MANSO, UM OÁSIS NO CERRADO

Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018, 10h:43 | Atualizado: 19/07/2018, 23h:20

RD EXCLUSIVO

Especial traz nesta 6ª paraíso escondido em Manso, um oásis no meio do cerrado

Equipe RDnews Manso

 Motorista Paulo César Leite, fotógrafo Rodinei Crescêncio e a repórter Eduarda Fernandes - equipe do Rdnews conferindo de perto o paraíso de Manso 

Rodinei Crescêncio

Manso

 Manso é um universo a ser desvendado por turistas de Mato Grosso e de fora do Estado

Em duas décadas, o que antes era uma pacata comunidade rural, se transformou em um oásis do turismo de alto padrão, no cerrado de Mato Grosso. A paisagem é paradisíaca, com mansões milionárias dispostas às margens de um vasto lago, bom para tomar banho e andar de lancha ou outros veículos aquáticos, como jet ski. Algumas das mansões são flutuantes. No local, há restaurantes, resorts, marinas, ilhas, pousadas e condomínios.

A reportagem do foi a Manso, conhecer de perto este paraíso tão próximo da Capital mato-grossense, mas que também atrai gente de longe, do interior do Estado e de vários pontos do país, inclusive para pescar.

É um lugar incrível, mas teve um passado triste para centenas de famílias

Eduarda Fernandes

 

Além do universo luxuoso que impressiona, Manso também é frequentado por turistas de classe média. 

 

Manso

 Eduarda, Rodinei e Paulo na Usina

A repórter Eduarda Fernandes apurou e o fotógrafo Rodinei Crescêncio registrou. São mais de 900 fotos e vídeos. O resultado deste trabalho especial poderá ser conferido na série de reportagens RD Exclusivo - Manso, um oásis no cerrado, que será postada nesta sexta (20) e atualizada no sábado (21) e domingo (22). 

Saiba o preço do casario de milionários, quem são os donos das mansões mais bonitas e caras, quais os passeios disponíveis, confira preços, como se dá o acesso a Manso e mergulhe neste paraíso.

Relembre também um pouco da história, que começa com a desapropriação de pequenos lavradores, expulsos da terra, para construção da Usina de Manso, por Furnas, que atualmente produz quantidade ínfima de energia.

"Hoje é um lugar incrível, mas teve um passado triste para centenas de famílias", comenta a repórter Eduarda.

Manso

Equipe do RD Exclusivo registra muro de arrimo da lagoa, no pátio da usina. Desafio é contar história do lugar que já foi habitado por comunidades rurais

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Andre | Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018, 23h34
    3
    0

    Os peixes acabaram pra cima da usina.... a foz desses rios estão associados.... os rios manso, Roncador, Rio da casca e jangada estão mortos pra cima do lago....sem peixes.... E eram o `` berçário`` dos peixes do Cuiabá e pantanal....

  • Valdomiro Antunes | Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018, 14h36
    11
    2

    Helio você seria feliz se fosse obrigado a deixar sua casa, o lugar onde cresceu e passou sua vida toda e saber que nada mais dali vai existir e vai ficar embaixo dágua? Podem até ter sido indenizados e estar melhor hoje que antes, mas não dá pra chamar de feliz o que viveram. Você acompanhou os acampamentos? Viu as terras para onde foram? Levaram anos pra receber o dinheiro de Furnas e você acha que isso é feliz?

  • Paulo | Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018, 14h03
    16
    0

    Poderiam abordar o tema que esta usina não possui o sistema de transposição de peixes. Grande perda para a natureza.

  • Zenildo Lopes | Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018, 13h26
    7
    0

    O Vigilante, se liga essa parte aí é dentro da usina, não é na rodovia

  • O Vigilante | Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018, 12h47
    5
    5

    Já começaram mal, parando o carro na contra-mão de uma rodovia cheia de curvas, nas proximidades da Usina...

  • Helio | Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018, 11h57
    8
    7

    Srs É bom que se sejam ouvidos os técnicos que trabalharam na construção de Manso e que tem informações importantes sobre as familias que lá residiam antes do lago. Estas informações não correspondem ao citado no texto como "passado triste". As pessoas foram tratadas com dignidade e as condições de vida delas não pioraram como cita o texto. Não façam uma reportagem pela metade. Ouçam todas as partes

Matéria(s) relacionada(s):

Confira também:

INíCIO
ANTERIOR
1 de 1
PRÓXIMA
ÚLTIMA

Posse 2 dias antes do possível retorno

maluf 400 curtinha   Guilherme Maluf (foto), que nem esquentou direito a cadeira de conselheiro, vai tomar posse na presidência do TCE-MT dois dias antes do STJ julgar um recurso que tende a suspender as medidas cautelares e definir pelo retorno ao Pleno dos cinco conselheiros afastados há dois anos. A solenidade acontece no...

Alerta sobre hanseníase nos presídios

alexandre bustamante curtinha 400   Duas secretarias do TCE ingressaram com representação contra duas secretarias de Estado. As de Controle Externo de Educação e Segurança Pública e de Saúde e Meio Ambiente acionaram no próprio Tribunal as pastas de Segurança Pública,...

Reunião pra complô desmoraliza Abílio

abilio 400 curtinha   A considerar as imagens de circuito interno de vídeo do hospital privado São Benedito, exibidas nesta quinta, durante sessão na Câmara de Cuiabá, a situação de Abílio Brunini (foto) se complica mais ainda. Investigado pela Comissão de Ética por reincidentes...

Contra mudar multas do Fundecontas

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro (foto) vetou a inclusão de um dispositivo no artigo 2º da lei de 2005 que criou o Fundo de Reaparelhamento e Modernização do TCE. Essa alteração foi aprovada pela Assembleia na sessão de 29 de outubro e, na prática, iria retirar e dar outro...

Ex-deputado quer comandar Chapada

roberto nunes 400   O ex-deputado Roberto Nunes (foto), que recebe dois vencimentos da Assembleia, um como aposentado e outro como beneficiário do extinto FAP, somando mais de R$ 30 mil mensais, está se articulando para encarar mesmo a disputa pela Prefeitura de Chapada dos Guimarães. Transferiu para lá o...

Contra regular as redes a magistrados

thiago amam 400 curtinha   O presidente da Associação Mato-Grossense de Magistrados, juiz Tiago Abreu (foto), vê com preocupação a proposta de resolução do CNJ que estabelece parâmetros quanto à utilização das redes sociais por magistrados. Enfatiza que a Amam...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.