Blog do Romilson Cuiabá, 28 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Tido como maior ficha-suja do país, Riva confessa participação em desvios da AL

Por 30/12/2016, 16h:17 - Atualizado: 31/12/2016, 13h:01

selo_retrospectiva2016

O ano de 2016 foi de reviravoltas no Judiciário mato-grossense. Uma das mais inesperadas foi quando o ex-presidente da Assembleia, José Riva, conhecido como “o maior ficha-suja do país”, confessou sua participação em esquemas de desvios de recursos do Parlamento. A mudança de postura aconteceu em 15 de abril, quando Riva deu detalhes de como cerca de R$ 4,4 milhões teriam retornado para as mãos de vários deputado a título de propina, nas gestões em que participou do comando do Legislativo.

Jacques Gosch

Riva Preso_forum

Ex-presidente da Assembleia José Riva chega algemado ao Fórum de Cuiabá; em abril, o ex-parlamentar confessou ter participado de vários esquemas; ele responde a mais de 100 processos

Até então, o ex-parlamentar sempre negou participação nos esquemas. Ele responde a mais de 100 processos. “Mas uma coisa eu tenho certeza, não desviei dinheiro, não roubei”, disse Riva cerca de um mês antes de admitir participação nos desvios.

No dia da confissão, Riva citou mais de 15 destinatários para o dinheiro. O ex-presidente revelou ter sido o responsável pela indicação de contas para depósito da propina cobrada para liberar o pagamento R$ 9,4 milhões, referente à dívida que a Assembleia tinha com o banco HSBC.

O esquema se dava da seguinte forma: depois que a dívida foi paga, cerca de R$ 4,4 milhões deveriam retornar a parlamentares por meio de contas indicadas por eles. Entre os deputados citados estavam Romoaldo Junior (PMDB), Mauro Savi (PSB), Gilmar Fabris (PSD), a ex-deputada Luciane Bezerra (PSB) e um assessor do atual presidente do Legislativo Guilherme Maluf (PSDB). Todos os citados negaram envolvimento no suposto esquema.

José Riva confessa participação em esquema de desvios na Assembleia

Recentemente, em 30 de novembro, Riva participou de outra audiência na qual também confessou, em 15 processos oriundos da Operação Arca de Noé, a participação em esquemas de desvio de dinheiro público do Parlamento.

Durante o interrogatório, o ex-deputado se disse arrependido pelos erros e tentou minimizar seus atos dizendo que também perdeu muito dinheiro no esquema, a despeito dos benefícios que obteve. "Eu me arrependo muito porque perdi saúde, dinheiro. A senhora pode ter certeza que se não tivesse sido deputado seria um dos homens mais ricos do Nortão de Mato Grosso", afirmou à juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Arruda.

Em seguida, confessou sua participação nos esquemas. "Eu confesso que eu participei de tudo. Não fui forçado, pelo contrário, aceitei participar desse ilícito, desde aceitar aquela conta. Eu tinha alternativa e optei por assumir e a partir dali participei de tudo. Teve coisa que foi mais, coisa que foi menos, mas participei", admitiu.

Riva afirma que era ameaçado por Arcanjo e se diz aliviado com prisão

Prisões

Em 2015, Riva foi preso a primeira vez em fevereiro, na deflagração da Operação Imperador, que investiga um desvio de R$ 60 milhões do Parlamento, por aquisições fraudulentas de material de papelaria. Na ocasião, ele passou 123 dias preso e em 24 de junho foi solto.

Em seguida, o ex-deputado voltou à prisão, na deflagração da Operação Ventríloquo. Neste caso, Riva obteve a liberdade pouco depois da detenção, por decisão do STF.

Rodinei CrescêncioRdnews

Pedro Nadaf

Ex-secretário estadual de Indústria e Comércio e da Casa Civil, no governo anterior sob Silval Barbosa (PMDB), Pedro Nadaf também adotou a linha de confissão após passar 11 meses preso pela Sodoma

A terceira prisão ocorreu em 13 de outubro do ano passado, devido à segunda fase da Operação Metástase. Foi solto seis meses depois, em 7 de abril deste ano.

Pedro Nadaf

O ex-secretário estadual de Indústria e Comércio e da Casa Civil Pedro Nadaf também adotou a linha de confissão após passar 11 meses preso. Curiosamente, também num dia 15, porém de agosto, ele pediu desculpas à população mato-grossense pelos “erros graves que prejudicaram muitas pessoas”. Em audiência relativa à Operação Sodoma 1, por força de um reinterrogatório  a pedido dele próprio, Nadaf disse: "Eu fiz parte de uma organização criminosa que roubou os cofres públicos".

