COPA-2014

Segunda-Feira, 22 de Junho de 2015, 14h:42 | Atualizado: 23/06/2015, 10h:20

HERANÇA SILVAL

Prazo se encerra, Governo e empresa aguardam Justiça sobre obra do VLT

O prazo para entrega de documentos, planilhas e planos de trabalho, relacionados às obras do Veículo Leve sobre Trilhos, encerrou neste domingo (21) e agora Governo e empresa aguardam um posicionamento da Justiça Federal sobre nova audiência conciliatória.

Camila Cervantes

vagao_vlt_galeria_interna.jpg

VLT deveria estar pronto antes da Copa. Agora novo prazo para entrega do modal é até 2018

A secretaria estadual de Cidades (Secid) ficou responsável por apresentar o plano de desapropriação e de pagamento ao Consórcio VLT. De acordo com informações da assessoria, os documentos seriam entregues ainda hoje (22), já que o prazo encerrou no fim de semana.

A assessoria do consórcio, por sua vez, informou que o cronograma da obra foi entregue, assim como todos os outros documentos exigidos em abril, pela juíza Federal Vanessa Curti Perenha Gasques, responsável por intermediar a primeira audiência.

A magistrada acatou ainda a justificativa do Consórcio VLT Cuiabá/Várzea Grande e suspendeu a cobrança da multa no valor de R$ 148 milhões cobrada pelo Governo devido à má-qualidade das obras apontada pela Controladoria Geral do Estado (CGE).

A questão passou a ser judicializada e, enquanto o Executivo estadual cobra multa, o consórcio exige o pagamento de R$ 160 milhões por débitos deixados pela gestão passada. A empresa suspendeu o contrato ainda no ano passado devido aos atrasos nos pagamentos. 

O cronograma apresentado pelo Consórcio VLT, em maio deste ano, prevê a conclusão da obra em 33 meses, dividida em três fases. Com isso a conclusão total seria somente em setembro de 2018, ou seja, com mais de quatro anos de atraso do previsto inicialmente no contrato, feito por meio do Regime Diferenciado de Contratação (RDC).

Consórcio VLT entrega cronograma com 3 fases para término do modal

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

Prefeito, efeito pandemia e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Mesmo com o poderio da máquina, considerada preponderante para cooptar partidos e aliados por causa da oferta de cargos e do assistencialismo, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, terceira em população e segunda no ranking da economia estadual, terá muitos...

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

Wellington tem 47 lotados no Senado

wellington 400 curtinha   Com dois meses e meio na cadeira de senador, Carlos Fávaro tem hoje 18 assessores lotados no gabinete, muito aquém do quadro dos colegas Jayme Campos e Wellington Fagundes. O chefe de gabinete de Fávaro é o advogado Irajá Rezende de Lacerda, filho do primeiro-suplente Zé Lacerda....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.