Blog do Romilson Cuiabá, 05 de Junho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA

Envenenamento de criança, latrocínio de padre e morte de bombeiro chocam 2016

Por 31/12/2016, 10h:07 - Atualizado: 01/01/2017, 17h:45

selo_retrospectiva2016

Várias ocorrências policiais chocaram a população mato-grossense em 2016. O ano foi bastante movimentado e, com isso, Mato Grosso foi destaque no cenário nacional. Entre os casos que mexeram com as opinião pública está o envenenamento de um achocolatado que levou uma criança de 2 anos à morte. A situação foi tão grave que deixou os consumidores da marca do produto em alerta e o governo chegou a determinar a retirada de lotes de circulação.

A criança morreu cerca de uma hora após ingerir o produto e chegou à unidade de saúde em convulsão.  A Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) instaurou inquérito para apurar as causas e, após 8 dias, descobriu que Adônis José Negri, 61 anos, havia injetado o veneno “Era Rato” na bebida. Ele confessou que havia feito isso, pois estava cansado do Deuel Rezende Soares, 27, furtar alimentos de sua casa. Ele então teria preparado o veneno e injetado nas unidades para que o ladrão morresse ao consumir o produto. Os dois foram presos.

Ao invés de consumir os alimentos furtados, Deuel vendia. A família do menino comprou as cinco unidades de achocolatado que teria furtado da casa de Adônis. Todos moram na mesma rua no Parque Cuiabá. Adônis era foragido da Justiça por roubo.

.

padre joao paulo morto rondonopolis.jpg

Morte do padre João Paulo, Rondonópolis, chocou populares e chegou a desencadear mais violência

Outro assassinato que mexeu com o Estado e movimentou a Segurança Pública foi o homicídio do Padre João Paulo Nolli, em Rondonópolis. Três menores foram apreendidos e confessaram o crime. Depois de matar o religioso, levaram o veículo, a carteira com R$ 65 e o celular. Condenados, os menores vão se submeter à medida socioeducativa de internação por prazo indeterminado, com avaliações psicossociais a cada seis meses. As medidas socioeducativas cessam quando seus destinatários atingem 21 anos. 

Onda de violência, com morte de padre e execução de 6, altera rotina

Causou polêmica também a morte do aluno do curso de formação do Corpo de Bombeiros Rodrigo Claro, 21 anos, em 15 de novembro, após tratamento na UTI do Hospital Jardim Cuiabá. Ele ficou internado por cinco dias em coma depois de passar mal durante treinamento da corporação e queixar-se de dor de cabeça. Até hoje não foi liberado laudo sobre o que ocasionou a morte, por falta de assinatura. O treinamento foi realizado na lagoa Trevisan, na Capital.

Após o caso, foi aberto um inquérito para investigar as circunstâncias. A tenente Izadora Ledur de Souza, responsável pelo treinamento, e o tenente coronel Revelis negaram que tenham ocorrido perseguições durante o curso de formação e também alegaram que não ocorreram excessos.

O relato deles contradiz os depoimentos de alunos que afirmam, com detalhes, como a tenente Izadora supostamente agiu na prova. “Nisso veio a tenente (Izadora) e deu uns caldos nele, e quando eu via, tentava puxar ele para cima. A tenente estava em cima dele, pelas costas, para tentar afogar o Claro”, disse um deles. O próprio Rodrigo antes do treinamento enviou mensagem para a mãe dizendo estar com medo da tenente.

Pelo menos 17 pessoas já foram ouvidas pela Corregedoria do Corpo de Bombeiros, entre elas os pais de Rodrigo, os três alunos que o tiraram da água, e a tenente Izadora Ledur. A previsão era de que o inquérito policial fosse concluído em 20 de dezembro, mas o prazo foi prorrogado para janeiro de 2017. Já a investigação paralela da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deve ser concluída até fevereiro.

Facebook

rodrigo.jpg

Morte de Rodrigo Claro após treinamento do Corpo de Bombeiro abriu debate sobre método do curso

Postar um novo comentário

PRECAUÇÃO

Governador deixa residência para fazer exame e nega viagem para SP

Por 05/06/2020, 11h:52 - Atualizado: 4min atrás

mauro mendes 680

O governador Mauro Mendes, por meio da Secretaria de Comunicação, assegura que continua em casa e desmente a informação de que teria viajado a São Paulo, nesta madrugada, para continuar tratamento contra coronavírus no hospital Sírio-Libanês.

