PANTANAL ESQUECIDO

Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 00h:09 | Atualizado: 14/02/2014, 07h:20

Para presidente de associação, MS vai "roubar" turista que vem à Copa


Enviada Especial a Poconé

Rodinei Crescêncio/Rdnews

Michelle Associação

Michelle Gahyva, que preside a Associação de Pousadas, Hotéis e Restaurantes de MT lamenta que, no embalo da Copa, turistas serão redirecionados para MS

A presidente da Associação de Pousadas, Hotéis e Restaurantes, Michelle Gahyva, se mostra preocupada com o destino dos turistas que virão a Mato Grosso para assistir aos jogos da Copa do Mundo, em junho, na Arena Pantanal, em Cuiabá, envolvendo as seleções da Austrália, Colômbia, Bósnia, Rússia, Nigéria, Chile, Coréia do Sul e Japão. Segundo ela, a desarticulação do setor, aliada a falta de investimentos da gestão pública, devem favorecer o Estado vizinho, que se programa para levar os visitantes de Cuiabá e para Campo Grande a preços bastante atrativos. “Sentimos que não vai ficar nada para a gente”, lamenta.

Segundo ela, os agentes de viagem firmaram acordos com as empresas aéreas para que a passagem de Cuiabá a Campo Grande seja de R$ 50 durante os jogos do Mundial. “Vem buscar o turista que vem assistir o jogo aqui”. Ela avalia que a situação é resultado da união das cadeias produtivas e da gestão pública. “Porque aqui todo mundo corre atrás do seu e não faz algo englobado. Se a gente não arregaçar as mangas não é a prefeitura ou o governo que vai arregaçar para a gente”.

De todo modo, Michelle pondera que a situação seria mais fácil se a gestão pública colaborasse por meio, por exemplo, da limpeza e recuperação da Transpantaneira. “Sema não autoriza limpar, então, porque a secretaria estadual de Turismo não faz uma parceria com a Sema”, reclama. O secretário estadual de Turismo Jairo Pradela, por sua vez, contesta a informação e garante que os turistas vão ficar em Mato Grosso. “Isso não passa de especulação. O que existe é uma rixa entre os Estados, mas Mato Grosso do Sul não tem condições de fazer uma coisa dessas”.

O diretor da Pousada Piuval Eduardo Mattos Eubank de Campos reforça as reclamações de Michelle. Ele avalia que hoje o principal gargalo do turismo no Pantanal é a falta de logística adequada, que acaba promovendo o chamado “marketing negativo”. "Se a pessoa vem, tira uma foto numa ponte, com o carro dele caído, faz a propaganda negativa e as pessoas não vem mesmo. Preferem ir para Chapada, onde tem um acesso mais tranquilo".

Ele, assim como a presidente, cobra mais apoio das gestões municipal e estadual no sentido de organizar o setor e dar apoio aos empresários, por meio da melhora, por exemplo da Transpantaneira. “A cidade está feia, não tem praça e a cidade parece fantasma”, reclama. Em seguida, diz que a gestão Silval Barbosa (PMDB), diferentemente do ex-governador Blairo Maggi (PR), que conservava mais as estradas e pontes, não faz nada para o setor. Lembra, por exemplo, que a Copa foi lançada há 4 anos e apenas agora vão começar a recuperar a MT-060, que dá acesso a Poconé. "Só promessa, promessa e nada veio para cá”. Ainda conforme Eduardo, o volume de participação de MT nas feiras, onde o nome do Estado é divulgado, também reduziu na administração Silval.

Michelle lembra que o último grande investimento no setor foi feito por Blairo, por meio de uma parceria com o Sesc Pantanal, quando foi pavimentada a Estrada Parque Porto Cercado. “Todo aniversário da cidade tem lançamento de obra, mas só lança. Depois do anúncio da Copa, achamos que ia trazer benefícios, mas não teve. Tivemos uma frustração".

Para a presidente, o atendimento ao turista também é deficitário, tendo em vista que o Centro de Atendimento ao Turista fecha na hora do almoço, aos sábados e também aos domingos. Assim, apenas o Espaço do Turista, mantido pelos empresários, tem feito este papel. Ela reclama que até agora não teve apoio da prefeitura, que prometeu pavimentar a rua que dá acesso ao local. “Não há amparo do poder público local e o estadual”.

