Shows

Domingo, 30 de Abril de 2017, 13h:40 | Atualizado: 30/04/2017, 21h:48

No Sesi Papa

Atrações nacionais animam festa do trabalhador na Capital - confira fotos


Especial para o Rdnews

Mário Okamura

festa do trabalhador

Milhares de pessoas lotam o Sesi Papa e cantam sucessos de Rick e Giovani e Fernando e Sorocaba

Milhares de pessoas prestigiaram a festa do dia do Trabalhador no Memorial Papa João Paulo II – o Sesi Papa, em Cuiabá, neste sábado.

O evento é promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), sob Jandir Milan que, ao anunciar sorteio de prêmios (carro, moto e dinheiro), citou a crise econômica e política vivida pelo país. “Não podemos desanimar”, disse Milan, ao falar, por poucos segundos, sobre a importância do setor ajudar o país. Depois, a festa foi retomada.

No local, foi montada uma mega estrutura com praça de alimentação, estacionamentos, banheiros químicos, camarotes, área vip e pista. E, milhares de pessoas, puderam curtir atrações regionais, como Gero Neto, além de cantar os sucessos das duplas Rick e Giovani e Fernando e Sorocaba.

A segurança do local foi reforçada com pessoas da iniciativa privada  e com policiais militares. Até mesmo a cavalaria e amarelinhos foram escalados, mas a festa transcorreu com tranquilidade.

Dois palcos foram montados e imprimiram agilidade às apresentações. Das atrações nacionais, a primeira a se apresentar foi a dupla Rick (antes da dupla Rick e Rener) e Giovani, que cantava ao lado do irmão Gian. Ambos abriram o show dizendo que o projeto reúne Dois Corações.

Perguntados sobre como farão, já que eram a primeira voz em suas antigas formações, eles ponderam que vão se alternar nas duas funções. Ressaltam que trata-se da união de dois cantores com uma mesma proposta musical e apostam no sucesso da empreitada.

A playlist do show de Rick e Giovani mescla sucessos de ambos e fizeram o público viajar no tempo. Logo na abertura, os cantores agradeceram a presença de todos e contaram que Cuiabá é a primeira cidade do Brasil a assistir o show Dois Corações.

Rick e Giovani subiram ao palco por volta das 23h e a apresentação durou cerca de 1h20. Fernando e Sorocaba cantaram logo em seguida. A apresentação começou às 1h e terminou às 3h. E a dupla deu um espetáculo. Apareceu no  teto do palco, cheio de efeitos especiais.

Eles surpreenderam a plateia. Sorocaba, por exemplo, fez questão de ficar mais perto do público e surgiu tocando violão no meio do povo. Ele chegou até a subir na estrutura da mesa de som localizada à frente do palco.

Galeria: Festa do trabalhador

Também usou a sua conhecida bolha transparente e passeou impulsionado pelas mãos dos presentes. Fernando contou que morou em Cuiabá, no Bairro Lixeira, elencou os lugares que costumava frequentar. Chamaram um fã, que toca violão, no palco. Depois, cederam o microfone e o fizeram cantar. Depois, ele foi presenteado com o violão.

Festa

O evento é o maior do Estado em comemoração ao Dia do Trabalhador e já recebeu mais de um milhão de pessoas, desde a primeira edição, em 2008. Em 10 edições, a festa já passou por Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Cáceres e Sinop e animou o público com atrações nacionais como Zezé di Camargo e Luciano, Rio Negro e Solimões, João Neto e Frederico, Michel Teló, Victor e Léo, Grupo Revelação, Exaltasamba, Guilherme e Santiago, Gino e Geno, Ouro Preto e Boiadeiro, Fundo de Quintal, Banda Bonde do Forró, Calypso, César Menotti e Fabiano e Renato Teixeira. O recorde de espectadores foi registrado em Cuiabá, com mais de 100 mil pessoas. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Pleno escolhe novo desembargador

carlos alberto 190 curtinha tj   Nesta 5ª (27) o Pleno do Tribunal de Justiça, sob Carlos Alberto Alves, define quem vai assumir a vaga deixada pela desembargadora aposentada Cleuci Terezinha Chagas, que deixou o Pleno em janeiro. Ao total, 24 magistrados, da primeira quinta parte dos mais antigos lotados na Entrância Especial,...

Retorno e convidados de Rondonópolis

adilton sachetti curtinha   Apesar de ter se casado com Lidiane Campos longe de Rondonópolis, onde foi prefeito e pretende concorrer de novo ao mesmo posto, Adilton Sachetti fez questão de prestigiar dezenas de rondonopolitanos entre os 250 que receberam convite especial à festa matrimonial, realizada sábado, na pousada...

Prefeitos e dinheiro público com shows

marquinhos do dede curtinha   Algumas prefeitos estão aproveitando datas comemorativas, como o aniversário de seus municípios, para promover farra artística com dinheiro público. Em Paranatinga, por exemplo, o prefeito Marquinhos do Dedé (foto) autorizou gastar R$ 115 mil em dois shows dentro da...

Possível duelo entre Pátio e Sachetti

Em 2008, Adilton Sachetti (foto) era prefeito de Rondonópolis e, com a máquina a seu favor, tentou a reeleição e, mesmo assim, foi derrotado por Zé do Pátio. No próximo ano, 12 anos depois, os dois devem se enfrentar de novo nas urnas. Agora em posições inversas. Pátio, com o controle da máquina, buscará novo mandato. E Sachetti, pela oposição, pretende reconquistar a prefeitura para resgatar...

Situação de emergência na MT-100

As péssimas condições de trafegabilidade da MT-100, agravadas por ingerências e irresponsabilidade de empreiteiras que fizeram obras pela metade, levaram o governo estadual a decretar situação de emergência no trecho entre Torixoréu e Pontal do Araguaia e sob interferência da Defesa Civil. Com isso, está sendo possível executar obras paliativas sem licitação, uma forma de amenizar o transtorno,...

Após governador, prefeito vai à Bolívia

francis maris curtinha   Duas semanas depois do governador Mauro e dois secretários terem ido à Bolívia tratar da comercialização do gás e do fornecimento de ureia para MT, o prefeito de Cáceres Francis Maris (foto) e sua vice Eliene Liberato vão fazer igual. Ambos ficarão 10 dias em...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.