Arte e Cultura

Sexta-Feira, 20 de Janeiro de 2017, 08h:01 | Atualizado: 22/01/2017, 07h:54

Artistas de Cuiabá "rejeitam" escolha de secretário da Cultura de Emanuel

A escolha do novo secretário de Cultura de Cuiabá, Renato Anselmo (PRP), não foi bem recebida pela classe artística da Capital. O anúncio do nome dele por agentes culturais, operadores da cultura e especialmente os artistas, foi vista e classificada como “lamentável”, “temeroso”, “politicagem” e “retrocesso”.

Diversas manifestações foram percebidas em mídias sociais e em entrevistas ao , a maioria sob garantia de anonimato, mas pelo menos duas com um sonoro “autorizo sim a colocar meu nome”.

Reprodução

renato_anselmo.jpg

Secretário de Cultura de Cuiabá, Renato Anselmo, prefere não se manifestar sobre suposta "rejeição"

Nos principais reclames é possível perceber o receio sobre como o suplente de vereador – conseguiu a vaga nas eleições do ano passado – vai fazer para direcionar os milhões em recursos previstos para este ano (o valor não foi divulgado) para fomento e manutenção da política cultural nas diversas áreas de propagação de arte e cultura, como literatura, áudiovisual, artes plásticas e patrimônio imaterial. Muitos também lamentaram a saída de um “representante da classe”, o cantor sertanejo Beto Dois a Um (Alberto Machado, seu nome civil), para entrada de um homem de 28 anos que “ninguém conhece” ou tem “serviço prestado à cultura”.

A roteirista, diretora de audiovisual e ativista da cultura local Glória Albués disse que não havia como avaliá-lo. "Porque simplesmente não sei mesmo quem é. Pode escrever isso sim. Eu não tenho como avaliar o atual secretário municipal de Cultura porque simplesmente nunca ouvi falar dele, não sei de onde veio nem por que foi escolhido”.

O mesmo foi dito por um ator, dramaturgo e diretor de teatro que prefere não ser nomeado. “Não conheço, não sei quem ele é, não tenho como falar nada”, disse, mas fazendo a ressalva de que espera “que ele consiga fazer uma boa gestão, procurando cercar-se de um bom corpo técnico, que possa orientá-lo adequadamente. E que seja assessorado por pessoas do metiê”.

Nesta linha, um gestor cultural argumenta sobre as dificuldades inerentes a quem não é da área na hora de entender nuances de projetos específicos para o setor. Para ele, mesmo alguém acostumado à formatação de projetos em outras áreas, “apanha feio” quando se trata de planos culturais. Lembra até que as dificuldades são tantas que o governo estadual e a própria prefeitura costumam fazer workshops, paineis e a manter start-ups específicas para ensinar artistas e outros gestores a como melhor lidar com os projetos. “Há especificidades técnicas difíceis de explicar até mesmo aos artistas”, disse.

Facebook

andre1.jpg

  Assim como outros artistas, o ator André D’Lucca afirma que nunca ouviu falar de Renato Anselmo

O ator, diretor e dramaturgo André D’Lucca também não vê com bons olhos a escolha, deixando claro que não há nada pessoal envolvido, pois ele simplesmente não sabe de quem se trata quando ouve o nome Renato Anselmo. “Eu não tenho a menor ideia de quem seja esse rapaz. Não sei de nada que ele tenha feito em prol da cultura neste município ou neste Estado e ninguém entre os artistas que eu conheço jamais ouviu falar dele. Foi uma escolha política e não baseada em melhorias pra nossa cultura”, disse, por telefone.

Para ele, o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) não pensou na experiência do suplente para a área nem no diálogo com a classe artística ou mesmo se este entenderia de gestão cultural. “Dá a impressão de que caiu de para-quedas no cenário cultural. E estamos cansados de ver essa cadeira da secretaria de Cultura ser usada pra politicagem. O último secretário que tivemos na área era artista, havia diálogo com a classe, havia interesse em ajudar e ele sabia falar a mesma linguagem que a gente”.

Sempre nas palavras e argumentos de André, atualmente a Cultura está sob comando de alguém totalmente alheio ao meio, o que denotaria uma escolha “simplesmente por negociação política. E isso é horrível. Emanuel começa a gestão dele na área cultural dando um tiro no próprio pé, colocando uma pessoa que não tem nada a ver com nossa área”, dispara o ator.

André procura ressaltar a impessoalidade dos argumentos. “Não estou falando que ele vá fazer um trabalho ruim, porém, ele não tem experiência no segmento, pelo menos não que eu saiba. Aliás, gostaria de ver o currículo dele e qual o argumento pra essa escolha, porque pra todo mundo da categoria com quem eu conversei considerou que foi uma escolha totalmente descabida”.

Um dos primeiros a criticar a escolha do novo secretário foi o advogado e escritor Eduardo Mahon. Ele relatou a escolha em sua página no Facebook com ironia, dizendo que a cultura iria ser gerida na gestão de Emanuel Pinheiro por "um ex-motorista da secretaria de Saúde" que passou num "concurso de auxiliar (....) e virou secretário de Cultura de uma cidade de 300 anos. Realmente, o staff [de Emanuel Pinheiro] é político mesmo", escreveu Mahon.

Outro lado

O procurou o secretário Renato Anselmo para falar sobre o assunto, contudo, o mesmo mandou avisar, por meio da assessoria, que “não está dando entrevistas no momento”. A reportagem tentou os contatos por telefone e mídia social, mas a resposta se repetiu: “o secretário não está disponível para falar”.

No currículo divulgado pela mesma comunicação da prefeitura, Anselmo é apresentado como graduado em Turismo e Administração de Empresas e graduando em Direito.

Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • Ataúfo | Domingo, 22 de Janeiro de 2017, 16h29
    0
    0

    Emanuel deveria colocar o nome de alguém com serviços prestados na área, ainda mais que Cuiabá estará completando 300 anos e deve sim ter seus valores culturais prestigiados, se tivesse um pouco de mais responsabilidade deveriam colocar um representante da cultura cuiabana!

  • Juca | Domingo, 22 de Janeiro de 2017, 14h26
    0
    0

    Chupa chupa cheira cheira ! Renato não tem perfil Blz mais os q passaram lá Tbm não tinham

  • Mike | Domingo, 22 de Janeiro de 2017, 11h38
    1
    1

    Grande cultura q tem em Cuiabá kkkkkkk Beto dois a um e cultura ?????? Kkkkk pelo amor de Deus , Cuiabá nunca teve cultura de nda

  • Júpiter | Domingo, 22 de Janeiro de 2017, 11h36
    1
    2

    Esse Beto dois a um é um cantorzinho sem futuro q ficou mamando na gestão Mauro e não aceitou perder a eleição ! Nós vamos tirar todos da gestão Mauro , seu bando de imcompentente e deixem o guri trabalha , bando de invejoso

  • joao | Domingo, 22 de Janeiro de 2017, 09h15
    2
    1

    o mané GOGÓ so começou, daqui a pouco tem os indicados do BEZERRA e do RIVA

  • Fernando | Sábado, 21 de Janeiro de 2017, 13h44
    1
    1

    Bateu descispeiro nesse povo que mamava com o nosso dinheiro. Acabou com o novo secretário da cultura,a classe artística de Cuiabá não são unidas assim tem essas pessoas que criticam falando em nome da classe, fala por si próprio e usa como "classe artística" eu sou músico e nunca tive a oportunidade de trabalhar junto a secretária de cultura por que sempre teve um guarter dentro da secretaria. Renato abre a porta para novos artistas Cuiabá está precisando.

  • Katia Cultura | Sábado, 21 de Janeiro de 2017, 13h35
    2
    1

    Esses tais "artistas" são mesmo uma espécime rara e confusa. Para ocupar a secretaria de saúde não precisa ser médico. Luiz Soares ocupou a pasta, foi um bom gestor; para ser secretário de segurança pública não precisa ser policial e nem ter formação na área; para ocupar a pasta de comunicação não se exige ser jornalista. Agora, para ser secretário de cultura o ´pressuposto é ser da "área", ter trânsito livre no meio e saber falar a linguagem dos artistas. Na verdade, Anselmo esta sendo vitima do preconceito e da discriminação da classe que se acha no direito de indicar o gestor da pasta e controlar as verbas destinadas ao fomento do setor. É muito corporativismo, despudor e pretensão de governar sem ter sido eleito. Ora, cabe ao prefeito escolher seu secretário e o critério prevalente deve ser o dele que foi ungido pelas urnas e será responsabilizado pelos erros e acertos de sua gestão.

  • ANTONIO | Sexta-Feira, 20 de Janeiro de 2017, 17h16
    5
    1

    ACREDITO QUE NEM A CLASSE ELE CHAMOU PRA CONVERSAR NUNCA FEZ UM EVENTO NUNCA FEZ UM TUR EM CUIABA SABE COMO CHAMA ISSO. APADRINHAMENTO DO VEREADOR LILO PINHEIRO PRIMO DO PREFEITO. RDNWES OLHE A PRESTAÇÃO DE CONTAS DESSE CIDADÃO AI TIRE SUAS CONCLUSÃO SERÁ QUE ELE VAI PRESTAR CONTA DO DINHEIRO PUBLICO IGUAL

  • Justino | Sexta-Feira, 20 de Janeiro de 2017, 17h07
    4
    3

    Prefeito de Cuiabá;300 anos!...mais conhecido como "Mané Promessa" nas mais diversas reuniões eleitorais e como também de "familia":acorda,prefeito!O Sr.,vai se "queimar" e não vai ser re-eleito se sair candidato!E ainda mais;colocando um "Zé Mané" desse,na Pasta da Cultura de Cuiabá.Ninguem conhece esse "sujeito" na area cultural!Isso é vergonhoso,prefeito!Éé,...o Sr.,não 'puxou' nem um pouquinho do seu Ilustre Pai,o Deputado:Emamanuel Pinheiro da Silva Primo!

  • RONEI | Sexta-Feira, 20 de Janeiro de 2017, 16h44
    5
    2

    O PREFEITO GOVERNA PRA POPULAÇÃO E NÃO PRA MEIA DUZIA QUE ACHA MANDA NA CULTURA, MANTENHA SUA POSIÇÃO PREFEITO

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

Apresentador de TV luta contra Covid

alexandre mota 400 curtinha   Alexandre Mota (foto), apresentador desde abril do programa de variedades Balanço Geral, da TV Vila Real de Cuiabá (Record), está internado na UTI do hospital São Mateus. É mais uma vítima diagnosticada com Covid-19. O seu quadro clínico se agravou. O pulmão...

Campanha une as primeiras-damas

virginia mendes 400 curtinha   As primeiras-damas Virginia Mendes (foto) e Michelle Bolsonaro, de MT e do país, respectivamente, têm mantido um relacionamento bem estreito no desenvolvimento de projetos e ações sociais. No final de abril, Michelle postou um elogio e divulgou, na sua conta do Instagram, a campanha de...

Se EP recuar, PV lança Stopa a prefeito

justino malheiros 400 curtinha   O ex-presidente da Câmara de Cuiabá e membro do diretório municipal do PV, vereador Justino Malheiros (foto), disse nesta segunda que o partido estará com o prefeito Emanuel Pinheiro até o último momento, apostando no projeto de reeleição do emedebista. Mas,...

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.