Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Tido como maior ficha-suja do país, Riva confessa participação em desvios da AL

Por 30/12/2016, 16h:17 - Atualizado: 31/12/2016, 13h:01

selo_retrospectiva2016

O ano de 2016 foi de reviravoltas no Judiciário mato-grossense. Uma das mais inesperadas foi quando o ex-presidente da Assembleia, José Riva, conhecido como “o maior ficha-suja do país”, confessou sua participação em esquemas de desvios de recursos do Parlamento. A mudança de postura aconteceu em 15 de abril, quando Riva deu detalhes de como cerca de R$ 4,4 milhões teriam retornado para as mãos de vários deputado a título de propina, nas gestões em que participou do comando do Legislativo.

Jacques Gosch

Riva Preso_forum

Ex-presidente da Assembleia José Riva chega algemado ao Fórum de Cuiabá; em abril, o ex-parlamentar confessou ter participado de vários esquemas; ele responde a mais de 100 processos

Até então, o ex-parlamentar sempre negou participação nos esquemas. Ele responde a mais de 100 processos. “Mas uma coisa eu tenho certeza, não desviei dinheiro, não roubei”, disse Riva cerca de um mês antes de admitir participação nos desvios.

No dia da confissão, Riva citou mais de 15 destinatários para o dinheiro. O ex-presidente revelou ter sido o responsável pela indicação de contas para depósito da propina cobrada para liberar o pagamento R$ 9,4 milhões, referente à dívida que a Assembleia tinha com o banco HSBC.

O esquema se dava da seguinte forma: depois que a dívida foi paga, cerca de R$ 4,4 milhões deveriam retornar a parlamentares por meio de contas indicadas por eles. Entre os deputados citados estavam Romoaldo Junior (PMDB), Mauro Savi (PSB), Gilmar Fabris (PSD), a ex-deputada Luciane Bezerra (PSB) e um assessor do atual presidente do Legislativo Guilherme Maluf (PSDB). Todos os citados negaram envolvimento no suposto esquema.

José Riva confessa participação em esquema de desvios na Assembleia

Recentemente, em 30 de novembro, Riva participou de outra audiência na qual também confessou, em 15 processos oriundos da Operação Arca de Noé, a participação em esquemas de desvio de dinheiro público do Parlamento.

Durante o interrogatório, o ex-deputado se disse arrependido pelos erros e tentou minimizar seus atos dizendo que também perdeu muito dinheiro no esquema, a despeito dos benefícios que obteve. "Eu me arrependo muito porque perdi saúde, dinheiro. A senhora pode ter certeza que se não tivesse sido deputado seria um dos homens mais ricos do Nortão de Mato Grosso", afirmou à juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Arruda.

Em seguida, confessou sua participação nos esquemas. "Eu confesso que eu participei de tudo. Não fui forçado, pelo contrário, aceitei participar desse ilícito, desde aceitar aquela conta. Eu tinha alternativa e optei por assumir e a partir dali participei de tudo. Teve coisa que foi mais, coisa que foi menos, mas participei", admitiu.

Riva afirma que era ameaçado por Arcanjo e se diz aliviado com prisão

Prisões

Em 2015, Riva foi preso a primeira vez em fevereiro, na deflagração da Operação Imperador, que investiga um desvio de R$ 60 milhões do Parlamento, por aquisições fraudulentas de material de papelaria. Na ocasião, ele passou 123 dias preso e em 24 de junho foi solto.

Em seguida, o ex-deputado voltou à prisão, na deflagração da Operação Ventríloquo. Neste caso, Riva obteve a liberdade pouco depois da detenção, por decisão do STF.

Rodinei CrescêncioRdnews

Pedro Nadaf

Ex-secretário estadual de Indústria e Comércio e da Casa Civil, no governo anterior sob Silval Barbosa (PMDB), Pedro Nadaf também adotou a linha de confissão após passar 11 meses preso pela Sodoma

A terceira prisão ocorreu em 13 de outubro do ano passado, devido à segunda fase da Operação Metástase. Foi solto seis meses depois, em 7 de abril deste ano.

Pedro Nadaf

O ex-secretário estadual de Indústria e Comércio e da Casa Civil Pedro Nadaf também adotou a linha de confissão após passar 11 meses preso. Curiosamente, também num dia 15, porém de agosto, ele pediu desculpas à população mato-grossense pelos “erros graves que prejudicaram muitas pessoas”. Em audiência relativa à Operação Sodoma 1, por força de um reinterrogatório  a pedido dele próprio, Nadaf disse: "Eu fiz parte de uma organização criminosa que roubou os cofres públicos".

Nadaf contou ter refletido muito no período em que esteve na cadeia e percebeu que cometeu erros graves. Ao ter sua inocência questionada pela magistrada, o ex-secretário admitiu ter participado de uma organização criminosa composta por ele, o também ex-secretário estadual Marcel de Cursi, a ex-funcionária da Fecomércio, Karla Cecília de Oliveira Cintra, e o procurador aposentado Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, conhecido como Chico Lima.

