COPA-2014

Segunda-Feira, 17 de Novembro de 2014, 16h:03 | Atualizado: 17/11/2014, 17h:49

legado da copa

Trincheirona será 1ª obra pós-Copa a ser inaugurada por Silval - veja fotos

Gabriele Schimanoski

Gabriele Schimanoski

Tendas que abrigarão o governador Silval e autoridades durante inauguração da Trincheirona nesta 3ª

Após um ano e sete meses de atraso, o governador Silval Barbosa (PMDB) vai inaugurar, nesta terça (18), a partir das 9h, a Trincheira da Jurumirim/Trabalhadores, conhecida como Trincheirona. A princípio, a maior obra de mobilidade urbana da Capital, com 960 metros de extensão, estava prevista para ser liberada em abril de 2013. Acontece que em razão de atrasos, a data foi postergada por diversas vezes, prejudicando o comércio e motoristas que trafegavam, principalmente, pela avenida Miguel Sutil.

Esta será a primeira vez que, após a realização de quatro jogos da Copa, Silval irá inaugurar uma obra. Isso porque, devido às críticas sofridas pela falta de qualidade das obras, o peemedebista preferiu ficar atrás dos holofotes. O último “legado” entregue por Silval foi a Trincheira do Verdão, em junho passado, que inclusive deverá ser o tom do discurso do governador, que deixa o cargo em 44 dias.

A cerimônia contará com a presença de secretários, senadores, deputados estaduais e federais, além do prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB). Já o governador eleito Pedro Taques (PDT) foi convidado para a inauguração, mas ainda não confirmou o comparecimento.

A demora na entrega da obra foi um dos fatores que influenciou no valor final de R$ 50,5 milhões, sendo R$ 11,3 milhões em aditivos. Inicialmente, a trincheirona estava orçada em R$ 39,2 milhões, contudo, em decorrência da remoção de interferências como adutoras de água, cabos de fibras e retirada de postos, influenciaram no atraso das obras e, por conseqüência, na elevação dos preços.

O pacote de travessia urbana é composto das obras Trincheira Jurumirim/Trabalhadores; Viaduto do Despraiado (inaugurado há um ano); Trincheira Verdão (liberada para tráfego); Viaduto Dom Orlando Chaves (também em uso desde junho); Trincheira Santa Rosa; Complexo Viário do Tijucal, que comporta viaduto já liberado para tráfego e a trincheira em construção.

Homenagem

A Trincheirona receberá o nome de José Luiz de Borges Garcia, sugestão feita e acatada pelo governador Silval Barbosa em homenagem ao pai do atual superintendente regional do Dnit, Luiz Antonio Garcia. O homenageado, que faleceu num acidente automobilístico em 1989, na Fernando Corrêa, em Cuiabá, foi presidente da Sanemat na época em que o governo estadual estava sob o comando do próprio pai Garcia Neto.

Atuou também como professor da UFMT e como diretor do Departamento Nacional de Obras e Saneamento, autarquia extinta no governo Collor. José Luiz era irmão de Carlos Antonio Borges Garcia, o Catonho, ex-presidente da Fiemt, e do empresário Robério Garcia, o Berinho, pai de Fábio Garcia, ex-secretário de Governo da Capital e eleito deputado federal.

Galeria de Fotos

Credito: Fotos: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Fotos: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Fotos: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Fotos: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Fotos: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Fotos: Gilberto Leite/Rdnews
Credito: Fotos: Gilberto Leite/Rdnews

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Maria Isaura Dias | Terça-Feira, 18 de Novembro de 2014, 09h00
    2
    2

    SEM ACOSTAMENTO! PIADA O QUE FAZEM COM O DINHEIRO PÚBLICO! JOGADO PELO RALO MESMO E NINGUEM FAZ NADA, TO VENDO PEDRO TAQUES FICAR QUIETINHO JÁ JÁ

  • João Batista Barbosa | Segunda-Feira, 17 de Novembro de 2014, 22h16
    9
    2

    A obra será inaugurada faltando o “alargamento” do Viaduto sobre a Av. CPA (Observa-se a existência de pilares para construção de duas pistas no viaduto, entretanto, como não poderia deixar de ser marca da gestão Silval, faltou a conclusão). Assim, no sentido Bosque da Saúde/Rodoviária, na saída da “trincheirona” permanece um ponto grave de conflito para os motoristas, passível de causar graves acidente no local.

  • MARCELO | Segunda-Feira, 17 de Novembro de 2014, 21h03
    1
    0

    MARCELO , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Maria Antonia | Segunda-Feira, 17 de Novembro de 2014, 20h24
    8
    1

    Os pedrestes novamente foram esquecidos, em nenhum local foi construído passarelas. Fica ruim ate para os motoristas a falta de passarelas para os pedrestes. Esta faltando a arborização, só vejo local destinados a arborização, mas nenhuma arvore foi plantada. Falta terminar o canteiro que dá acesso ao Jardim Leblon, ainda tem muitos blocos amarelos em locais que foram abertos como desvios.

  • Zé Poxoréo | Segunda-Feira, 17 de Novembro de 2014, 19h15
    4
    1

    Além do atraso essas obras pecam pela falta de inteligência e humanização, vejam a foto 2/7, de tão estreitas, se duas pessoas tiverem que passar na calçadas ao mesmo tempo uma delas fatalmente terá que pisar na terra ou na pista! Casalsinho de mãos dadas então nem pensar! Essa obra consumiu quase 40 milhões e vão ter coragem de entregar para a população com a rede elétrica caida daquele jeito. Que feio hein!

  • Hans Mayer | Segunda-Feira, 17 de Novembro de 2014, 18h01
    8
    1

    Não vi uma faixa ou passarela para pedestres; não houve a preocupação com ciclovia. Uma obra feita nas coxas, sem planejamento nenhum.

  • Luiz de Mello e Souza | Segunda-Feira, 17 de Novembro de 2014, 17h32
    9
    1

    Ja é alguma coisa,porém quero também alertar o Sr.Governador,que ainda está faltando a conclusao da iluminçao,no trecho que compreende da trincheira ate o viaduto da Fernando Correa......Sem contar os canteiros que nao foram refeitos,e isso está no custo da obra!!!

  • IVAN NUNES | Segunda-Feira, 17 de Novembro de 2014, 17h02
    1
    11

    PARABÉNS SILVAL BARBOSA ESSA OBRA FICOU LINDA...NOTA 10 ....

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.