Blog do Romilson Cuiabá, 25 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Retrospectiva

Produção recorde de grãos e baixos rendimentos foram tônica da agricultura do Estado em 2017

Por 01/01/2018, 10h:00 - Atualizado: 01/01/2018, 10h:06

selo_retrospectiva2017

O ano não poderia ter começado melhor para os produtores rurais de Mato Grosso. A produção de grãos poderia chegar a 60 milhões de toneladas na safra 2016/2017, um recorde para o Estado. No início do ano, o otimismo tomou conta das lideranças.

Para o ex-presidente da Aprosoja, Endrigo Dalcin, a projeção de alcançar 30 milhões de toneladas de soja e milho, e 30 milhões de cabeças de gado marcaria 2017 como o "ano dos 30".

Reprodução

safra

MT conseguiu bater meta de 30 milhões de toneladas de soja em 2017

Mês após mês esta estimativa foi tomando forma, sendo que em agosto o prognóstico em relação à produção chegou a apontar para uma safra de 62 milhões de toneladas, como efetivamente aconteceu. Apesar disso, o montante inédito não se traduziu em rendimento para o produtores. Em grande parte de 2017 o setor acabou lidando com preços baixos. No caso do milho, por exemplo, foi necessária a intervenção do governo federal para escoar a produção.

Na política o setor liderou nos bastidores e às vezes publicamente com um tema recorrente. Por causa da crise econômica que afetou o país nos, pelo menos, últimos três anos, integrantes do governo estadual como o secretário de Cidades (Secid), Wilson Santos (PSDB), sugeriram por mais de uma vez o aumento da taxação em cima do agronegócio. O então secretário Gustavo Oliveira (Fazenda) chegou a admitir essa possibilidade em julho, sendo que anteriormente o presidente da AL engrossou o coro. 

Para contrapor a questão, as lideranças ruralistas foram à imprensa argumentando que a decisão não deveria ser tomada porque o agronegócio é superavitário na economia brasileira, que gera muitos empregos e do lado contrário não recebe apoio dos governos. A luta recebeu apoio de outras entidades como a Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat).

As taxações em larga escala acabaram não acontecendo. O governo estadual, contudo, acabou cobrindo o déficit em áreas como a saúde desviando recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) 2. 

Sabendo da situação e usando a bandeira da não criação de novos impostos, o produtor rural Antônio Galvan foi eleito como novo presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), em novembro. Oposição da atual gestão da entidade, que permanece até 31 de dezembro, Galvan fez duras críticas ao governo que comumente comunica que as taxações estão em pauta e ainda disse no dia da posse que combaterá a “máfia” dos classificadores de grãos.

Reprodução

galvan aprosoja

Presidente da Aprosoja Antonio Galvan critica governo e promete combater "máfia" dos classificadores de grãos

Postar um novo comentário

BENESSES DO PODER

A vida boa do presidente da AMM

Por 24/02/2020, 18h:41 - Atualizado: 24/02/2020, 18h:53

neurilan fraga 680

Neurilan Fraga, que usa em demasia a estrutura da AMM para se projetar politicamente - primeiro tentou, sem êxito, candidatura a deputado federal em 2018 e agora sonha em concorrer ao Senado -, elevou o próprio salário.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • CHIRRÃO | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 22h00
    4
    0

    SEM PRESTAR CONTA FICA DIFÍCIL!!

  • Orlando figueiredo | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 21h17
    0
    17

    Porque, só este site fala mal do competente e futuro senador Neurilan fraga? Porque será hem?

  • joana | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 18h50
    24
    0

    mais uma vergonha pro MT

SAÚDE PÚBLICA

Prefeito vistoria obra mal "acabada" da UPA Verdão e exige qualidade

Por 24/02/2020, 14h:43 - Atualizado: 24/02/2020, 14h:48

emanuel pinheiro 680

Trajando uma camisa com estampa toda colorida, típica de carnavalesco, o prefeito da Capital Emanuel Pinheiro fez uma vistoria hoje às obras da UPA Verdão. Prometeu fazer novas checagens na próxima semana, nesta fase de acabamento. Deve inaugurá-la em 9 de março.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • moreira | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 15h01
    0
    0

    moreira, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

CARNAVAL

Frevo em Chapada do alto confira

Por 24/02/2020, 10h:52 - Atualizado: 24/02/2020, 10h:53

carnaval chapada 680

A turística Chapada dos Guimarães atraiu para este Carnaval o maior número de foliões da Baixada Cuiabana. As ruas centrais foram tomadas no domingo, ainda no período vespertino, empurradas por trios elétricos e pelo tradicional bloco do Bode do Karuá.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Maria | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 11h08
    4
    0

    Tem mais carro do q gente!

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Abicalil desiste e, em carta, anuncia Barranco ao Senado veja

Por 24/02/2020, 00h:44 - Atualizado: 24/02/2020, 00h:50

valdir barranco 680

Carlos Abicalil recuou da ideia de tentar o Senado e agora defende a candidatura do deputado Valdir Barranco, de quem é assessor parlamentar.

Postar um novo comentário

MESA DA ASSEMBLEIA

Pela 1ª Secretaria, Janaína leva vantagem, mas Max joga pesado

Por 23/02/2020, 21h:01 - Atualizado: 24/02/2020, 11h:05

max russi janaina riva 680

Max Russi (PSB) e Janaína Riva (MDB), longe da convivência pública, travam uma disputa fraticida pela futura Primeira-Secretaria, segundo cargo mais importante da Mesa, por ser quem ordena despesas de um Legislativo que recebe R$ 42,2 milhões mensais de duodécimo (R$ 506,8 milhões anuais).

Postar um novo comentário

ACORDÃO

Gisela no PDT para apoiar Pivetta ao Senado e ser apoiada à prefeita

Por 23/02/2020, 18h:15 - Atualizado: 23/02/2020, 19h:27

gisela simona 680

A suplente de deputada federal Gisela Simona confirmou para Nilson Leitão (PSDB) a intenção de trocar o Pros pelo PDT.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Alice | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 17h09
    0
    0

    Alice, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Alice | Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020, 17h08
    0
    0

    Alice, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Eliana Roger | Domingo, 23 de Fevereiro de 2020, 21h51
    2
    4

    Acorda Gisela, vc só tem um pouco de votos em Cuiabá, e na VG onde voce é conhecida graças ao PROCOM, mais essas duas cidade tem apenas 600.000 eleitores, o equivalente a 25% do eleitorado de Mato Grosso, que é de cerca de 2.300.000 eleitores. Os demais MUnicipios do Interior tem 75% dos votos. Voce não ganha para o Senado nem a paú . A final vai ser o Julio Campos, versus Piveta.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2497