RETROSPECTIVA 2020

Quinta-Feira, 31 de Dezembro de 2020, 09h:45 | Atualizado: 02/01/2021, 10h:12

Pandemia barra torcedor de ir a estádios apoiar o Cuiabá, em ano histórico do time

AssCom Dourado

Arena Pantanal

A Confederação Brasileira de Futebol suspendeu a presença do público nos estádios brasileiros em março, afim de evitar propagação do novo coronavírus

A campanha do Cuiabá Esporte Clube em 2020 poderia ter sido ainda melhor, caso o clube tivesse contado com o apoio de sua torcida nos estádios. O Dourado fez uma temporada histórica neste ano, a qual não pôde contar com a ajuda dos torcedores nas arquibancadas dos estádios - após veto da CBF em Março, por conta da da pandemia da Covid-19. A reportagem do conversou com torcedores e com o vice-presidente do Dourado para saber como essa restrição de público atingiu ambas partes.

Pedro Henrique Santos Arcanjo, de 23 anos, é torcedor fanático do Cuiabá há três anos. O cuiabanista, que é um dos diretores da torcida organizada Raça Cuiabana, conversou com a reportagem do e destacou a imensa saudade que tem em apoiar o Dourado na Arena Pantanal. O jovem citou ainda que a sensação de torcer de casa, pela televisão, não é a mesma quando está nas arquibancadas.

 

Reprodução

Pedro Henrique Santos Arcanjo

Pedro Henrique Santos Arcanjo na Arena Pantanal, em Cuiabá, em 2019

"É muito ruim, porque não tem emoção e não sentimos aquele arrepio que só torcedores de verdade sentem. A sensação de impotência é muito grande, porque lá dentro parece que tem aquela força, e outra, com a torcida presente, o jogador se sente mais à vontade e impulsionado”, disse.

Já Vinícius Oliveira, membro da torcida organizada Fúria Cuiabá, também falou sobre os impactos e as novas formas que teve de arrumar para ajudar o Dourado na temporada. Torcedor desde 2011, ele afirmou ser um torcedor fanático do Cuiabá, pois frequentava todos os jogos na Arena.

“O Impacto foi enorme, mudou totalmente minha rotina como torcedor, de uma hora para a outra ter que acompanhar só pela televisão, sendo que eu sou acostumado a ir em todos os jogos há anos. Desde 2011 eu sou torcedor do Cuiabá, e membro da torcida organizada, desde 2017. Agora, as principais formas de apoio no momento está sendo as redes sociais” contou.

Impactos

Segundo o vice-presidente do Cuiabá, Cristiano Dresch, a pandemia do coronavírus trouxe alguns impactos para o Cuiabá. Além dos surtos de Covid no elenco, o clube mato-grossense também viu o número dos seus sócios torcedores despencar após a proibição de público nos estádios, acarretando diretamente no setor financeiro da equipe esportiva.

AssCom Dourado

Arena Pantanal

“Nosso sócio torcedor caiu nesse período, quando chegamos a ter 4.500 e agora estamos com apenas 1000. Foi uma queda grande em função da proibição do acesso, mas mesmo assim, tivemos um bom número de torcedores que renovaram e fizeram o plano novo, mesmo sabendo que não teriam direito a entrada no estádio”, disse.

Quanto ao público nos estádios, Cristiano ressaltou que a torcida é uma peça fundamental para o time, a qual está fazendo muita falta. Além disso, Drech acredita que a CBF deveria liberar as praças esportivas para o público, uma vez que, segundo ele, muitos lugares estão realizando eventos com casas de shows lotados e sem nenhum tipo de cuidado contra a doença.

“A torcida tem feito muita falta. Essa questão de público é muito controversa, porque já poderia ter flexibilizado. Vemos aí eventos em casas de shows lotados, cheio de gente e sem nenhum tipo de cuidado, mas no estádio que é um lugar aberto, muito grande, não poder receber público. Hoje eu concordo 100% da importância do distanciamento social, mas vejo muita controversa em relação alguns setores”, concluiu.

AssCom Dourado

Cuiab� EC

Temporada brilhante

Ao todo, o Cuiabá disputou três competições em 2020. Pela Série B do Campeonato Brasileiro, o time mato-grossense competiu (31) jogos, com 14 vitórias, oito empates e nove derrotas. Foram 37 gols marcados e 31 sofridos. O Dourado é considerado o melhor mandante da segundona, com nove triunfos, cinco placares iguais e apenas um revés sofrida na Arena Pantanal.