Nadaf confirma esquemas para pagar campanhas e coloca Silval como "chefe"

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • matogrossenseroxo | Sábado, 31 de Dezembro de 2016, 11h17
    2
    1

    MAIOR FICHA SUJA, E MAIOR POLITICO QUE MATO GROSSO TEVE, INFELIZMENTE PENSOU QUE ERA O MAIS PODEROSO SE ILUDIU COM O PODER MAS O TEMPO DE REPENSAR NO QUE FEZ DE ERRADO VAI CHEGAR E COM O TEMPO VAI PROVAR QUE SEUS ERROS MUITOS DELES FOI COLOCAR OS ANSEIOS DA SOCIEDADE EM PRIMEIRO LUGAR ISSO FOI O GRANDE ERRO QUERER RESOLVER TODOS OS PROBLEMAS DO POVO MAIS NECESSITADO MAS O MUNDO DA VOLTAS E TOMARA QUE NÃO DEMORE MUITO

PÓS-CASSAÇÃO

Ex-senadora agora monta escritório advocatício com 2 ex-assessores

Por 28/05/2020, 21h:55 - Atualizado: 09h atrás

selma arruda 680

Juíza aposentadora e senadora com mandato prematuramente cassado neste ano por crimes eleitorais, Selma Arruda ainda não conseguiu licença da Ordem para atuar como advogada.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

Governo Bolsonaro ama índio, diz ministra em MT veja

Por 28/05/2020, 18h:44 - Atualizado: 28/05/2020, 18h:50

damares discurso 680

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com um cocar sobre a cabeça, arrancou aplausos em Rondonópolis nesta quinta ao dizer que estava ali realizando a maior obra do Governo Bolsonaro, que é cuidar de vidas.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Leonildo | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h09
    3
    2

    Que mentira!!!! E a boiada acredita....

  • Alberto | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h47
    3
    1

    Bolsonaro ama índio? Kkkkkk. Quem foi que disse que a cavalaria americana, ao contrário da nossa, foi competente ao exterminar os índios americanos.

EM RONDONÓPOLIS

Senador é ignorado e deixa ato constrangido

Por 28/05/2020, 13h:01 - Atualizado: 28/05/2020, 13h:09

damares favaro 680

O senador Carlos Fávaro (PSD) passou o maior constrangimento hoje, em Rondonópolis, durante ato de entrega de alimentos e máscaras faciais a povos indígenas com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Cristiano | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 16h08
    7
    21

    Medeiros é o candidato do Bolsonaro ao senado!

  • Lourinil | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h56
    14
    32

    Ele estava no lugar errado. Nem senador é só está na cadeira pq fez manobras , o jeitinho para estar lá. O lugar é legalmente da juíza que foi tirada , na proxima eleição Coronel Fernanda a candidata do Presidente

  • Benedita | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h33
    12
    37

    Queria uma beira; si fu, o Medeiros veio foi junto com a comitiva; parabéns deputado José Medeiros, nosso futuro senador!

BATALHA JURÍDICA

Pedido de Albano para voltar ao TCE será julgado pelo Supremo na terça

Por 28/05/2020, 12h:28 - Atualizado: 28/05/2020, 12h:31

gilmar mendes 680

A Segunda Turma do Supremo julga na sessão da próxima terça (2 de junho), um agravo regimental do conselheiro Valter Albano, pleiteando retorno ao cargo. O pedido de HC chegou a entrar na pauta ontem, mas a presidente, ministra Cármen Lúcia, não o colocou em julgamento porque a sessão já havia extrapolado o prazo.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

2 pré ao Senado disputam espaço em ato com ministra

Por 28/05/2020, 10h:30 - Atualizado: 28/05/2020, 10h:35

fernanda victorio galli 680

Rúbia Fernanda (de blusa rosa) e seu suplente da chapa ao Senado, Victorio Galli, aguardando chegada da ministra

Dois pré-candidatos à suplementar ao Senado, tenente-coronel Rúbia Fernanda (Patriota), e o deputado José Medeiros (Pode), participam do ato nesta manhã, na sede da Conab, em Rondonópolis, com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Por questão de segurança, Michelle Bolsonaro cancela agenda em MT

Por 28/05/2020, 07h:07 - Atualizado: 28/05/2020, 07h:20

michelle bolsonaro 680

Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a primeira-dama Michelle Bolsonaro cancelou sua participação no evento de entrega de cestas básicas para comunidades indígenas hoje, em Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Elias | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 14h31
    6
    1

    Jedae, raça infame é a tua. Vira este disco. Todo mundo vê o que essa corja está fazendo para dedtruir o Brasil. Somente você e sua corja de mau caráter ainda defende estes milicianos. Pior, não tem a capacidade tem postar um comentário sem agredir petistas, disseminando ódio, espalhando peçonha. Gente gomo você são o câncer da sociedade e precisa ser extirpado com urgência.

  • Jedae | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 10h20
    5
    12

    Ver petistas, comunas e toda raça infame chorar, não tem preço. Bolsonaro, só precisa fazer duas coisas. Primeiro: Não deixar haver roubos em todos os níveis. Segundo: Nunca mais deixar o poder cair nas mãos dessa quadrilha, que se intitula progressistas. De quebra, limpar esse STF, repleto de corruptos e vendidos. Nem sei quem é pior. Se é o ex-carregador de malas do mula ou o ex do Temer, enterno vice da anta!!!!!!!!!

  • MOSSUETO | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 09h46
    9
    4

    Ridícula essa justificativa, o nosso País nunca teve esse tipo de ameaças, mas a falta de postura e respeito com os eleitores é que está gerando esse tipo de reação.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2548