Shows

Sexta-Feira, 04 de Agosto de 2017, 08h:37 | Atualizado: 05/08/2017, 07h:58

Cerrado Fuzz Festival traz o melhor do rock autoral para Mato Grosso - fotos


Especial para o Rdnews

Carlos Buiú

Cerrado Fuzz

Hottel Casablanca, de Cuiabá, será uma das atrações do Cerrado Fuzz, em Rondonópolis

Dois amantes de rock and roll de Rondonópolis, Fernando Rodrigues e Ricardo Amorim, com o intuito de movimentar a cena de rock autoral na cidade e no Estado, criaram em 2015 o Cerrado Fuzz Festival, que neste dia 19 de agosto completa sua terceira edição. Apostando em bandas do circuito nacional e estadual, o festival vem ganhando espaço e atraindo um público cada vez maior.

Segundo os organizadores do evento, a ideia é fomentar o trabalho de bandas que apostam na música autoral e assim movimentar toda essa cena musical.

Em todas as edições, a dupla dá voz para bandas que já se inseriram musicalmente no cenário nacional e para várias de Mato Grosso, Rondonópolis inclusa. “Nunca deixamos de fora bandas locais, porque queremos fomentar o rock de Mato Grosso e da cidade”, dizem.

Já tocaram no Cerrado Fuzz Festival bandas como Muñoz, de Minas Gerais, conhecidos inclusive fora do país. Maquinários, de Santa Catarina, The Galo Power, um dos grandes nomes do rock de Goiás. Sem deixar de fora os mato-grossenses do Fuzzly, uma das mais conhecidas bandas de stoner rock do Brasil, e Sr. Infame, ambas de Cuiabá. Também já estiveram por lá Terras Paralelas, de Primavera do Leste, e os rondonopolitanos do Velhos Jovens, Jam Sessions, Remnants e Doutor Rock.

Galeria: Cerrado Fuzz Festival

Para a terceira edição, que acontece no dia 19 de agosto, na Chácara Mocó, a partir das 15h, o público vai contar com a apresentação de cinco bandas: Necro, de Maceió (AL), Overfuzz, de Goiânia (GO), Hottel Casablanca, de Cuiabá, e Electric Void e Remorse, de Rondonópolis.

Necro é sucesso nacional de crítica, especialmente pelo seu último CD, Adiante. Na estrada desde 2009, a banda é formada por Lillian Lessa (baixo, guitarra, voz), Pedro Ivo Salvador (guitarra, baixo, voz), Thiago Alef (bateria). Com uma sonoridade única que chama a atenção, Necro passeia entre o hard rock dos 70, a psicodelia e o rock progressivo.

Divulgação

Cerrado Fuzz

Overfuzz, de Goiás, é outra das atrações da terceira edição do Cerrado Fuzz Festival

Sobre Adiante, a banda fala que se pode dizer que a sonoridade ficou diferente, por conta da maior liberdade de arranjos, as letras em português e a gravação com mais qualidade. “Mas acreditamos que no centro de tudo ainda mantivemos a mesma identidade sonora. De todo modo, buscamos sempre coisas novas, então um disco nosso nunca será parecido com o anterior”, afirmam os integrantes.

Outro sucesso de crítica e público, Overfuzz teve o primeiro álbum, Bastard Sons Of Rock 'n' Roll, incluído entre os 50 melhores lançamentos nacionais de 2015 pela crítica, ficando em 15º lugar. Segundo eles, o álbum tem aquela pegada entre Motorhead e Black Sabbath e, mesmo se arriscando nessa linha tênue, tem identidade própria.

O power trio, formado por Bruno Veiga (guitarra e vocal), Bruno Andrade (baixo) e Victor Ribeiro (bateria), fez, em 2016, 56 shows em nove estados brasileiros. Em julho e agosto deste ano, o trio já tem aparições marcadas em mais de 14 cidades pelo país, incluindo Rondonópolis.

Eles estão preparando um material ao vivo no Family Mob, em São Paulo (SP) e compondo novas músicas que entrarão não só no material ao vivo como em um segundo CD que está sendo preparado para ser lançado no final deste ano.

