Blog do Romilson Cuiabá, 25 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Investimento em artistas, festivais, disputa e descentralização de cultura marcam ano

Por 29/12/2016, 17h:00 - Atualizado: 31/12/2016, 08h:22

selo_retrospectiva2016

O ano da cultura foi intenso em Cuiabá, mas as marcas principais dão conta de duas percepções distintas quanto ao momento atual do país, com melhor utilização dos museus e dedicação especial à literatura. Para uns, houve retrocesso; para outros, avanços evidentes. Para muitos, nada além de mais do mesmo, afinal, sempre haverá descontentes.

Também não faltaram celebrações para a massa, com diversas edições do Vem pra Arena, que trouxe músicos renomados de várias partes do país. Se de um lado houve o lançamento de diversas obras, de outro fixou-se na memória comum a disputa em torno do edital do prêmio estadual de literatura, previsto para ter resultados divulgados no último trimestre e adiado, em razão de disputas judiciais, para janeiro de 2017.

A secretaria estadual de Cultura (SEC) destaca o trabalho com a manutenção dos investimentos à parte a crise econômica. A assessoria lembra a revitalização do Palácio da Instrução, o retorno do Salão Jovem Arte Mato-Grossense, a reforma e entrega da Biblioteca Estevão de Mendonça, depois de 10 anos, bem como a reabertura dos trabalhos no Cine Teatro Cuiabá. Numa espécie de preenchimento da lacuna deixada pela não realização do Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá, foram feitas a mostra Vitrine Cinema Brasileiro e Liberdade: Mostra de Cinema Negro.

Outro destaque é a retomada das ações culturais dentro do Palácio da Instrução. Voltou a emprestar livros após uma década, assim como as visitas aos museus lá abrigados, como os de História, História Natural e Antropologia, a Pinacoteca e o Atelier Livre de Arte do Estado. Para melhor utilização acabaram transferidos para outros prédios.

Naiara Leonor

leandro.JPG

   Maestro Leandro Carvalho, à frente da secretaria de Cultura, destaca ações realizadas neste ano

Segundo a SEC, foram cinco mil visitantes durante o ano. A pasta ressalta a informatização do lugar, além das reformas, que propiciaram maior espaço para leitura, auditório, telecentro e sala de digitalização, bem como a chegada dos benefícios do projeto Recode, de Bill Gates e sua esposa, Melinda, que doaram ao lugar 10 microcomputadores de última geração. Boa maneira de manter a correta catalogação dos mais de 100 mil volumes impressos com abrangência nas diversas áreas do conhecimento, com acessibilidade garantida pelas obras em Braille, linguagem possível de ser aprendida lá mesmo, por meio de cursos, como também acontece com a de sinais e expressões para surdos-mudos, em libras.

As artes plásticas foram contempladas com a retomada do Salão Jovem Arte Mato-Grossense, cuja 25ª edição foi realizada em 2016. Iniciado em fins dos anos 70, há pelo menos duas décadas sofre com as inconstâncias dos homens de poder, sendo realizado ao sabor de quem está na gestão da SEC. O maestro e atual secretário Leandro Carvalho optou por fazê-la. Só para se ter uma ideia, caso fosse realizado todos as anos, desde a primeira edição, esta seria a 39ª.

Desta edição participaram 180 artistas de 12 municípios. Eles apresentaram ao crivo do conselho escolhido pela SEC nada menos que 500 obras. Cerca de 40 artistas foram selecionados e 83 obras divididas nas categorias pintura, gravura, desenho, fotografia, vídeo-arte, arte digital, escultura e instalação, foram apresentadas.

Bastante celebradas também foram as ações nos demais museu da cidade, como o de Arte Sacra, o de Arte de Mato Grosso e o Museu Histórico. E a coisa deve melhorar em 2017, pois a SEC assinou recentemente um convênio com o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) no valor de R$ 250 mil para a implantação do Sistema Estadual de Museus de Mato Grosso.

Segundo levantamento da Coordenação de Patrimônio Cultural da SEC, o Estado possui 60 instituições distribuídas em 33 municípios e um distrito. Deste total, 48 são públicas e 12 privadas. Na natureza jurídica, são 35 municipais, 10 estaduais e três federais.

