Arte e Cultura

Sábado, 11 de Janeiro de 2020, 11h:40 | Atualizado: 11/01/2020, 12h:31

Arte mística e afetiva usa pelo de gato, dente, asas e outras excentricidades

Kamila Amorim

Lorraynne faz com afeto e cada peça é única com um significado especial para cada cliente

Lorraynne faz com afeto, cada peça é única e com um significado especial para cada cliente que a encomenda 

Observar a natureza nos seus detalhes, não apenas no colorido vivo e estonteante, mas também na seca ou quando não há mais vida, em tons de outono – sempre foi uma das manias mais bonitas de Lorraynne Alves, 27 anos, artesã e apreciadora da fauna e flora.

Fazer a “cura” e conservar, por muito mais tempo, algo que tem significado afetivo para alguém é muito mais do que fazer artesanato, mas se sensibilizar com a história de outrem. Em entrevista ao , a jovem conta que tudo começou de forma muito intuitiva e bastante natural. Primeiro porque ela amava aprender sobre arte e iniciou os estudos há mais ou menos dois anos, até que um ano atrás resolveu comercializar suas peças na loja virtual que montou através do instagram Lophophora.

Em resina, após colocar para secar flores, ervas de proteção e até alguns animais como borboletas, libélulas e até escorpiões, pelo de gato que já faleceu para tutora, dente de leite de criança que o pai guardou, Lorraynne passa pelo processo em seu laboratório que dura, ao todo, duas semanas. “Como o clima de Cuiabá é bastante quente, as peças não demoram muito no período de cura, que é a secagem. Quase todas as peças podem receber a aplicação da sua resina, que é em camadas, e após a aplicação trabalho nos moldes delineando a peça”, descreve.

 Ela revela que também não pratica caça, os animais que viram acessórios, chaveiros ou quadros, aparecem pelo seu caminho ou são doações de pessoa que já conhecem seu trabalho.  “É importante que as pessoas não matem os animais. Além de tudo, quando me trazem as peças, sempre pergunto qual a procedência”, conta. 

Arquivo pessoal

Quadro feito de liberola foi encomenda especial e abriu série de criações criativas

Quadro feito de libelola foi encomenda especial e abriu série de criações de quadros e outros mimos únicos e afetivos

Festivais pelo país

Apesar de só produzir em seu ateliê e laboratório, porque a resina é uma substancia tóxica e que exige o uso de luvas e máscaras, as peças, depois de prontas, viajam por todo Brasil e marcam presença em exposições nos festivais de músicas. Algumas pessoas já conhecem o trabalho da artista pelas redes sociais e levam para ela coisas que gostariam que se transformassem na sua arte, assim, o estoque de material é renovado constantemente.

Outro fato relevante que faz a artesã estar sempre em contato com seu público é que seu namorado é músico e toca nestes festivais. 

É importante que as pessoas não matem os animais. Além de tudo, quando me trazem as peças, sempre pergunto qual a procedência

Lorraynne

Ele, que é conhecido como Dj Hórus no meio musical, se chama Marcos Vinicios, e é um dos maiores incentivadores de sua amada. “Já viajamos por outros Estados do país, como Goiás, Mato Grosso do Sul, muitas cidades de Mato Grosso, Minas Gerais, São Paulo, Bahia – todas elas, realizou também as coletas”, frisou.

Mundo místico e peças de proteção

Boa parte dos clientes são místicos e acreditam no poder de proteção das peças, além dos significados singulares que cada um possa carregar. Por isso, ela também trabalha com pingentes ou outras peças que levam pimentas e folhas de arruda. 

Os valores variam muito de acordo com a dificuldade de coleta ou raridade da peça, mas existem marcadores de livros, pingentes e anéis a partir de R$ 20 e podem chegar, em média, até R$ 80. Quem quiser, também pode fazer encomendas, entre os produtos estão marcadores de livros, colares, pingentes, brincos, anéis reguláveis e de resina, quadros e outras peças de decoração. 

Galeria: Arte mística e consciente

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ayuka | Terça-Feira, 14 de Janeiro de 2020, 12h11
    0
    0

    Belo trabalho! À redação, atentem-se à grafia de libélula nas legendas das imagens (tanto no corpo do texto quanto na anexa no final da matéria).

  • Andreia Oliveira dos Reis | Segunda-Feira, 13 de Janeiro de 2020, 16h31
    0
    0

    Parabéns pelo lindo trabalho ♥️

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...

Scheila assume APDM e cita projetos

scheila pedroso 400   Esposa do prefeito sinopense Roberto Dorner, Scheila Pedroso (foto), primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social, passa a tocar, pelos próximos dois anos, a Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de MT (APDM/MT). Ela promete juntar força com os...