Blog do Romilson Cuiabá, 06 de Junho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Retrospectiva

Operação Arca de Noé completa 15 anos e ex-bicheiro Arcanjo está com um pé fora da cadeia

Por 01/01/2018, 10h:16 - Atualizado: 01/01/2018, 10h:17

selo_retrospectiva2017

No ano em que a Operação Arca de Noé completa 15 anos, o ex-bicheiro acusado de chefiar o crime organizado em Mato Grosso João Arcanjo Ribeiro começa a obter vitórias na Justiça e está a um passo de deixar a prisão.

A liberdade agora só depende do envio de certidões circunstanciadas pelos cartórios do país, onde Arcanjo responde processo. Estes documentos informarão em que fase está cada processo e se há novos pedidos de prisão em aberto ou condenações.

De posse destas certidões e com o laudo do exame psiquiátrico que classificou o ex-bicheiro como apto para deixar a cadeia, é que o juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues da 6ª Vara Criminal de Cuiabá decidirá se Arcanjo pode ou não voltar às ruas.

Reprodução

arcanjo

 Ex-bicheiro João Arcanjo está prestes a deixar a prisão após cumprir longa pena

A reviravolta na vida processual de Arcanjo começou em setembro deste ano, quando ele foi transferido do presídio federal de Mossoró (RN) para a Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá. A vinda foi viabilizada pelo Tribunal de Justiça, que em agosto deste ano reformou uma decisão que mantinha Arcanjo sob custódio do sistema penitenciário federal e determinou a transferência para Mato Grosso.

Mais tarde, em 21 de setembro, vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Marilsen Andrade Addario, negou o pedido formulado pelo Ministério Público Estadual (MPE) para revogar a decisão da 2ª Câmara Criminal, que determinou a volta do ex-bicheiro.

A partir disso, teve início a busca da defesa pela progressão de pena. O objetivo é conseguir, pelo menos, deixar a prisão em regime fechado e passar para o semiaberto, no qual ele ficaria solto, porém fazendo uso da tornozeleira e, possivelmente, condicionado a outras medidas cautelares.

Condenações

Nascido em Jeroaquara (GO), Arcanjo atuou como policial civil em Campo Grande antes de se mudar, nos anos 80, para Cuiabá, onde recebeu da Assembleia o título de “comendador” em 1998. Hoje também é citado como ex-comendador.

Segundo o MPE, ele construiu um “verdadeiro império” ao controlar bancas de jogo do bicho Colibri, cassino clandestino, fundar série de empresas de “factoring” e criar esquema de agiotagem, além de ser reconhecido como “chefe do crime organizado” e manter negócios com deputados e prefeitos. Após a Polícia Federal deflagrar a Operação Arca de Noé, em 2002, fugiu para o Uruguai. No ano seguinte foi condenado a 37 anos de prisão e perda dos bens, sendo preso em 2003 e extraditado em 2006.

João Arcanjo também foi condenado por ser o mandante do assassinato do jornalista e empresário Sávio Brandão, morto com sete tiros de pistola 9 milímetros por volta das 15h30 de 30 de setembro de 2002, em frente à obra da atual sede do jornal Folha do Estado, no bairro Consil, em Cuiabá.

Conforme a denúncia do MPE, Arcanjo teria mandado matar o empresário porque estava irritado com manchetes negativas sobre ele no jornal, que chegou a chamá-lo de “Al Capone de Mato Grosso”, na edição de 14 de maio de 2001.

Em 11 de setembro de 2015, o ex-bicheiro foi condenado a 44 anos e dois meses de prisão em regime inicialmente fechado pela morte do empresário Rivelino Jacques Brunini, que integrava uma rede de caça-níqueis no Estado, de Fauze Rachid Jaudy, além da tentativa de homicídio de Gisleno Fernandes. Os crimes ocorreram em junho de 2002.