Postar um novo comentário

PROCESSO ELEITORAL

Mesmo sob pandemia, reitor da UFMT já convoca Colégio Eleitoral

Por 04/06/2020, 20h:43 - Atualizado: 04/06/2020, 20h:48

evandro ufmt 680

Mesmo com as atividades da UFMT suspensas por causa da pandemia, o reitor Evandro Soares da Silva, que já se movimenta pela recondução ao cargo, convocou reunião do Colégio Eleitoral Especial.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Antonio Carlos jaudy | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h47
    1
    0

    Quero saber quem disse que ele é candidato único? Quero saber se consulta a instituição se faz através de uma Live? Se esse pleito não tiver transparência, justiça e legalidade será motivo de demanda jurídica e responsabilização dos que não cumprirem os ditames legais. A professora Danieli Backes é também candidata e está muito bem cotada quero ver se o nome dela não irá constar da lista tríplice.

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h34
    1
    0

    Antônio, quem é você que fala em nome da UFMT? De onde parte sua informação de que os pre-candidatos retiraram sua candidatura? E esse consenso, foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h30
    0
    0

    Antônio, esse consenso foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

ANTES E DEPOIS

Prefeito de Cáceres agora elogia Adriano; pura falsidade assista

Por 04/06/2020, 15h:46 - Atualizado: 04/06/2020, 16h:43

francis maris 680

O prefeito de Cáceres Francis Maris, que desde a campanha de 2016 vinha fazendo ataques e denúncias contra Adriano Silva, gravou um vídeo, classificando o ex-adversário político de "líder", de "filho ilustre de Cáceres", para quem prestou grande serviço, seja junto à comunidade acadêmica, como professor e reitor da Unemat, seja pelos trabalhos prestados na região.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Claudomiro | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 19h00
    8
    1

    Politicamente nunca fui fã dos dois como politico, mas inoportuno e falso e esse comentário do rdnews.

  • O cara | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 17h04
    14
    0

    Adversário político não é inimigo pessoal. Cada comentário.

DESENVOLVIMENTO

Um pool de novas indústrias em Primavera; 7 anunciam fábricas

Por 04/06/2020, 12h:09 - Atualizado: 04/06/2020, 20h:57

primavera do leste vista a�rea 680

No ranking de quinta economia do Estado e com quase 100 mil habitantes, Primavera do Leste está recebendo sete novas indústrias, mesmo em meio à pandemia da Covid-19, agravada com crises sanitária e econômica em praticamente todo o mundo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 22h03
    1
    0

    A posição geográfica, sócio econômica e malha viária já conta muito como grandes atrativo, mas isso não tira o mérito da administração local. Parabéns.

  • Francisco Assis roo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 13h17
    12
    1

    é isso mesmo Léo busca emprego e renda para essa cidade bonita e pugante que vc está tendo a oportunidade de administrar não fica nessa só de fazer praça e coisa e tal igual um prefeito que eu conheço na nossa região

INICIATIVA INÉDITA

Reeducandos em Cuiabá produzem saneantes e álcool em gel

Por 04/06/2020, 10h:42 - Atualizado: 04/06/2020, 10h:49

deiver ifmt producao 680

Cerca de 30 reeducandos em Cuiabá estão fabricando saneantes, substâncias destinadas à higienização e desinfecção, como água sanitária, detergente e desinfetantes, e ainda álcool em gel para distribuição nos presídios.

Postar um novo comentário

REPERCUSSÃO

Governo e AL vão decretar luto oficial; Adriano sonhava ser prefeito

Sem velório, corpo será transladado a Cáceres nesta 5ª e direto para cemitério

Por 03/06/2020, 21h:44 - Atualizado: 03/06/2020, 22h:04

adriano silva 680

O governador Mauro Mendes vai decretar luto oficial de três dias pelo falecimento nesta quarta do ex-reitor da Unemat, professor Adriano Silva, que presidia a Fapemat, fundação vinculada à secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação. A Assembleia Legislativa também fará igual.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2552