Voucher Único

Fotos: Rodinei Crescêncio/Rdnews

Eduardo Matos Pousada Piuval

Empresário Eduardo Mattos Eubank, da pousada Piuval, afirma que maior gargalo do turismo no Pantanal é a falta de logística, o que promove marketing negativo

A exemplo de Chapada dos Guimarães, os empresários de Poconé defendem a implementação do Voucher Único. Em Poconé, o projeto está “engavetado” desde 2002, conforme Michely. Ela reclama que por meio do mecanismo seria possível assegurar recursos para investir no setor, em saúde e educação, além de ter um maior controle sobre o número de turistas que visitam a região. Defende que a taxa seja de R$ 2 reais. Argumenta que Nobres, que começou a investir no setor agora, já tem o Voucher. “Turismo não é bem visto tanto pela população, quanto pelos seguimentos políticos”. Conforme Eduardo, que é do Conselho, a expectativa é de que a ferramenta seja implementada ainda neste ano. Ele defende a proposta porque hoje o turismo praticamente não gera renda para prefeitura investir também no setor. "Além de angariar fundos, eu acho que vai ter mais preservação, controle e segurança, vai ter mais turismo. Porque hoje não é uma cidade turística".

O secretário Turismo Jairo Pradela rebate as críticas dos empresários e garante que o Estado está fazendo a lição de casa, mas que é preciso que a população e os empresários também colaborem. “A iniciativa privada tem que esforçar. Ela não pode parar. É dessa contrapartida que precisamos”, frisa.

Segundo ele, entre os projetos dos governos estadual e municipal estão a revitalização da MT-060, da avenida Anibal de Toledo, sinalização turística, recuperação da Transpantaneira, a construção de uma arena para a cavalhada, a revitalização do Tanque da Rua, também conhecido como Recanto da Ressaca – ponto histórico que existe há 200 anos, quando fazendeiros vinham descansar no local. No caso dos dois últimos, os projetos são elaborados pela AMM e depois serão licitados. 

O secretário cita ainda o fato da ex-secretária de Turismo e deputada Teté Bezerra ter destinado R$ 235 mil para a conclusão da nova sede do Centro de Atendimento ao Turista, obra hoje parada em meio a um matagal e que deve ser retomada neste primeiro semestre. Além disso, Pradela pontua que, numa parceria com a prefeitura, está sendo feita a catalogação de todos os pontos turísticos da cidade. “Mas, a comunidade também tem que estar integrada e saber que tem que receber bem o visitante”.

Fotos: Rodinei Crescêncio/Rdnews

Michelle associação

Michelle Gahyva reclama da falta de investimentos do poder público e enfatiza que o governo Blairo investia em infraestrutura turística, diferente da gestão Silval

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Igor Gasparetour | Sábado, 08 de Fevereiro de 2014, 16h01
    1
    0

    Indiferente se são proprietários ou não das POUSADAS/FAZENDAS quem sai perdendo somos nós de Mato Grosso com a falta de infraestrutura o turista vem só uma vez e ainda faz propaganda negativa pois a Transpantaneira está com as pontes caindo, é lástimável, até o Portal deveria ser tudo asfalto desde de 2006 colocaram uma placa que ia começar o trabalho e até hoje nada.

  • jose roberto | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 15h50
    2
    0

    Tava na cara que não iriam fazer nada, só troca de secretário de turismo que não fez nada, acorda mato grosso, esses políticos não prestam!só se interessam pela população quando está perto das eleições, depois, f o d a s s e !

  • Emerson | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 13h03
    2
    0

    Vai roubar os turistas NÃO, já roubou, pois estão vendendo o pacote: Venha para a Copa do Pantanal, assista o jogo na Arena Pantanal e conheça o Pantanal visitando BONITO. E, a Secretaria de Turismo de MT ainda não acordou .....

  • Jair Albuquerque | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 12h02
    0
    0

    Esses empresários do turismo ficam só esperando o poder público, vamos trabalhar, fazer alguma coisa, só querem ganhar.