Rogério Florentino

Arcanjo_justicafederal

Escoltado por agentes federais, Arcanjo chega algemado para audiência em 2017

Transferências

A penitenciária de Mossoró foi a terceira unidade federal onde Arcanjo cumpriu pena. O ex-bicheiro foi inserido no sistema federal em 16 de agosto de 2007, quando foi transferido para a penitenciária federal de Campo Grande (MS), no mesmo dia da deflagração da operação “Arrego”, pelo Gaeco, que comprovou que mesmo de dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE) ele continuava comandando o jogo do bicho. Em abril de 2013 seguiu para a Penitenciária Federal de Porto Velho (RO).

A Justiça Estadual e o Governo conseguiram por 10 vezes mantê-lo em uma unidade de segurança máxima. O último pedido nesse sentido foi feito em setembro de 2016. À época, o juiz Geraldo Fidélis, que formulou o pedido, havia argumentado que o sistema prisional de Mato Grosso é frágil e está superlotado, o que não seria seguro graças à periculosidade do acusado e ao possível tráfico de influência que ele poderia exercer sobre os outros detentos.

Em janeiro do ano passado, a decisão de manter Arcanjo por mais um ano no estado do Nordeste foi acatada pelo corregedor da penitenciária de Mossoró e titular da 2ª Vara Federal de Natal, Walter Nunes da Silva Júnior.

Arca de Noé

A Arca de Noé é considerada a maior operação de Mato Grosso e investigou vários crimes na Assembleia que teriam sido liderados pelos ex-deputados José Riva e Humberto Bosaipo. Os supostos crimes teriam ocorrido entre 2002 e 2007 e foram denunciados pelo MPE. Durante a deflagração prenderam João Arcanjo. Os processos contra Bosaipo tramitavam no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas voltaram à instância estadual depois que ele renunciou ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Prescrição

Só em 2017, pelo menos duas ações cíveis oriundas da Arca de Noé prescreveram e foram suspensas pelo Luís Aparecido Bortolussi Júnior, da Vara Especializada Ação Civil Pública e Ação Popular. Nestes processos, o MPE pedia a condenação dos réus a ressarcimento ao erário público, por supostas irregularidades cometidas quando estiveram à frente da Assembleia. Somadas, as ações tratavam do ressarcimento de R$ 4,4 milhões. Em todas, Riva, Bosaipo e Arcanjo eram citados.

Postar um novo comentário

RUMO À APOSENTADORIA

Ex-deputado vai "arrastado" pra sala

Por 05/06/2020, 20h:02 - Atualizado: 08h atrás

ellene lima 680

Aos 65 anos e já cansadão, Eliene Lima, que voltou à sala de aula após quase 30 anos de vida pública, estava indo arrastado para o IFMT, onde é lotado como professor de matemática, até antes da pandemia. 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Juca | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 21h42
    5
    0

    Esse tem histórico de m...

  • Mário Figueiredo | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 21h31
    5
    0

    He Mato Grosso....mais um que se deu bem!!!!

  • José Eduardo | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 20h16
    5
    1

    Outro mestre da demagogia.

MORTE PREMATURA

1º exame em Adriano dá negativo para Covid-19

Por 05/06/2020, 12h:42 - Atualizado: 05/06/2020, 12h:45

adriano silva 680

O exame feito em Cáceres em Adriano Silva, que faleceu na última quarta (4), deu negativo para Covid-19.

Postar um novo comentário

PRECAUÇÃO

Governador deixa residência para fazer exame e nega viagem para SP

Por 05/06/2020, 11h:52 - Atualizado: 05/06/2020, 12h:26

mauro mendes 680

O governador Mauro Mendes, por meio da Secretaria de Comunicação, assegura que continua em casa e desmente a informação de que teria viajado a São Paulo, nesta madrugada, para continuar tratamento contra coronavírus no hospital Sírio-Libanês.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Mauro | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 21h39
    3
    1

    Num momento de dificuldades pelo qual todos nós estamos passando na minha opinião faz-se necessário todo órgão de impressa ter cuidado e checar primeiro a informação antes de divulgá-la, sob pena de produzir e publicar algo inverídico o que de nada contribui no momento atual

  • Eve | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 17h16
    22
    3

    Vocês publicaram que ele tinha viajado para Sao Paulo se tratar no Sírio. Qual é a noticia verdadeira ? Ou voces espalham FAKES NEWS?

