Shows

Sexta-Feira, 04 de Agosto de 2017, 08h:37 | Atualizado: 05/08/2017, 07h:58

Cerrado Fuzz Festival traz o melhor do rock autoral para Mato Grosso - fotos


Especial para o Rdnews

Carlos Buiú

Cerrado Fuzz

Hottel Casablanca, de Cuiabá, será uma das atrações do Cerrado Fuzz, em Rondonópolis

Dois amantes de rock and roll de Rondonópolis, Fernando Rodrigues e Ricardo Amorim, com o intuito de movimentar a cena de rock autoral na cidade e no Estado, criaram em 2015 o Cerrado Fuzz Festival, que neste dia 19 de agosto completa sua terceira edição. Apostando em bandas do circuito nacional e estadual, o festival vem ganhando espaço e atraindo um público cada vez maior.

Segundo os organizadores do evento, a ideia é fomentar o trabalho de bandas que apostam na música autoral e assim movimentar toda essa cena musical.

Em todas as edições, a dupla dá voz para bandas que já se inseriram musicalmente no cenário nacional e para várias de Mato Grosso, Rondonópolis inclusa. “Nunca deixamos de fora bandas locais, porque queremos fomentar o rock de Mato Grosso e da cidade”, dizem.

Já tocaram no Cerrado Fuzz Festival bandas como Muñoz, de Minas Gerais, conhecidos inclusive fora do país. Maquinários, de Santa Catarina, The Galo Power, um dos grandes nomes do rock de Goiás. Sem deixar de fora os mato-grossenses do Fuzzly, uma das mais conhecidas bandas de stoner rock do Brasil, e Sr. Infame, ambas de Cuiabá. Também já estiveram por lá Terras Paralelas, de Primavera do Leste, e os rondonopolitanos do Velhos Jovens, Jam Sessions, Remnants e Doutor Rock.

Galeria: Cerrado Fuzz Festival

Para a terceira edição, que acontece no dia 19 de agosto, na Chácara Mocó, a partir das 15h, o público vai contar com a apresentação de cinco bandas: Necro, de Maceió (AL), Overfuzz, de Goiânia (GO), Hottel Casablanca, de Cuiabá, e Electric Void e Remorse, de Rondonópolis.

Necro é sucesso nacional de crítica, especialmente pelo seu último CD, Adiante. Na estrada desde 2009, a banda é formada por Lillian Lessa (baixo, guitarra, voz), Pedro Ivo Salvador (guitarra, baixo, voz), Thiago Alef (bateria). Com uma sonoridade única que chama a atenção, Necro passeia entre o hard rock dos 70, a psicodelia e o rock progressivo.

Divulgação

Cerrado Fuzz

Overfuzz, de Goiás, é outra das atrações da terceira edição do Cerrado Fuzz Festival

Sobre Adiante, a banda fala que se pode dizer que a sonoridade ficou diferente, por conta da maior liberdade de arranjos, as letras em português e a gravação com mais qualidade. “Mas acreditamos que no centro de tudo ainda mantivemos a mesma identidade sonora. De todo modo, buscamos sempre coisas novas, então um disco nosso nunca será parecido com o anterior”, afirmam os integrantes.

Outro sucesso de crítica e público, Overfuzz teve o primeiro álbum, Bastard Sons Of Rock 'n' Roll, incluído entre os 50 melhores lançamentos nacionais de 2015 pela crítica, ficando em 15º lugar. Segundo eles, o álbum tem aquela pegada entre Motorhead e Black Sabbath e, mesmo se arriscando nessa linha tênue, tem identidade própria.

O power trio, formado por Bruno Veiga (guitarra e vocal), Bruno Andrade (baixo) e Victor Ribeiro (bateria), fez, em 2016, 56 shows em nove estados brasileiros. Em julho e agosto deste ano, o trio já tem aparições marcadas em mais de 14 cidades pelo país, incluindo Rondonópolis.

Eles estão preparando um material ao vivo no Family Mob, em São Paulo (SP) e compondo novas músicas que entrarão não só no material ao vivo como em um segundo CD que está sendo preparado para ser lançado no final deste ano.

Cuiabanos, os integrantes do Hottel Casablanca formaram a banda no início de 2016 e tem Nicole Ribeiro (voz e piano), Yuri Missawa (guitarra), Thiago Araújo (baixo) e Marcus Tubarão (bateria). Com uma sonoridade que inclui rock alternativo, rock clássico e música eletrônica, o Hottel Casablanca traz um misto de gêneros musicais.

Este ano a banda lançou seu primeiro EP, intitulado Like a Monster in a Black Hole e, segundo os integrantes, foi gravado em dois dias, contando com a colaboração de muitas pessoas. De acordo com eles, o EP tem uma curiosidade, pois cada faixa tem a assinatura de um produtor diferente. “Quando lançamos nosso primeiro single, Not Today, surgiram propostas de vários produtores, então pensamos em trabalhar com vários. Logo, oferecemos um faixa para cada um mixar, masterizar e assinar”, conta Nicole.

Cinco bandas estarão nesta edição: Necro (AL), Overfuzz (GO), Hottel Casablanca, Electric Void e Remorse (MT)

De Rondonópolis, Electric Void foi criada ainda este ano. Formada por Vinicius Rangel (bateria), Caio Cézar (baixo e voz) e Leonardo Pimentel (guitarra), o trio tem influências do rock clássico e stoner rock e toca desde covers até suas composições autorais. Mesmo com pouco tempo de estrada, a banda tem identidade própria e vem atuando na cena rock local e regional.

Também de Rondonópolis, tem os cascudos do Remorse, banda formada por Luiz Henrique (guitarra e voz), Márcio Hister (guitarra), Élvio Couto (baixo) e Alecsandro Fachini (bateria). Com 25 anos de existência, a banda lançou seu primeiro CD-demo em 1996, Next Being, e continua na estrada deste então. No último ano, o Remorse também lançou seu videoclipe de trabalho, Pacha Mama.

Confira, abaixo, alguns vídeos

Necro

Overfuzz

Hottel Casablanca

Remorse 

Remorse

Para mais informações, visite a página do Cerrado Fuzz Festival no Facebook.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Recuo do DEM e agora no Republicano

gabriel guilherme 400 curtinha   O DEM terá de excluir da lista de pré-candidatos a vereador pela Capital o nome do jovem Gabriel Guilherme (foto), de 22 anos. Ele optou por se filiar ao Republicano. Lotado na Assembleia como assistente da Secretaria de Orçamento e Finanças e filho do ortopedista Paulo Fonseca...

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.