  • Gean | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 10h21
    4
    1

    O mais engraçado disso tudo, é além de um Governo que nos preocupa e muito, pois é devagar em tudo e sem prazo para nada, dizer que em Fev/14 vai fazer algo, a menos de 4 meses para a Copa, muita incompetência, em vez de sabermos aproveitar que somos a sede da Copa, não, vamos deixar escapar este momento por falta de infra estrutura. E nos dizeres desta senhora presidente da Associação de Pousadas, Hotéis e Restaurantes, Michelle Gahyva, que os turistas podem ir para o estado vizinho por melhores condições, o estado realmente tem de fazer a parte dele, e os hotéis, restaurantes, bares, que cobram horrores, querem o quê?? Que o turista fique pagando isso, e sinta feliz?? Ou que aprendam a dar valores razoáveis e sustentar para sempre a cadeia do turismo frequente, ou acha que um turista surrupiado por valores agressivos, vai voltar algum dia?? Façam o trabalho de casa, também!!!

  • Robert Moreira | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 08h26
    2
    1

    É lamentável mesmo essa situação de Poconé e outras cidades do Pantanal. Acho que os hotéis desses locais deveriam se reunir com o segmento na capital e buscar a prefeitura de Cuiabá para parcerias (cooperação técnica), pois a prefeitura dispõe de um planejamento melhor que o próprio governo do estado de Mato Grosso. Uma lástima essa gestão PMDB-PT Silval.

  • CLAUDIANO ALMEIDA | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 01h28
    4
    0

    Governador , Olhar para o FUTURO É Valorizando , Os Pantaneiros e Donos de Pousadas e Hoteis ao longo da estrada Transpantaneira, essa qual depende de melhor atenção de Vossa Exelencia e mas agora Na Copa do Mundo que na QUAL LEVA O NOME DE (COPA DO PANTANAL ) E NOSSA QUERIDA CIDADE , POCONÉ SE ENCONTRA ESQUECIDA , MAS DE SERES HUMANOS MARAVILHOSOS E DE ESTREMO VALOR , ENTÃO SENHOR GOVERNADOR SILVAL BARBOSA , DE UMA ATENÇÃO MELHOR A NOSSA RIQUEZA MUNDIAL K É O PANTANAL, e essa Rodovia é estadual , um forte Abraço e aguardamos melhorias em nossa Cidade POCONÉ, PORTA DO PANTANAL MATOGROSSENSE .

Padrinho político de Fabio a prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Após se reunir com o governador Mauro Mendes (foto) na sexta (14), o suplente de senador Fabio Garcia, presidente regional do DEM, deve oficializar sua pré-candidatura à Prefeitura de Cuiabá. Fabinho quer discutir com Mauro, que é seu padrinho político, o arco de aliança e...

4 ex-prefeitos se juntam em Chapada

gilberto mello 400 curtinha   Considerado nome mais forte da oposição, Gilberto Mello (foto), do PL, lançou sua pré-candidatura à sucessão em Chapada dos Guimarães com apoio de nada menos que três ex-prefeitos, fora ele próprio, que administrou o município entre 2005 e 2008....

Contrato em VG sob irregularidades

jaqueline jacobsen curtinha 400   O TCE mandou a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, suspender qualquer pagamento à empresa Lidyfarma Comércio de Produtos Farmacêuticos referente a um contrato sem licitação para compra de 50 mil comprimidos de Azitromincina 500 mg para combate ao coronavírus....

Fabio deve mesmo tentar prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   O DEM do governador Mauro aposta todas as fichas na candidatura do empresário Fábio Garcia (foto) a prefeito de Cuiabá. Até sexta ele deve responder "sim" ao partido. Fabinho, como é conhecido, é um dos integrantes do núcleo de confiança do governador. Inclusive foi...

No marketing de Pivetta para Senado

bruno bini 400 curtinha   O cineasta e publicitário Bruno Bini (foto) deve comandar o marketing da campanha ao Senado do vice-governador Otaviano Pivetta. As negociações estão praticamente fechadas. Antes da pandemia, em fevereiro, Pivetta estava em negociação com Antero de Barros. A última campanha...

Jogada de vereador pra conseguir vice

thiago muniz 400 curtinha   O vereador de 2º mandato Thiago Muniz (foto), primo do ex-prefeito Percival, resolveu se lançar pré-candidato a prefeito de Rondonópolis pelo DEM como estratégia para manter o nome nas discussões majoritárias e na esperança de ser convidado para vice de alguém....

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.