Blog do Romilson Cuiabá, 06 de Junho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Colniza

Chacina de 9 trabalhadores em Colniza marca ano com “guerra” por terras em Mato Grosso relembre

Por 01/01/2018, 10h:35 - Atualizado: 02/01/2018, 15h:10

selo_retrospectiva2017

Um dos casos de grande impacto em 2017 foi à chacina em Colniza (a 1.114 km de Cuiabá), onde nove pessoas foram assassinadas por conta de uma disputa de terra. O caso ocorreu em 20 de abril, na Gleba Taquaruçu do Norte, na zona rural do município.

A chacina foi cometida no dia 19 de abril e vitimou nove homens com idades entre 23 e 57 anos. Eles estavam em barracos erguidos na área rural quando foram rendidos, torturados e mortos. Dois deles foram assassinados com golpes de facão e os outros sete com tiros de espingarda calibre 12.

Por ser uma área de difícil acesso, sem sinal de telefone e celular, a polícia só foi comunicada da chacina no dia seguinte, quando testemunhas conseguiram chegar até o distrito de Guariba, também em Colniza. Inicialmente, a principal hipótese das investigações era de que os nove homicídios teriam sido cometidos a mando de fazendeiros da região por causa de uma briga por terras.

TVCA

 gleba Taquaru�u do Norte_em Colniza

9 trabalhadores perderam as vidas de forma brutal na Gleba Taquaruçu do Norte, em Colniza, em abril de 2017

Após a chacina, a secretaria estadual de Segurança Público (Sesp) montou força-tarefa para investigação do caso. Equipes de policiais civis, peritos criminais e policiais militares de batalhões especializados, como o Bope, foram enviadas ao município. Três delegados apuraram o caso.

As vítimas foram Francisco Chaves da Silva, 56, Izaul Brito dos Santos, 50, Ezequias Santos de Oliveira, 26, Samuel Antônio da Cunha, 23, Francisco Chaves da Silva, 56, Aldo Aparecido Carlini, 50, Edson Alves Antunes, 32, Valmir Rangeu do Nascimento, 55, Fábio Rodrigues dos Santos, 37, e o pastor da Assembleia de Deus, Sebastião Ferreira de Souza, 57.

Em maio o Ministério Publico Estadual (MPE) denunciou cinco acusados de participar da chacina. Segundo o MP, foram denunciados o empresário do ramo madeireiro Valdelir João de Souza, de 41 anos, apontado como mandante do crime, além do ex-sargento da Polícia Militar de Rondônia Moisés Ferreira de Souza, Ronaldo Dalmoneck, Pedro Ramos Nogueira e Paulo Neves Nogueira, sendo esses dois últimos tio e sobrinho.

Pedro Ramos e Paulo Neves estão presos preventivamente, enquanto Ronaldo está com a prisão preventiva decretada, mas ainda não foi preso. Valdelir Souza está com a prisão temporária decretada e a defesa chegou a negociar a entrega às autoridades policiais, mas isso não ocorreu. Já o ex-policial é procurado por outro crime cometido em Rondônia e, por essa razão, não teve a prisão pedida pela polícia mato-grossense.

Reprodução

chacina Colniza

População local fica chocada com assassinatos em série em gleba

Na denúncia, o MP afirma que os acusados integram um grupo de extermínio denominado “os encapuzados”, conhecidos na região como matadores de aluguel, sendo contratados para ameaçar e executar pessoas. Consta na denúncia que, no dia da chacina, Pedro, Paulo, Ronaldo e Moisés, a mando de Valdelir, teriam seguido até a Linha 15, onde as vítimas estavam.

Em outubro, o juiz Ricardo Frazon Menegucci, da Vara Única de Colniza marcou a primeira audiência de instrução sobre a chacina. Ela foi realizada às 14h de 27 de novembro. Segundo o magistrado, a audiência serviu para ouvir as testemunhas do caso, os peritos que atuaram no caso e, ao final, os réus serão interrogados.

No dia 27 um dos primeiros relatos à Justiça, foi de Darlan e Marduqueu, e duraram mais de 4h, reunindo informações do que viram no dia do crime, dos trabalhos na Associação de Pequenos e Médios Produtores de Taquaruçu do Norte, quem são os chamados “encapuzados”, e como funciona a extração de madeira na região.

Os irmãos Heliovan Gomes da Rocha e Elianei Gomes da Rocha também colaboraram com o processo no sentido de detalhar a realidade local. Por volta de 20h, o policial civil Ricardo Sanches foi ouvido porque conduziu uma das equipes de resgate dos corpos. Vítimas amarradas, com tiros que deixaram as vísceras expostas, caídas de motocicletas e degoladas com fios fizeram parte do cenário encontrado, de acordo com o depoimento.

Já no período noturno da audiência, as testemunhas de defesa Ranigleice Oliveira da Silva, Leandro Machado, Fabiano Thiel, Joacir Alves, Juraci Boa Sorte Pereira, Gilberto Dejair Camara Erbst falaram sobre os réus Valdelir João de Souza, Pedro Ramos Nogueira e Moisés Ferreira de Souza, com quem tinham relações profissionais e pessoais.

Ao fim das oitivas, houve acareação entre três testemunhas: Marduqueu, Leandro e Ranigleice por algumas divergências no depoimento, quanto à data e o local onde o acusado Pedro Ramos estava nos dias 19 e 20 de abril. Uma nova audiência está prevista para março deste ano.

