100 DIAS PARA COPA

Terça-Feira, 04 de Março de 2014, 06h:50 | Atualizado: 04/03/2014, 07h:16

Federação admite limitações e diz se preparar para evitar elefante branco

Luiz Alves

Carlos Orione

Presidente da Federação Mato-Grossense de Futebol, Carlos Orione, reconhece dificuldades em fomentar esporte no Estado e diz que busca novas alternativas

A Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), apesar de estar otimista quanto a Arena Pantanal, estádio que depois de pronto terá capacidade para 43 mil torcedores, reconhece ter limitações para contribuir com o fomento ao esporte em Mato Grosso pós-Copa. Recentemente, uma série de “turbulências” vem comprometendo o trabalho da entidade, que poderia aproveitar o fato do maior evento esportivo estar na Capital para implementar melhorias.

O próprio presidente da FMF, Carlos Orione, que está há 38 anos à frente da entidade, pediu licença de suas funções em janeiro para tratar da saúde e tirar férias. O afastamento, no entanto, conforme informações dos bastidores, seria para esperar “a poeira abaixar”, já que os presidentes do Cuiabá, Cacerense, Luverdense, Mato Grosso, Mixto e União assinaram um ofício em conjunto contra ele.

No documento, encaminhado à Federação, os clubes pediam mais transparência aos gestores da FMF. Entre as reivindicações estão o pedido para ter acesso aos contratos com a empresa Chevrolet que patrocina o campeonato mato-grossense. Além disso, os times também desejam saber como são listadas as despesas com arbitragem, premiações e quais medidas foram adotadas quanto à verba prevista em lei que deveria ser paga pelo governo do Estado.

Carlos Chinaglia

futebol em MT- dados

Público pagante nos estádios de MT é muito pequeno. Federação quer aumentar

Orione, por sua vez, sustenta que o momento é de programação e de pensar em alternativas para o futebol mato-grossense pós-Copa. “Primeiro que o Brasil vai ser campeão no mundial. A expectativa é muito grande. Apesar das nossas limitações, não vai faltar esforço por parte da Federação para melhorar o futebol no Estado depois da Copa”, afirma, sem mencionar o que será feito na prática.

Antes de ser demolido para dar espaço à Arena Pantanal, o antigo estádio Verdão chegava a abrigar de 10 a 15 mil pessoas em cada edição do campeonato mato-grossense. Por conta das obras, os clubes foram obrigados a jogar no Presidente Dutra, o Dutrinha.

Para o presidente da FMF, as condições do estádio substituto foram responsáveis pela redução do público amante de futebol. “É obsoleto. A Arena vai trazer mais segurança ao torcedor”, argumenta.

.

buracos estradas

Hoje o Dutrinha é única opção para times na Capital

A soma geral de todos os pagantes do mato-grossense de 2013 é de 44.926 pessoas. Foram 78 partidas durante todo o ano passado no estadual. Apenas juntando os torcedores de todos os jogos daria para lotar a Arena Pantanal.

Segundo dados da Federação Mato-grossense, somente em janeiro de 2014, no início do campeonato estadual, um total de menos de cinco mil pessoas assistiram aos jogos nos diversos estádios do Estado. A média foi de cerca de 400 pessoas por partida no primeiro mês do ano.

Cuiabá Arsenal   

Mesmo que até o momento não tenha sido divulgado nenhum resultado, a Secopa informou, no início de 2014, que contratou uma consultoria para realizar um estudo que indicasse iniciativas para Arena Pantanal não depender apenas do futebol para continuar ativa. Os amantes do futebol americano, contudo, já dão uma alternativa para o problema: o Cuiabá Arsenal.

O presidente do time, Orlando Ferreira Junior, pondera que a expectativa de conseguir jogar no estádio da Copa existe nos jogadores, mas é diferente da responsabilidade de “levá-la nas costas”. 

Bruno Antunes

orlando ferreira junior

Orlando Ferreira Júnior, presidente do Arsenal Cuiabá

Junior afirma que o aumento no número de pessoas que são fãs dos campeonatos de futebol americano nos últimos anos se deve ao intenso trabalho de divulgação que é feito por meio das redes sociais e de ações atrativas para o público. 

Um exemplo foi o vídeo divulgado em 2013, onde os jogadores uniformizados aparecem dançando a coreografia da cantora Anitta, “Show das Poderosas”. A gravação divulgada na internet ganhou repercussão nacional. “Acho importante destacar que a Arena é multiuso. Não será só utilizada para o esporte, mas também para eventos. Nós vemos o local como uma nova opção de entretenimento, mas queremos fazer partidas, com certeza”.

De acordo com a pesquisa de público realizada anualmente pela Confederação Brasileira de Futebol Americano, entre todas as equipes brasileiras, o Cuiabá Arsenal é o clube que reuniu o maior número de torcedores nos estádios em que jogou em 2013.

Além disso, o clube mato-grossense obteve a maior torcida nas quatro edições da pesquisa feitas até hoje em todo o país. Apesar disso, o número ainda é pequeno em relação ao tamanho da Arena Pantanal, ficando em torno de 2 mil pessoas em todo o campeonato.

Assim, a tendência, é que seja feito um grande esforço por parte dos times de futebol, Prefeitura de Cuiabá e governo para atrair mais público para o estádio e evitar que o local não se transforme num elefante branco.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

Empolgado e já morando em VG

emanuelzinho 400   O deputado federal Emanuelzinho (foto), do PTB, está tão empolgado com a possibilidade de concorrer a prefeito de Várzea Grande que não só transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para o município vizinho, ainda no ano passado, como também alugou um apartamento...

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.