Cidades

Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 08h:01 | Atualizado: 01/10/2020, 15h:05

OVEPRICED

Secretário de Saúde é afastado por compra superfaturada de Ivermectina

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) deflagraram uma operação, na manhã desta quinta (30). São cumpridos mandados de busca e apreensão na Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá (SMS) e na casa do secretário Luiz Antônio Possas de Carvalho. Ele foi afastado do cargo por decisão da 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

Assessoria

Luiz Ant�nio Possas de Carvalho

O secretário Luiz Antônio Possas de Carvalho foi afastado do cargo por decisão judicial

A operação foi batizada de Overpriced. As ordens judiciais foram determinadas pela juíza Ana Cristina Silva.

A Deccor recebeu uma denúncia e realizou diligências com o apoio da Força-Tarefa formada entre Ministério Público Estadual (MPE), Polícia Civil e Controladoria Geral do Estado (CGE), criada para acompanhar eventuais desvios ocorridos em licitações relacionadas à pandemia da Covid-19. O grupo identificou elevado sobrepreço na aquisição do medicamento Ivermectina.

De acordo com as investigações, entre os medicamentos listados na dispensa de licitação, encontra-se o item Ivermectina 6MG-Comprimido com preço unitário de R$ 11,90. A própria SMS já havia adquirido, no mesmo período, o medicamento por valor muito inferior: R$ 2,59. A diferença calculada é de R$ 9,31, por unidade do produto, sendo detectado o sobrepreço superior a casa dos 400%.

Diante dos fatos, a coordenadoria da força-tarefa detalhou o evidente sobrepreço do medicamento, cuja aquisição se deu no processo de dispensa de licitação termo de referência n.º 104/2020/DSL/SMS.

A análise partiu do comparativo com outras prefeituras de Mato Grosso em relação à aquisição do mesmo medicamento e a constatação de que o preço médio do produto ficou em torno de R$ 2,32, enquanto a cotação da Prefeitura de Cuiabá, na dispensa questionada, ficou no valor de R$ 11,90.

Com tais informações, foi identificado um sobrepreço total de R$ 715 mil, sendo representado pelo bloqueio de bens dos investigados, até citado valor. Com a coleta do material, a investigação será aprofundada, objetivando a devida conclusão. A ação contou ainda com o apoio da Polícia Civil do Paraná.

Veja nota da prefeitura:

- A Prefeitura de Cuiabá reforça que irá colaborar com todas as informações necessárias para esclarecimentos dos fatos.

- Destaca que tem sempre prezado pela transparência nos investimentos públicos, criando inclusive um portal específico para abrigar as informações relacionadas aos gastos emergenciais com a pandemia da Covid-19.

- No portal é possível observar na íntegra a descrição de cada contrato firmado e valores aplicados no combate ao coronavírus.

- Além disso, todos os investimentos são acompanhados de forma online e em tempo real pelo Ministério Público do Estado (MPE), por meio de um acordo firmado entre as instituições.

- O prefeito Emanuel Pinheiro reafirma sua confiança no trabalho da Justiça, bem como no gestor da Secretaria de Saúde.

- Informa também que o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Possas de Carvalho, pediu exoneração do cargo, a fim de contribuir para o bom andamento das investigações.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • joana | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 12h25
    3
    1

    Marcos Paulo.... e as vendidas por de baixo do pano sem nota fiscal quase 100,00 né?

  • Dr. Vinicius | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 11h17
    9
    2

    Pelo amor de Deus não votem em Emanuel ou Roberto França

  • Dra Cinara B. O. KATTY | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 09h27
    9
    6

    Pelo amor de Deus não votem em Emanuel ou Roberto França. Devemos dar chance de quem NUNCA foi político. Vou orar e jejuar.

  • Marcos Paulo | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 08h38
    6
    14

    Tá de brincadeira, só pode! IVERMECTINA a 2,59 quero ver! Faço uso há muitos anos e nunca encontrei por esse preço. Agora, na pandemia, está acima de 50,00 nas drogarias, caixa com 4 comprimidos. Afaste o secretário por outros motivos e não esse alegado.

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...

4 com as maiores chances ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   Todos os principais candidatos ao Senado, na suplementar de 15 de novembro, para eleger quem ocupará a cadeira da cassada Selma Arruda, estão trabalhando com tracking eleitoral, metodologia que consiste, basicamente, em realizar pesquisas de intenção de voto por telefone de forma...

Polarização entre Gustavo e os Maia

gustavo mello 400 curtinha   Em Alto Araguaia, três disputam a prefeitura, mas a briga eleitoral está mesmo polarizada entre o prefeito Gustavo Melo (foto), do PSB, e Martha Maia (PP), irmã do ex-prefeito por quatro vezes Maia Neto. Júnior da Farmácia (PSL) corre por fora, mas sem chance de êxito nas urnas....