Nadaf contou ter refletido muito no período em que esteve na cadeia e percebeu que cometeu erros graves. Ao ter sua inocência questionada pela magistrada, o ex-secretário admitiu ter participado de uma organização criminosa composta por ele, o também ex-secretário estadual Marcel de Cursi, a ex-funcionária da Fecomércio, Karla Cecília de Oliveira Cintra, e o procurador aposentado Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, conhecido como Chico Lima.

Nadaf confirma esquemas para pagar campanhas e coloca Silval como "chefe"

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • matogrossenseroxo | Sábado, 31 de Dezembro de 2016, 11h17
    2
    1

    MAIOR FICHA SUJA, E MAIOR POLITICO QUE MATO GROSSO TEVE, INFELIZMENTE PENSOU QUE ERA O MAIS PODEROSO SE ILUDIU COM O PODER MAS O TEMPO DE REPENSAR NO QUE FEZ DE ERRADO VAI CHEGAR E COM O TEMPO VAI PROVAR QUE SEUS ERROS MUITOS DELES FOI COLOCAR OS ANSEIOS DA SOCIEDADE EM PRIMEIRO LUGAR ISSO FOI O GRANDE ERRO QUERER RESOLVER TODOS OS PROBLEMAS DO POVO MAIS NECESSITADO MAS O MUNDO DA VOLTAS E TOMARA QUE NÃO DEMORE MUITO

EFEITO-SENADO

Leitão terá Doria de cabo eleitoral e tenta arrumar emprego pra Taques

Por 27/02/2020, 22h:22 - Atualizado: 07h atrás

joao doria 680

Nilson Leitão acionou alguns líderes nacionais do PSDB para reforçar sua pré-candidatura ao Senado e barrar a intenção de Pedro Taques de cruzar seu caminho.

Postar um novo comentário

TEMOR GERAL

Em Alto Taquari, um monitorado e milhares preocupados

Por 27/02/2020, 20h:49 - Atualizado: 08h atrás

alto taquari 680

Cravada na divisa de MT com Goiás, a pequena Alto Taquari vê parte de seus cerca de 12 mil moradores mudarem a rotina por causa do monitoramento de um de seus filhos, que pode estar com coronavírus.

Postar um novo comentário

SOB INVESTIGAÇÃO

Enquanto PSDB esperava Taques em ato, ele estava depondo no MPE

Por 27/02/2020, 18h:50 - Atualizado: 27/02/2020, 19h:20

pedro taques 680

Pedro Taques tem muitas coisas para se preocupar do que a pré-candidatura ao Senado e seu futuro com ou sem o PSDB.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Davi | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 22h01
    4
    1

    O Pedro Taques de hoje é o Mauro Mendes daqui 2 anos - persona nom grata.

  • joao | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 19h13
    3
    4

    Parabéns PSDB pela decisão.

PETISMO RACHADO

Lúdio busca assinaturas para bater chapa com Barranco ao Senado

Por 27/02/2020, 18h:32 - Atualizado: 27/02/2020, 18h:32

ludio cabral 680

Lúdio Cabral espalhou nos últimos dias que não tinha pretensão de concorrer ao Senado, mas destacou assessores e vários correligionários para o trabalho de coleta de assinaturas, com vistas a se inscrever amanhã.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Kleber Amorim | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 22h03
    4
    1

    Caro Romilson, não sei quem é tua fonte, mas infelizmente mais uma vez ela está equivocada. Lúdio em nenhum momento se colocou à frente para essa disputa. Ao contrário disso, várias tendências/coletivos do interior do Partido, assim como vários setores da sociedade, sindicatos, categorias, é, até mesmo outros líderes e partidos de centro e de esquerda entendem que o nome que reúne as melhores condições, neste momento, para enfrentar essa disputa com a direita conservadora, é o nome do companheiro Ludio. Portanto, não é o deputado que designou ninguém, nós nos achamos no direito, enquanto cidadãos e filiados, de propor o melhor nome para esse embate de características de disputa nacional. "O melhor candidato deve ser escolhido pela sua base, e não o contrário". A partir daí cabe à cúpula do Partido decidir o que realmente quer pra si, para seu futuro e da classe trabalhadora do estado. Grande abraço!

Após falta de luz, ausência de Taques vira piada: "cortou os fios"

Por 27/02/2020, 16h:00 - Atualizado: 27/02/2020, 19h:21

Andhressa Barboza

cupula_psdb_680

A ausência do ex-governador Pedro Taques no evento, que marcou o lançamento de Nilson Leitão como pré-candidato ao Senado, gerou até piada interna.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • José Roberto | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 18h01
    1
    6

    TA AI UM REPRESENTATIVIDADE QUE O NORTÃO PRECISA

Efeito-Senado

Com Fávaro, outros desembarques do PSD do Governo Mauro

Por 27/02/2020, 14h:35 - Atualizado: 27/02/2020, 16h:45

Alair Ribeiro

carlos favaro 680

Além de Carlos Fávaro, os principais indicados do PSD devem deixar o Governo Mauro Mendes.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2499