Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

despedidas

Adeus à cartola da FMF, presidente da Câmara e "pai" do Vazio Sanitário relembre

Por 29/12/2016, 17h:56 - Atualizado: 29/12/2016, 18h:00

selo_retrospectiva2016

A morte de algumas personalidades mato-grossenses marcaram este ano. Dentre elas, muitos nomes que contribuíram para a construção da história do Estado tanto na política, no esporte, na religião e na comunicação. Entre os nomes que causaram maior comoção estão o de Carlos Maldonado, fundador da Unemat, José Tadashi Yorinori, o "pai" do Vazio Sanitário, o presidente da Câmara de Cuiabá, Júlio Pinheiro (PTB), e o ex-presidente da Federação Mato-Grossense de Futebol (FMF), Carlos Orione.

Na manhã de 30 de janeiro morreu Carlos Maldonado, fundador da Unemat, após passar por uma cirurgia para a retirada de um aneurisma cerebral. Aos 54 anos, Maldonado deixou esposa e três filhos. Ele completaria 55 anos quatro dias mais tarde. O corpo de Maldonado foi levado para Cáceres, cidade de origem do educador, onde foi velado na Câmara Municipal.

Em 8 de fevereiro, o prefeito Mauro Mendes decretou luto oficial por três dias pela morte do ex-presidente da Câmara de Cuiabá nos anos 90, Paulo Borges, pai do ex-vereador e atual secretário de Habitação e Regularização Fundiária, que leva o mesmo nome. Aos 75 anos, Paulo Borges não resistiu a uma infecção pulmonar. Ele foi vereador entre 1982 e 1996, líder da bancada e comandou a Câmara no biênio 91/92. Tinha três filhos, quatro netos e era casado.

Reprodução

montagem_personalidades.jpg

 "Eterno" presidente da FMF Carlos Orione, Júlio Pinheiro e padre João Paulo Nolli perderam a vida

O jornalista Luiz Acosta, o Luizão, morreu em 30 de março, após ficar internado na UTI com quadro de insuficiência pulmonar e cardíaca, que evoluiu para infecção generalizada. Com 57 anos, Luizão integrava a chamada "velha guarda do jornalismo mato-grossense", com mais de 30 anos de profissão. Passou por todos os jornais impressos, tendo sido editor, por muitos anos, da Folha do Estado. Também atuou em sites de notícias, foi secretário de Comunicação da Assembleia e da Câmara de Cuiabá, participou de campanhas políticas e, por último, atuava como repórter do site Gazeta Digital, do grupo Gazeta de Comunicação.

Em 12 de junho, faleceu o pastor evangélico Joide Miranda, que ficou conhecido por defender que era possível deixar de ser homossexual. Ele estava internado no Hospital Santa Rosa, na Capital, para tratamento de saúde.

Dois dias depois, o fitopatologista José Tadashi Yorinori, aos 72 anos, faleceu em Londrina (PR). Ele sofreu uma parada cardíaca quando se preparava para um procedimento clínico, pois o estado de saúde havia apresentado complicações. Tadashi era parceiro de entidades como a Fundação MT e a Associação de Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja). Ele era apontado como o "pai" do Vazio Sanitário, um dos métodos para combater a praga na soja. 

Em 20 de julho, morreu o então presidente da Câmara de Cuiabá, Júlio Pinheiro (PTB), após passar 17 dias internado por problemas cardíacos. Nos bastidores, a informação era de que o fígado havia parado de funcionar e os rins estavam com problemas de funcionamento, o que agravou ainda mais a situação do vereador.

Morre aos 56 anos, o presidente do Legislativo de Cuiabá Júlio Pinheiro

Mais tarde, em 22 de agosto, um acidente envolvendo um carro de passeio e um caminhão, tirou a vida da ex-tenista de Rondonópolis Bruna Paes, 29 anos. O fato ocorreu no km 267 da BR-364, região entre São Pedro da Cipa e Jaciara (a 148 km de distância de Cuiabá). Ela ficou conhecida no esporte que a consagrou com uma das melhores atletas da região. Participou de diversos campeonatos e chegou, inclusive, ganhar destaque internacional, quando integrou o time de “Fresno State”, uma universidade da Califórnia, nos EUA.

Reprodução

Tadashi.JPG

 José Tadashi Yorinori era apontado como pai do Vazio Sanitário, método que combate a praga na soja

No mesmo município de Bruna, o padre da Paróquia São José Esposo, João Paulo Nolli, de 35 anos, foi encontrado morto em 9 de outubro, na região do loteamento Rosa Bororo, próximo ao praia Clube. Ele passou a atuar como vigário na Paróquia São José Esposo, em agosto de 2007 e em janeiro de 2010, com a transferência do padre Franz Lax para a Paróquia São José Operário, assumiu como pároco.