  • fabinn | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 14h39
    30
    2

    Isso ai governador, não lhe desejo mal, porém, peço que mostre a qualidade dos hospitais públicos em Cuiabá. Por favor, não pensem errado sobre minha opinião, mas será que o governador iria para o Metropolitano? Santa Casa? Mostre que confia no serviço desses hospitais sr governador. Por favor, eu peço perdão pela fala, não desejo mal de ninguém, não estou usando a doença do governador, só uma curiosidade minha. Desejo melhoras ao nosso chefe de estado.

PROCESSO ELEITORAL

Mesmo sob pandemia, reitor da UFMT já convoca Colégio Eleitoral

Por 04/06/2020, 20h:43 - Atualizado: 04/06/2020, 20h:48

evandro ufmt 680

Mesmo com as atividades da UFMT suspensas por causa da pandemia, o reitor Evandro Soares da Silva, que já se movimenta pela recondução ao cargo, convocou reunião do Colégio Eleitoral Especial.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Antonio Carlos jaudy | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h47
    5
    1

    Quero saber quem disse que ele é candidato único? Quero saber se consulta a instituição se faz através de uma Live? Se esse pleito não tiver transparência, justiça e legalidade será motivo de demanda jurídica e responsabilização dos que não cumprirem os ditames legais. A professora Danieli Backes é também candidata e está muito bem cotada quero ver se o nome dela não irá constar da lista tríplice.

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h34
    3
    3

    Antônio, quem é você que fala em nome da UFMT? De onde parte sua informação de que os pre-candidatos retiraram sua candidatura? E esse consenso, foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h30
    3
    1

    Antônio, esse consenso foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

ANTES E DEPOIS

Prefeito de Cáceres agora elogia Adriano; pura falsidade assista

Por 04/06/2020, 15h:46 - Atualizado: 04/06/2020, 16h:43

francis maris 680

O prefeito de Cáceres Francis Maris, que desde a campanha de 2016 vinha fazendo ataques e denúncias contra Adriano Silva, gravou um vídeo, classificando o ex-adversário político de "líder", de "filho ilustre de Cáceres", para quem prestou grande serviço, seja junto à comunidade acadêmica, como professor e reitor da Unemat, seja pelos trabalhos prestados na região.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Claudomiro | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 19h00
    11
    2

    Politicamente nunca fui fã dos dois como politico, mas inoportuno e falso e esse comentário do rdnews.

  • O cara | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 17h04
    17
    1

    Adversário político não é inimigo pessoal. Cada comentário.

DESENVOLVIMENTO

Um pool de novas indústrias em Primavera; 7 anunciam fábricas

Por 04/06/2020, 12h:09 - Atualizado: 04/06/2020, 20h:57

primavera do leste vista a�rea 680

No ranking de quinta economia do Estado e com quase 100 mil habitantes, Primavera do Leste está recebendo sete novas indústrias, mesmo em meio à pandemia da Covid-19, agravada com crises sanitária e econômica em praticamente todo o mundo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 22h03
    3
    0

    A posição geográfica, sócio econômica e malha viária já conta muito como grandes atrativo, mas isso não tira o mérito da administração local. Parabéns.

  • Francisco Assis roo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 13h17
    15
    1

    é isso mesmo Léo busca emprego e renda para essa cidade bonita e pugante que vc está tendo a oportunidade de administrar não fica nessa só de fazer praça e coisa e tal igual um prefeito que eu conheço na nossa região

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2553