 

O Dourado também fez história na Copa do Brasil deste ano, quando pegou o Botafogo já nas oitavas de final. No jogo de ida, bateu os cariocas por 1 a 0 no Rio de Janeiro. Na decisão, o Cuiabá conseguiu segurar a pressão do Alvinegro, quando manteve o placar igual de 0 a 0 que resultou na eliminação do Fogão.

Nas quartas de final, o confronto foi contra o Grêmio. O time cuiabano sofreu duas derrotas no placar de 2 a 0, e acabou sendo eliminado da competição nacional. No primeiro jogo contra os gaúchos, o time cuiabano teve que enfrentar um outro problema – a saída do técnico Marcelo Chamusca, mas logo em seguida, a diretoria anunciou o ex-técnico do Paraná, Allan Aal, de 41 anos.

Já pelo Campeonato Mato-grossense, Cuiabá foi eliminado nas quartas de final pelo Luverdense, após sofrer derrota em casa no mesmo placar de 2 a 0 que havia aplicado no Verdão, em Lucas do Rio Verde.

AssCom Dourado

Arena Pantanal

Arena Pantanal, em Cuiabá. Em 2020, torcedores apaixonados por futebol não puderam apoiar o time do coração nos estádios por conta do coronavírus

Após as eliminações do Estadual e da Copa do Brasil, o time voltou suas atenções para o objetivo principal na Série B – se juntar à elite do futebol no ano que vem. Mas as coisas não andaram conforme planejado, uma vez que, alguns problemas começaram a surgir no clube, como lesões de jogadores, surto de Covid-19 no elenco, além da saída do técnico, que resolveu comandar o Fortaleza.

A saída de Chamusca pode ter sido um dos fatores principais quanto a queda do desempenho do Cuiabá na Série B. O time que chegou a liderar a competição por várias rodadas no primeiro turno, mas teve momentos de oscilações na no segundo turno. Atualmente, o Dourado ocupa a 3ª colocação na segunda divisão, com 56 pontos conquistados. Cuiabá é um forte candidato para subir à Série A do ano que vem.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Guilherme Pereira CPA II | Sábado, 02 de Janeiro de 2021, 10h26
    1
    0

    PARABÉNS CUIABÁ, RUMO A SÉRIE A!

  • Milton Desocupado PEDRA Preta | Quinta-Feira, 31 de Dezembro de 2020, 12h21
    1
    4

    Tomara que não vá para primeira divisão. Cuiabanos são sem educação, andam sem máscara. Merecem borracha .

Mauro, desgastes e projeto à reeleição

mauro mendes curtinha   Não há como negar que o governo Mauro Mendes (foto) enfrenta forte desgaste por causa das medidas restritivas de combate à Covid e, principalmente, devido à exigência da sociedade de maior investimento e planejamento na Saúde. Por mais que o Executivo divulgue feitos e liste...

Thiago, respaldo da igreja e reeleição

thiago silva _curtinha_400   O deputado estadual Thiago Silva (foto) começa a labuta pela reeleição e não terá uma tarefa fácil pela frente. Thiago faz parte do grupo da Assembleia de Deus, que sempre prioriza o colega de Parlamento Sebastião Rezende, que vai tentar o sexto mandato. Curiosamente,...

2 suplentes já estreiam em Cuiabá

alex rodrigues 400   Com menos de quatro meses de mandato, dois dos 25 vereadores cuiabanos reeleitos no ano passado já pediram licença para abrir espaço a suplentes. Diego Guimarães (Cidadania) se afastou por 30 dias. Em sua cadeira está Maysa Leão, do mesmo partido. Marcrean Santos (PP) pediu afastamento...

Governista 2 e o desafio da reeleição

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), que conseguiu retornar à Assembleia "sangrando" nas urnas de 2018, impactado pelo desgaste pela defesa intransigente do Governo Pedro Taques, se prepara para atravessar outro purgatório no próximo ano, em busca de mais um mandato. O deputado tucano carrega desgaste...

Nobres chora a morte de ex-prefeito

flavio dalmolin 400   A pequena e turística Nobres, de 16 mil habitantes, parou neste Feriado de Tiradentes em comoção pela morte, por Covid-19, do ex-prefeito Flávio Dalmolin (foto). Um cortejo percorreu ruas e avenidas, parou em frente ao estádio municipal Balizão e à prefeitura, onde...

Derrotado ensaia disputa ao Governo

reinaldo morais 400 curtinha   O empresário Reinaldo Morais (foto), o rei dos porcos, está disposto a gastar mais uns milhões com nova candidatura majoritária, agora para governador. No ano passado, concorreu ao Senado e obteve votação decepcionante. Foi o penúltimo colocado numa corrida com 11...