Cuiabanos, os integrantes do Hottel Casablanca formaram a banda no início de 2016 e tem Nicole Ribeiro (voz e piano), Yuri Missawa (guitarra), Thiago Araújo (baixo) e Marcus Tubarão (bateria). Com uma sonoridade que inclui rock alternativo, rock clássico e música eletrônica, o Hottel Casablanca traz um misto de gêneros musicais.

Este ano a banda lançou seu primeiro EP, intitulado Like a Monster in a Black Hole e, segundo os integrantes, foi gravado em dois dias, contando com a colaboração de muitas pessoas. De acordo com eles, o EP tem uma curiosidade, pois cada faixa tem a assinatura de um produtor diferente. “Quando lançamos nosso primeiro single, Not Today, surgiram propostas de vários produtores, então pensamos em trabalhar com vários. Logo, oferecemos um faixa para cada um mixar, masterizar e assinar”, conta Nicole.

Cinco bandas estarão nesta edição: Necro (AL), Overfuzz (GO), Hottel Casablanca, Electric Void e Remorse (MT)

De Rondonópolis, Electric Void foi criada ainda este ano. Formada por Vinicius Rangel (bateria), Caio Cézar (baixo e voz) e Leonardo Pimentel (guitarra), o trio tem influências do rock clássico e stoner rock e toca desde covers até suas composições autorais. Mesmo com pouco tempo de estrada, a banda tem identidade própria e vem atuando na cena rock local e regional.

Também de Rondonópolis, tem os cascudos do Remorse, banda formada por Luiz Henrique (guitarra e voz), Márcio Hister (guitarra), Élvio Couto (baixo) e Alecsandro Fachini (bateria). Com 25 anos de existência, a banda lançou seu primeiro CD-demo em 1996, Next Being, e continua na estrada deste então. No último ano, o Remorse também lançou seu videoclipe de trabalho, Pacha Mama.

Confira, abaixo, alguns vídeos

Necro

Overfuzz

Hottel Casablanca

Remorse 

Remorse

Para mais informações, visite a página do Cerrado Fuzz Festival no Facebook.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Juca e aval do prefeito a projeto social

juca do guaran� curtinha 400   Juca do Guaraná Filho (foto), do Avante, conseguiu sensibilizar o prefeito Emanuel Pinheiro a apresentar uma mensagem à Câmara isentando do pagamento de IPTU os portadores de câncer e HIV. O  projeto foi apresentado originalmente na Câmara Municipal da...

Supremo enterra pedido contra Maluf

maluf_400   A 1ª Turma do STF enterrou de vez um pedido do advogado Waldir Caldas (Novo), ex-candidato ao Senado, que tentava revogar os atos que conduziram o ex-deputado Guilherme Maluf (foto) a uma cadeira no Tribunal de Contas. Caldas queria, ele próprio, ter a chance de ser indicado ao cargo, que era de prerrogativa da Assembleia. O...

Rosana reassume Sinop na quinta

gilson de oliveira 400 curtinha sinop   Pela segunda vez, o apresentador de TV Gilson de Oliveira (foto), do MDB, comanda temporariamente Sinop, a chamada capital do Nortão. A prefeita e empresária Rosana Martinelli saiu de licença não remunerada por 12 dias para cuidar de assuntos pessoais. Viajou aos Estados Unidos....

Vereador induzindo as pessoas ao erro

diego guimaraes curtinha 400   O vereador oposicionista pela Capital Diego Guimarães (foto), do PP, está induzindo a erro às pessoas. Mesmo o prefeito Emanuel já tenho anunciado que vetará a proposta da Câmara Municipal de aumentar o seu próprio salário, uma forma de criar o efeito cascata e...

Quitados atrasados da gestão Taques

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes comemora o fato de estar fechando os 10 primeiros meses de mandato já tendo conseguido, mesmo sob crise financeira e uma série de medidas austeras para equilibrar as contas públicas, regularizar todos os pagamentos aos municípios de 2018 empurrados para sua...

Tangará, os indecisos e PSL com Caio

caio 400 tangara da serra curtinha   Em Tangará da Serra, até agora ninguém sabe para onde vão alguns partidos, como PTB, PL (ex-PR), Pros e DC. Há uma chance de que estes, que outrora foram importantes na cidade, nem lancem candidatos a vereador, principalmente porque não possuem nomes suficientes para...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.