Postar um novo comentário

RUMO À APOSENTADORIA

Ex-deputado vai "arrastado" pra sala

Por 05/06/2020, 20h:02 - Atualizado: 07h atrás

ellene lima 680

Aos 65 anos e já cansadão, Eliene Lima, que voltou à sala de aula após quase 30 anos de vida pública, estava indo arrastado para o IFMT, onde é lotado como professor de matemática, até antes da pandemia. 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Juca | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 21h42
    5
    0

    Esse tem histórico de m...

  • Mário Figueiredo | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 21h31
    5
    0

    He Mato Grosso....mais um que se deu bem!!!!

  • José Eduardo | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 20h16
    5
    1

    Outro mestre da demagogia.

MORTE PREMATURA

1º exame em Adriano dá negativo para Covid-19

Por 05/06/2020, 12h:42 - Atualizado: 05/06/2020, 12h:45

adriano silva 680

O exame feito em Cáceres em Adriano Silva, que faleceu na última quarta (4), deu negativo para Covid-19.

Postar um novo comentário

PRECAUÇÃO

Governador deixa residência para fazer exame e nega viagem para SP

Por 05/06/2020, 11h:52 - Atualizado: 05/06/2020, 12h:26

mauro mendes 680

O governador Mauro Mendes, por meio da Secretaria de Comunicação, assegura que continua em casa e desmente a informação de que teria viajado a São Paulo, nesta madrugada, para continuar tratamento contra coronavírus no hospital Sírio-Libanês.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Mauro | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 21h39
    3
    1

    Num momento de dificuldades pelo qual todos nós estamos passando na minha opinião faz-se necessário todo órgão de impressa ter cuidado e checar primeiro a informação antes de divulgá-la, sob pena de produzir e publicar algo inverídico o que de nada contribui no momento atual

  • Eve | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 17h16
    22
    3

    Vocês publicaram que ele tinha viajado para Sao Paulo se tratar no Sírio. Qual é a noticia verdadeira ? Ou voces espalham FAKES NEWS?

  • fabinn | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 14h39
    30
    2

    Isso ai governador, não lhe desejo mal, porém, peço que mostre a qualidade dos hospitais públicos em Cuiabá. Por favor, não pensem errado sobre minha opinião, mas será que o governador iria para o Metropolitano? Santa Casa? Mostre que confia no serviço desses hospitais sr governador. Por favor, eu peço perdão pela fala, não desejo mal de ninguém, não estou usando a doença do governador, só uma curiosidade minha. Desejo melhoras ao nosso chefe de estado.

PROCESSO ELEITORAL

Mesmo sob pandemia, reitor da UFMT já convoca Colégio Eleitoral

Por 04/06/2020, 20h:43 - Atualizado: 04/06/2020, 20h:48

evandro ufmt 680

Mesmo com as atividades da UFMT suspensas por causa da pandemia, o reitor Evandro Soares da Silva, que já se movimenta pela recondução ao cargo, convocou reunião do Colégio Eleitoral Especial.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Antonio Carlos jaudy | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h47
    5
    1

    Quero saber quem disse que ele é candidato único? Quero saber se consulta a instituição se faz através de uma Live? Se esse pleito não tiver transparência, justiça e legalidade será motivo de demanda jurídica e responsabilização dos que não cumprirem os ditames legais. A professora Danieli Backes é também candidata e está muito bem cotada quero ver se o nome dela não irá constar da lista tríplice.

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h34
    3
    3

    Antônio, quem é você que fala em nome da UFMT? De onde parte sua informação de que os pre-candidatos retiraram sua candidatura? E esse consenso, foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h30
    3
    1

    Antônio, esse consenso foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

ANTES E DEPOIS

Prefeito de Cáceres agora elogia Adriano; pura falsidade assista

Por 04/06/2020, 15h:46 - Atualizado: 04/06/2020, 16h:43

francis maris 680

O prefeito de Cáceres Francis Maris, que desde a campanha de 2016 vinha fazendo ataques e denúncias contra Adriano Silva, gravou um vídeo, classificando o ex-adversário político de "líder", de "filho ilustre de Cáceres", para quem prestou grande serviço, seja junto à comunidade acadêmica, como professor e reitor da Unemat, seja pelos trabalhos prestados na região.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Claudomiro | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 19h00
    11
    2

    Politicamente nunca fui fã dos dois como politico, mas inoportuno e falso e esse comentário do rdnews.

  • O cara | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 17h04
    17
    1

    Adversário político não é inimigo pessoal. Cada comentário.

DESENVOLVIMENTO

Um pool de novas indústrias em Primavera; 7 anunciam fábricas

Por 04/06/2020, 12h:09 - Atualizado: 04/06/2020, 20h:57

primavera do leste vista a�rea 680

No ranking de quinta economia do Estado e com quase 100 mil habitantes, Primavera do Leste está recebendo sete novas indústrias, mesmo em meio à pandemia da Covid-19, agravada com crises sanitária e econômica em praticamente todo o mundo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 22h03
    3
    0

    A posição geográfica, sócio econômica e malha viária já conta muito como grandes atrativo, mas isso não tira o mérito da administração local. Parabéns.

  • Francisco Assis roo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 13h17
    15
    1

    é isso mesmo Léo busca emprego e renda para essa cidade bonita e pugante que vc está tendo a oportunidade de administrar não fica nessa só de fazer praça e coisa e tal igual um prefeito que eu conheço na nossa região

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2553