter de devolver recursos aos cofres públicos e pagar multa. O Ministério Público de Contas avaliará a possibilidade de entrar com um pedido de medida cautelar, caso as informações iniciais mostrem o risco de prejuízo de recursos públicos antes do final do processo.

A iniciativa é resultado da Força-tarefa Covid-19 do MPC-MT, coordenada pelo procurador-geral de Contas Alisson Carvalho de Alencar. “Nosso objetivo principal é sugerir aprimoramentos aos gestores para que eles possam promover o atendimento à saúde com o máximo de eficácia na utilização dos recursos públicos. No entanto, nossa equipe está monitorando centenas de aquisições e atos para que os praticantes de eventuais desvios sejam responsabilizados”, concluiu.

 Por meio de nota, a  Prefeitura de Rondonópolis esclarece que ainda não foi notificada. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • APOLINARIO GENTIL USKNOV | Quarta-Feira, 06 de Maio de 2020, 10h24
    0
    0

    APOLINARIO GENTIL USKNOV, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Ovo | Terça-Feira, 05 de Maio de 2020, 23h38
    6
    0

    Fizeram merda! Agora têm q limpar.

  • Joaquim Silva | Terça-Feira, 05 de Maio de 2020, 19h37
    7
    0

    Não sei que marca é essa, 12 rolos por 20 pila. Quem faz compra em supermercado sabe que isso está errado. A única hipótese aceitável desse valor seria comprar o dito papel em uma padaria de bairro, e de qualidade sabe-se lá qual, o que não é o caso da prefeitura que comprou no atacado teria um magnífico desconto por isso. Digite no google "papel higiênico folha dupla 12" e comprove isso, valores muuuuuuuuuito abaixo da prefeitura. Ou então, tentando ser compreensível a gestora municipal, "tiveram azar" na hora da cotação. Claro.

3 fortes para prefeito de Rondonópolis

ze do patio 400 curtinha   Apesar da "inflação" de prefeitáveis em Rondonópolis, com quase 10 se colocando como virtuais candidatos a prefeito, a disputa deve ficar acirrada mesmo entre três. Um deles é Zé do Pátio (foto), do Solidariedade. Vai tentar o terceiro mandato não consecutivo e...

Ex-deputada vai à vereadora em VG

zilda pereira 400 curtinha   A ex-deputada estadual Zilda Pereira Leite (foto) permaneceu pouco tempo na base dos Campos em Várzea Grande. Chateada por não ter sido renomeada como secretária de Educação, de cuja pasta havia se afastado por problemas de saúde, Zilda se filiou ao PSB, do pré-candidato...

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.