Blog do Romilson Cuiabá, 18 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA

Envenenamento de criança, latrocínio de padre e morte de bombeiro chocam 2016

Por 31/12/2016, 10h:07 - Atualizado: 01/01/2017, 17h:45

selo_retrospectiva2016

Várias ocorrências policiais chocaram a população mato-grossense em 2016. O ano foi bastante movimentado e, com isso, Mato Grosso foi destaque no cenário nacional. Entre os casos que mexeram com as opinião pública está o envenenamento de um achocolatado que levou uma criança de 2 anos à morte. A situação foi tão grave que deixou os consumidores da marca do produto em alerta e o governo chegou a determinar a retirada de lotes de circulação.

A criança morreu cerca de uma hora após ingerir o produto e chegou à unidade de saúde em convulsão.  A Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) instaurou inquérito para apurar as causas e, após 8 dias, descobriu que Adônis José Negri, 61 anos, havia injetado o veneno “Era Rato” na bebida. Ele confessou que havia feito isso, pois estava cansado do Deuel Rezende Soares, 27, furtar alimentos de sua casa. Ele então teria preparado o veneno e injetado nas unidades para que o ladrão morresse ao consumir o produto. Os dois foram presos.

Ao invés de consumir os alimentos furtados, Deuel vendia. A família do menino comprou as cinco unidades de achocolatado que teria furtado da casa de Adônis. Todos moram na mesma rua no Parque Cuiabá. Adônis era foragido da Justiça por roubo.

.

padre joao paulo morto rondonopolis.jpg

Morte do padre João Paulo, Rondonópolis, chocou populares e chegou a desencadear mais violência

Outro assassinato que mexeu com o Estado e movimentou a Segurança Pública foi o homicídio do Padre João Paulo Nolli, em Rondonópolis. Três menores foram apreendidos e confessaram o crime. Depois de matar o religioso, levaram o veículo, a carteira com R$ 65 e o celular. Condenados, os menores vão se submeter à medida socioeducativa de internação por prazo indeterminado, com avaliações psicossociais a cada seis meses. As medidas socioeducativas cessam quando seus destinatários atingem 21 anos. 

Onda de violência, com morte de padre e execução de 6, altera rotina

Causou polêmica também a morte do aluno do curso de formação do Corpo de Bombeiros Rodrigo Claro, 21 anos, em 15 de novembro, após tratamento na UTI do Hospital Jardim Cuiabá. Ele ficou internado por cinco dias em coma depois de passar mal durante treinamento da corporação e queixar-se de dor de cabeça. Até hoje não foi liberado laudo sobre o que ocasionou a morte, por falta de assinatura. O treinamento foi realizado na lagoa Trevisan, na Capital.

Após o caso, foi aberto um inquérito para investigar as circunstâncias. A tenente Izadora Ledur de Souza, responsável pelo treinamento, e o tenente coronel Revelis negaram que tenham ocorrido perseguições durante o curso de formação e também alegaram que não ocorreram excessos.

O relato deles contradiz os depoimentos de alunos que afirmam, com detalhes, como a tenente Izadora supostamente agiu na prova. “Nisso veio a tenente (Izadora) e deu uns caldos nele, e quando eu via, tentava puxar ele para cima. A tenente estava em cima dele, pelas costas, para tentar afogar o Claro”, disse um deles. O próprio Rodrigo antes do treinamento enviou mensagem para a mãe dizendo estar com medo da tenente.

Pelo menos 17 pessoas já foram ouvidas pela Corregedoria do Corpo de Bombeiros, entre elas os pais de Rodrigo, os três alunos que o tiraram da água, e a tenente Izadora Ledur. A previsão era de que o inquérito policial fosse concluído em 20 de dezembro, mas o prazo foi prorrogado para janeiro de 2017. Já a investigação paralela da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deve ser concluída até fevereiro.

