PANTANAL ESQUECIDO

Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 00h:02 | Atualizado: 07/02/2014, 01h:28

OPINIÃO

Poconé é cidade de encantos

Jackelyne Pontes artigo Poconé

Jackelyne Pontes

No centro-sul mato-grossense, dando boas-vindas a quem vai visitar o Pantanal, e guardando a entrada da Transpantaneira podemos respirar ares bucólicos, sentar-nos nas calçadas no final da tarde, deliciar-nos com os quitutes das festas de santo, fazer um passeio na pracinha e tomar um sorvete após a missa das 19 horas. Se ainda tivermos sorte podemos nos deparar com um ensaio a céu aberto dos Mascarados de Poconé, grupo de dança e música formados apenas por homens que com as suas máscaras e vestes coloridas, em um ritmo alucinado de uma melodia que mescla influências europeias, indígenas e negras encantam e hipnotizam que assiste.

Aliás os Mascarados foi o que mais me encantou nos três ótimos anos que morei a trabalho na Cidade Rosa. Foi amor à primeira vista. O colorido, as máscaras, os dançarinos, o movimento das roupas, as coreografias, os chapéus com plumas e o mistério sobre a identidade dos seus componentes tem expressão fortíssima, e me comove a cada vez que os assisto. O interessante é que em nenhuma parte do Brasil esta dança tem seguidores, e a sua origem também é desconhecida. Os mais antigos dizem que ela teve origem com os índios da etnia Beripoconé, que habitavam a região. De uma coisa eu tenho certeza: é lindo e sobretudo instigante.

Em junho, anualmente, a cidade que é o Portal do Pantanal se veste de azul e vermelho: é a Cavalhada. Aos cerca de 30 mil habitantes somam-se mais 10 mil para contemplar esta festividade que tem a sua origem em Portugal e que conta a história do combate dos exércitos Mouro e Cristão, com ares medievais e montados em cavalos pantaneiros, que envolve a disputa da rainha, queima do castelo e provas variadas. É emocionante e belo. Trata-se de cultura popular em seu mais orgânico significado. As famílias poconeanas se envolvem de maneira visceral, seja com os seus cavaleiros ou na escolha da rainha. É uma tradição. Se eu fechar os olhos consigo ouvir neste exato momento o som dos guizos, o trote dos cavalos e o repique da caixa, que é o instrumento usado pelos participantes para marcar os movimentos dos participantes.

E o que dizer dos passeios de chalana, dos pássaros no ninhal, dos jacarés com seus olhares misteriosos, da cheia e vazante dos rios, das cavalgadas, das revoadas de araras azuis, das vitírias régias e camalotes, e do encanto da onça pintada? Tudo lindo, experiência incrível, acessível a quem quiser fazer um turismo ecológico e conhecer de perto os encantos da nossa terra.

Apesar da falta de infraestrutura, de enfrentar problemas como todas as cidades interioranas do Estado, o bem mais precioso deste município localizado a 94 km de Cuiabá é com certeza o seu povo. Acolhedor e de boa conversa, qualquer um sente-se em casa. Feliz daquele que pode ao menos uma vez na vida ser recebido por uma família tipicamente poconeana para um refeição em um dos casarões antigos que fazem parte da arquitetura da cidade. Sou grata a Poconé pela hospitalidade, e sei que serei eternamente abençoada por São Benedito e Divino Espírito Santo, protetores deste tão rico pedaço de chão. Só quem conhece e vivencia a rotina da cidade sabe da pujança da cultura e das tradições e, apesar de ser Rosariense, posso dizer com convicção que o meu coração também é poconeano, meu coração é rosa.

Jackelyne Pontes é cirurgiã-dentista e colunista do Blog do Romilson com artigo publicado todo domingo - jackelynepontes@gmail.com

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • osmir | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 20h56
    0
    1

    Poconé,cidade de encantos?Essa moça precisa urgentemente viajar para conhecer outros lugares.Totalmente sem noção.Poconé é feia, suja e mal-cuidada!

  • Mario Marcio | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 18h03
    3
    0

    Poconé é cidade de encantos dos buraco...vamos trabalhar prefeita

  • Mario Marcio | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 18h00
    3
    0

    cheio de buraco a cidade...essa prefeita não tem feito nada pela cidade

  • Luiz | Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2014, 14h56
    3
    0

    Parabéns! Voçê com muita objetividade e emoção, fez um relato importantíssimo neste artigo, mostrando ao povo brasileiro que existe dentro de mato grosso, mas precisamente na porta de entrada do pantanal, um município, que tem como maior patrimônio, alem das suas riquezas culturais a hospitalidade do cidadão poconeano.

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

Neurilan critica Pivetta e faz campanha

otaviano pivetta 400 curtinha   Em discurso em Tangará da Serra, num evento promovido pela AMM que serviu de palanque eleitoral, Neurilan Fraga disparou críticas ao vice-governador Pivetta (foto), que também pretende concorrer ao Senado. Disse que Pivetta não aceita nem discutir o valor repassado hoje aos...

Evento da AMM para pré-candidatura

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto), que aproveita o trunfo de presidente da AMM para tentar projeção política, insiste na pré-candidatura ao Senado, mesmo com a filiação oficial ao PL fora do prazo exigido pela legislação, o que ensejará no indeferimento do registro. E...

Selma, carreata e "ciúmes políticos"

selma arruda 400 curtinha   Quem vê Selma Arruda (foto), senadora cassada por crimes eleitorais, e o ex-senador e federal José Medeiros afinados no Podemos, nem imagina que no pleito de 2018 ela optou por distanciá-lo motivada simplesmente por "ciúmes políticos". Selma carregava o slogan de "Senadora de Bolsonaro"....

Reunião pra debater viabilidade do VLT

wellington 400 curtinha   Após participar de uma reunião na Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, o senador Wellington (foto) revelou que no próxmo dia 10 vai ser realizado encontro com o secretário José Carlos Medalia e com integrantes do Governo de MT para discutir a viabilidade do VLT, cujas obras...

Estado reduz número de homicídios

alexandre bustamante curtinha 400   O secretário Alexandre Bustamante (foto), de Segurança Pública, está comemorando a redução do número de crimes em MT.  O Estado fechou 2019 com a menor taxa de homicídios dos últimos 10 anos. Nos 12 meses do ano passado foram contabilizados...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.