Uma das últimas mortes que marcou 2016 foi a do ex-presidente da FMF Carlos Orione. Aos 79 anos, o falecimento foi causado por pneumonia. Natural de Guiratinga, Orione se formou em Direito pela Faculdade de Direito Cândido Mendes (RJ) em 1962. Exerceu a advocacia entre 1962 a 1968, em Guiratinga, e em 1968 ingressou na carreira do Ministério Público Estadual através de concurso, sendo promovido em 1973 ao cargo de procurador-geral da Justiça. Durante mais três décadas controlando o futebol mato-grossense, Orione foi criticado em razão de ser “eterno” presidente da Federação.

Postar um novo comentário

PÓS-CASSAÇÃO

Ex-senadora agora monta escritório advocatício com 2 ex-assessores

Por 28/05/2020, 21h:55 - Atualizado: 07h atrás

selma arruda 680

Juíza aposentadora e senadora com mandato prematuramente cassado neste ano por crimes eleitorais, Selma Arruda ainda não conseguiu licença da Ordem para atuar como advogada.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

Governo Bolsonaro ama índio, diz ministra em MT veja

Por 28/05/2020, 18h:44 - Atualizado: 28/05/2020, 18h:50

damares discurso 680

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com um cocar sobre a cabeça, arrancou aplausos em Rondonópolis nesta quinta ao dizer que estava ali realizando a maior obra do Governo Bolsonaro, que é cuidar de vidas.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Leonildo | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h09
    2
    2

    Que mentira!!!! E a boiada acredita....

  • Alberto | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h47
    3
    1

    Bolsonaro ama índio? Kkkkkk. Quem foi que disse que a cavalaria americana, ao contrário da nossa, foi competente ao exterminar os índios americanos.

EM RONDONÓPOLIS

Senador é ignorado e deixa ato constrangido

Por 28/05/2020, 13h:01 - Atualizado: 28/05/2020, 13h:09

damares favaro 680

O senador Carlos Fávaro (PSD) passou o maior constrangimento hoje, em Rondonópolis, durante ato de entrega de alimentos e máscaras faciais a povos indígenas com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Cristiano | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 16h08
    7
    20

    Medeiros é o candidato do Bolsonaro ao senado!

  • Lourinil | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h56
    13
    31

    Ele estava no lugar errado. Nem senador é só está na cadeira pq fez manobras , o jeitinho para estar lá. O lugar é legalmente da juíza que foi tirada , na proxima eleição Coronel Fernanda a candidata do Presidente

  • Benedita | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h33
    12
    37

    Queria uma beira; si fu, o Medeiros veio foi junto com a comitiva; parabéns deputado José Medeiros, nosso futuro senador!

BATALHA JURÍDICA

Pedido de Albano para voltar ao TCE será julgado pelo Supremo na terça

Por 28/05/2020, 12h:28 - Atualizado: 28/05/2020, 12h:31

gilmar mendes 680

A Segunda Turma do Supremo julga na sessão da próxima terça (2 de junho), um agravo regimental do conselheiro Valter Albano, pleiteando retorno ao cargo. O pedido de HC chegou a entrar na pauta ontem, mas a presidente, ministra Cármen Lúcia, não o colocou em julgamento porque a sessão já havia extrapolado o prazo.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

2 pré ao Senado disputam espaço em ato com ministra

Por 28/05/2020, 10h:30 - Atualizado: 28/05/2020, 10h:35

fernanda victorio galli 680

Rúbia Fernanda (de blusa rosa) e seu suplente da chapa ao Senado, Victorio Galli, aguardando chegada da ministra

Dois pré-candidatos à suplementar ao Senado, tenente-coronel Rúbia Fernanda (Patriota), e o deputado José Medeiros (Pode), participam do ato nesta manhã, na sede da Conab, em Rondonópolis, com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Por questão de segurança, Michelle Bolsonaro cancela agenda em MT

Por 28/05/2020, 07h:07 - Atualizado: 28/05/2020, 07h:20

michelle bolsonaro 680

Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a primeira-dama Michelle Bolsonaro cancelou sua participação no evento de entrega de cestas básicas para comunidades indígenas hoje, em Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Elias | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 14h31
    6
    1

    Jedae, raça infame é a tua. Vira este disco. Todo mundo vê o que essa corja está fazendo para dedtruir o Brasil. Somente você e sua corja de mau caráter ainda defende estes milicianos. Pior, não tem a capacidade tem postar um comentário sem agredir petistas, disseminando ódio, espalhando peçonha. Gente gomo você são o câncer da sociedade e precisa ser extirpado com urgência.

  • Jedae | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 10h20
    5
    12

    Ver petistas, comunas e toda raça infame chorar, não tem preço. Bolsonaro, só precisa fazer duas coisas. Primeiro: Não deixar haver roubos em todos os níveis. Segundo: Nunca mais deixar o poder cair nas mãos dessa quadrilha, que se intitula progressistas. De quebra, limpar esse STF, repleto de corruptos e vendidos. Nem sei quem é pior. Se é o ex-carregador de malas do mula ou o ex do Temer, enterno vice da anta!!!!!!!!!

  • MOSSUETO | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 09h46
    9
    4

    Ridícula essa justificativa, o nosso País nunca teve esse tipo de ameaças, mas a falta de postura e respeito com os eleitores é que está gerando esse tipo de reação.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2548