Facebook

rodrigo.jpg

Morte de Rodrigo Claro após treinamento do Corpo de Bombeiro abriu debate sobre método do curso

Postar um novo comentário

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Bloco centro-esquerda terá pesquisa como critério por nome ao Senado

Por 17/02/2020, 22h:42 - Atualizado: 07h atrás

bloco patio max 680

Reunião nesta 2ª com representantes partidários, como Pátio, Barranco, Max, Lúcia, Gisela, Paola, Miranda e Aluízio

Isolados ou em grupos, autorizados ou não por seus partidos, militantes estão intensificando as reuniões em busca de alianças e definição de candidaturas à eleição fora de época, para o Senado, em 26 de abril.

Postar um novo comentário

GUERRA POR AUDIÊNCIA

TV Vila Real dá o troco e busca novo apresentador por R$ 80 mil

Por 17/02/2020, 20h:05 - Atualizado: 08h atrás

alexandre mota 680

Alexandre Mota se torna o apresentador mais bem pago da televisão mato-grossense. A Vila Real de Cuiabá, afiliada da Record, o contratou por R$ 80 mil mensais, além de ajuda de custos, para apresentar o tradicional programa policial Cadeia Neles!.

Postar um novo comentário

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Abicalil vai mesmo encarar Senado

Por 17/02/2020, 15h:55 - Atualizado: 17/02/2020, 16h:01

carlos abicalil 680

O PT vai mesmo lançar o ex-federal Carlos Abicalil à suplementar ao Senado marcada para 26 de abril. Seu nome será oficializado no próximo dia 28.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • jj | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 17h09
    6
    2

    ave maria!

  • elias | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 16h37
    7
    11

    Melhor nome

  • Fernanda | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 16h26
    13
    8

    Essa candidatura já nasce morta.

PESO PRESIDENCIAL

Bolsonaro chega de carreta na BR-163 e sob aplausos veja

Por 17/02/2020, 10h:16 - Atualizado: 17/02/2020, 10h:28

bolsonaro 163 680

Não é à toa que os principais pré-candidatos ao Senado brigam pelo apoio de Jair Bolsonaro. Quem o atrair para o palanque, transformando-o no principal cabo eleitoral na suplementar de abril, terá dado passo importante à vitória.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • elias | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 16h38
    3
    11

    Oportunista...inaugurando obra de outros governos...

  • Tcha | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 13h42
    7
    7

    Levando claque , qualquer ganha aplauso.

  • alexandre | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 12h53
    13
    8

    Porque que o lula não fez ?

Câmara de Cuiabá

Abílio aposta últimas fichas no relatório da CCJ e tenta se salvar

Por 17/02/2020, 10h:05 - Atualizado: 17/02/2020, 16h:46

Rodinei Crescêncio

abilio_junior

Com a corda no pescoço, o vereador Abílio Júnior aposta suas últimas fichas no parecer da Comissão de Constituição e Justiça. Lá, entende ter dois aliados, na batalha para não ser cassado, Kero Kero (PSL)  e  Lilo Pinheiro (PDT).

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • kamila Araújo | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 14h46
    8
    4

    Abilio, que decepção, perdi meu voto...decepção geral, moleque, uma criança mimada, agora volta de novo pro Grande Templo e receber aquele salario grande que recebia. e pior ne paga com nossos dizimos,

  • eleitor cuiabano | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 14h25
    2
    2

    Juca do guaraná????que tiveram rusgas esses dias??? Adilson levante que é irmão de Oséas Machado...??? vixxi...Apela por AQUELE lá de cima bem melhor.

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Contra tese de Lúdio, majoritário petista tenta levar Abicalil à disputa

Por 16/02/2020, 18h:01 - Atualizado: 17/02/2020, 11h:50

carlos abicalil 680

Em resolução política assinada hoje, após encontro do diretório estadual, o PT decidiu por candidatura ao Senado e a tendência é que seja o ex-federal Carlos Abicalil.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Alberto | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 13h02
    0
    0

    Alberto, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Reginaldo Pinheiro | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 12h25
    4
    6

    Vai perder porque é do PT. Candidato bom para Mato Grosso é candidato comprometido com o movimento " MUDA SENADO". O que é bom para Wellington, para os Campos e para Abicaliu com certeza não é bom para Mato Grosso. Taques não é o melhor candidato, mas, é melhor que qualquer um desses, se não foi bom governador, mas, foi excelente senador.

  • alexandre | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 08h45
    10
    4

    vai perder de qualquer jeito..

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2492