Além das ações institucionais, a cultura da Capital também ficou marcada pelos inúmeros shows nacionais. Tocaram por aqui nomes como Lenine, Vanessa da Mata, Ivan Lins, Alcione e Biquini Cavadão, entre outros. Mas muita gente vai lembrar sempre mesmo é do constrangedor cancelamento do show da cantora Maria Rita, impedido por uma confusão armada por um sargento da Polícia Militar e seguranças do evento. Não bastasse a frustração da expectativa em si, houve ainda o não reembolso dos compradores do ingresso, já que a produtora responsável pelo show resolveu sumir.

Postar um novo comentário

BENESSES DO PODER

A vida boa do presidente da AMM

Por 24/02/2020, 18h:41 - Atualizado: 24/02/2020, 18h:53

neurilan fraga 680

Neurilan Fraga, que usa em demasia a estrutura da AMM para se projetar politicamente - primeiro tentou, sem êxito, candidatura a deputado federal em 2018 e agora sonha em concorrer ao Senado -, elevou o próprio salário.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • CHIRRÃO | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 22h00
    4
    0

    SEM PRESTAR CONTA FICA DIFÍCIL!!

  • Orlando figueiredo | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 21h17
    0
    17

    Porque, só este site fala mal do competente e futuro senador Neurilan fraga? Porque será hem?

  • joana | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 18h50
    24
    0

    mais uma vergonha pro MT

SAÚDE PÚBLICA

Prefeito vistoria obra mal "acabada" da UPA Verdão e exige qualidade

Por 24/02/2020, 14h:43 - Atualizado: 24/02/2020, 14h:48

emanuel pinheiro 680

Trajando uma camisa com estampa toda colorida, típica de carnavalesco, o prefeito da Capital Emanuel Pinheiro fez uma vistoria hoje às obras da UPA Verdão. Prometeu fazer novas checagens na próxima semana, nesta fase de acabamento. Deve inaugurá-la em 9 de março.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • moreira | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 15h01
    0
    0

    moreira, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

CARNAVAL

Frevo em Chapada do alto confira

Por 24/02/2020, 10h:52 - Atualizado: 24/02/2020, 10h:53

carnaval chapada 680

A turística Chapada dos Guimarães atraiu para este Carnaval o maior número de foliões da Baixada Cuiabana. As ruas centrais foram tomadas no domingo, ainda no período vespertino, empurradas por trios elétricos e pelo tradicional bloco do Bode do Karuá.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Maria | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 11h08
    4
    0

    Tem mais carro do q gente!

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Abicalil desiste e, em carta, anuncia Barranco ao Senado veja

Por 24/02/2020, 00h:44 - Atualizado: 24/02/2020, 00h:50

valdir barranco 680

Carlos Abicalil recuou da ideia de tentar o Senado e agora defende a candidatura do deputado Valdir Barranco, de quem é assessor parlamentar.

Postar um novo comentário

MESA DA ASSEMBLEIA

Pela 1ª Secretaria, Janaína leva vantagem, mas Max joga pesado

Por 23/02/2020, 21h:01 - Atualizado: 24/02/2020, 11h:05

max russi janaina riva 680

Max Russi (PSB) e Janaína Riva (MDB), longe da convivência pública, travam uma disputa fraticida pela futura Primeira-Secretaria, segundo cargo mais importante da Mesa, por ser quem ordena despesas de um Legislativo que recebe R$ 42,2 milhões mensais de duodécimo (R$ 506,8 milhões anuais).

Postar um novo comentário

ACORDÃO

Gisela no PDT para apoiar Pivetta ao Senado e ser apoiada à prefeita

Por 23/02/2020, 18h:15 - Atualizado: 23/02/2020, 19h:27

gisela simona 680

A suplente de deputada federal Gisela Simona confirmou para Nilson Leitão (PSDB) a intenção de trocar o Pros pelo PDT.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Alice | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 17h09
    0
    0

    Alice, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Alice | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 17h08
    0
    0

    Alice, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Eliana Roger | Domingo, 23 de Fevereiro de 2020, 21h51
    2
    4

    Acorda Gisela, vc só tem um pouco de votos em Cuiabá, e na VG onde voce é conhecida graças ao PROCOM, mais essas duas cidade tem apenas 600.000 eleitores, o equivalente a 25% do eleitorado de Mato Grosso, que é de cerca de 2.300.000 eleitores. Os demais MUnicipios do Interior tem 75% dos votos. Voce não ganha para o Senado nem a paú . A final vai ser o Julio Campos, versus Piveta.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2497