Legislativo

Segunda-Feira, 29 de Julho de 2019, 10h:59 | Atualizado: 29/07/2019, 17h:33

RECESSO PARLAMENTAR

Deputados saem de "férias" a partir de hoje; LDO será votada após o retorno

Depois de protagonizarem a sessão mais longa da história da Assembleia, adentrando a madrugada de sábado (27), os deputados estaduais terão 10 dias de recesso. O fim da folga, porém, está agendado para 8 de agosto, uma quinta-feira, dia da semana em que é costume a falta de quórum no Parlamento.

JL Siqueira

eduardo botelho al 680

Sob Eduardo Botelho, deputados apreciaram o PLC 53 que reinstitui os incentivos fiscais

Assim, a tendência é que poucos parlamentares apareçam nos trabalhos de 8 de agosto. Neste caso, a próxima sessão deve ser realizada apenas em 13 de agosto (terça-feira).

O recesso parlamentar deveria ter tido início em 16 de julho. A necessidade de votar o Projeto de Lei Complementar (PLC) 53 fez com que a folga fosse adiada. O Executivo tem até quarta (31) para depositar os incentivos no Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), o que obrigou a urgência na aprecisação da matéria.

O projeto enviado pelo governo previa a reinstituição dos incentivos fiscais no Estado e passou por intensos debates e alterações por parte dos deputados.

A sessão, com mais de 11 horas de duração, acabou com a aprovação do 3º substitutivo integral e mais seis emendas incluídas – no total, 88 foram propostas. A previsão do presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (DEM), é de um aumento na arrecadação entre R$ 700 milhões e R$ 1 bilhão. As mudanças só começam a valer a partir de janeiro de 2020.

Próximas votações

No retorno do recesso, os deputados deverão debater outro projeto que diz respeito ao orçamento do Estado. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) vem sendo discutida desde junho e tinha previsão de ser votada em Plenário até 10 de julho. Foi adiada em virtude do PLC 53 alterar a arrecadação e, portanto, ter impacto no texto da LDO.

O projeto serve como diretriz para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020, e prevê uma receita total estimada de R$ 19,1 bilhões e com despesa estimada em R$ 19,8 bilhões. Com as mudanças nos incentivos fiscais, o orçamento também deve passar por novas modificações. A renúncia fiscal prevista inicialmente era de R$ 3,6 bilhões.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Leo Figueiredo | Segunda-Feira, 29 de Julho de 2019, 11h42
    2
    0

    TOMARAM POSSE DIA 1º DE FEVEREIRO...... JÁ VÃO TER FÉRIAS? OUTRA COISA, NESSE PERÍODO IRÃO RECEBER VERBAS INDENIZATÓRIAS? CASO SIM, IREI ENTRAR COM RECURSO NA JUSTIÇA......

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

Pátio, vice, o MDB e ex-secretário

adonias fernandes 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio não desistiu de vez do seu antigo partido, o MDB, no qual militou por mais de duas décadas. Embora em rota de colisão com alguns líderes emedebistas, Pátio ainda tem bom contato com o ex-padrinho político, o...

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.