Blog do Romilson Cuiabá, 23 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA-2009

Campanha pró-Copa une Maggi e Wilson


Políticos se juntam a milhares de pessoas, na praça 8 de Abril, para comemorar escolha de Cuiabá 

Em 2009, o fanatismo pelo futebol e a rivalidade com Campo Grande foram as únicas ações que uniram politicamente o governador Blairo Maggi (PR) e o prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB). Ao contrário da confusão sobre as obras do PAC, motivo de ferrenhas trocas de farpas entre tucanos e republicanos, a luta para emplacar Cuiabá como uma das sedes do Mundial de 2014 motivou o tucano a se colocar à disposição do governo para auxiliar nas obras de infraestrutura exigidas pela Fifa.

   Tanto o tucano como Maggi demonstraram descontentamento com as críticas da imprensa à falta de leitos nos hospitais e de condições de trafegabilidade nas ruas e avenidas da Capital. Também se uniram contra o governador sul-mato-grossense André Puccinelli (PMDB), que sempre ressaltava em entrevistas os pontos negativos do Estado vizinho. A disputa entre Cuiabá e Campo Grande reativou a rivalidade dos anos 1970, quando houve a divisão territorial do Estado.

     Minutos após o anúncio da escolha de Cuiabá, Wilson Santos respondeu às críticas de Puccinelli. Do palanque, o prefeito declarou: "o governador de Mato Grosso do Sul e o prefeito de Campo Grande (Nelson Trad) devem estar chupando uma bela manga bourbon cuiabana". Em seguida, o governador emendou: “Enquanto eles se preocupavam em nos criticar, nós trabalhávamos”. A comemoração pela escolha de Cuiabá levou milhares de pessoas às ruas, principalmente do CPA e nas proximidades da praça 8 de Abril, em frente ao restaurante Choppão.

   Maggi já liberou R$ 14,2 milhões para a empresa GCP Arquitetura Ltda elaborar o projeto de reestruturação e reforma do novo estádio Governador José Fragelli, o Verdão, dentro dos preparativos para Cuiabá sediar a Copa do Mundo daqui a cinco anos. A empresa ficou responsável por definir e elaborar todas as questões para a reforma, como, por exemplo, estudo de solo, parte elétrica, hidráulica e de engenharia. Após a entrega do relatório, o projeto será licitado e a empresa vencedora será incumbida apenas de executar as obras. Um outro contrato fechado pelo governo refere-se à empresa Deloitte Touche Tohmatsu Ltda, especializada em consultoria. O valor é de R$ 4,2 milhões.

   Com a aprovação pela Assembleia, o governo criou a Agecopa, autarquia executora dos projetos visando à Copa de 2014. Tem como presidente Adilton Sachetti. Os demais membros da Diretoria Colegiada são Yênes Magalhães (Planejamento e Gestão), Jefferson da Costa (Orçamento e Finanças), Carlos Brito de Lima (Infraestrutura), Agripino Bonilha Filho (Articulação Institucional), Yuri Bastos Jorge (Assuntos Estratégicos) e Roberto França (Comunciação e Marketing).

   A Fifa exige uma série de obras nas cidades que vão sediar o Mundial nas áreas de saneamento, transportes, hotelaria, indústria do lazer, portos e aeroportos, saúde, segurança e telefonia. O BNDES vai disponibilizar um teto de R$ 400 milhões para construir estádios no conceito de sustentabilidade. A expectativa é que o Ministério do Turismo invista US$ 2 bilhões em infra-estrutura urbana, aeroportos, metrôs, linhas exclusivas para ônibus e rede hoteleira. No total, o governo federal deve investir US$ 5 bilhões. A Grande Cuiabá deve receber mais de R$ 6 bilhões de investimentos públicos e privados por causa do "efeito Copa".

Postar um novo comentário

ESTRUTURA E MUDANÇAS

Seduc corta 55% dos servidores da sede e terá ambiente corporativo

Por 22/10/2019, 22h:49 - Atualizado: 04h atrás

Mayke Toscano

otaviano pivetta 680

O prédio cheio de labirinto, onde funciona hoje a secretaria estadual de Educação, em Cuiabá, empregava até o ano passado, no Governo Taques, nada menos que 1.260 servidores.

Postar um novo comentário

EDUCAÇÃO

R$ 496 mil em ares-condicionados; MT só tem 1/3 de escolas climatizado

Por 22/10/2019, 16h:08 - Atualizado: 22/10/2019, 16h:17

marioneide 680 seduc

A secretaria de Estado de Educação, sob Marioneide Klimaschewsk, fechou um contrato de R$ 496,2 mil com a empresa Wanda Comércio de Móveis e Equipamentos na compra de aparelhos de ares-condicionados. Mas esse investimento está muito aquém do necessário para se conseguir climatizar todas as 15.888 salas de aula, ocupadas por 395 mil alunos.

Postar um novo comentário

ESQUEMÃO NO CEPROMAT

Auditoria já citava rombo milionário sob Dentinho, que foi preso hoje

Por 22/10/2019, 11h:10 - Atualizado: 22/10/2019, 11h:17

dentinho 680

O cerco já vinha se fechando contra o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, ex-deputado estadual e ex-presidente do antigo Cepromat (hoje MTI), Wilson Celso Teixeira, o Dentinho, que foi preso nesta terça na operação Quadro Negro, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Otávio | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 15h29
    0
    0

    Não é de hoje que o disse-me-disse corre solto nesse sentido. Pensei que fosse passar batido mas essa. Eta Mato Grosso ainda falta muito para uma boa moralização.

CASO INUSITADO

Apenas 2 vão votar e neles próprios

Por 21/10/2019, 19h:40 - Atualizado: 21/10/2019, 20h:46

guilherme maluf 680

Embora com colegiado formado por sete conselheiros titulares, apenas dois vão votar e, curiosamente, neles próprios. Sob um cenário inédito e inusitado, a eleição para renovar a diretoria do TCE-MT acontece em 5 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • joana | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 10h16
    3
    1

    Simples assim, e ponto final .

  • Seminina | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 22h52
    3
    1

    Caro jornalista, a situação em MT será a mesma o vice acumulará também a corregedoria !

EM CUIABÁ

2 figurões nacionais brigam pela concessão do transporte coletivo

Por 21/10/2019, 15h:47 - Atualizado: 21/10/2019, 16h:54

Assis Marcos Gurgacz 680

Após 20 anos, a Prefeitura de Cuiabá abriu disputa para concessão do transporte coletivo. E, entre as cinco empresas concorrentes, duas têm como donos familiares de figurões nacionais.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Luciano | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 18h33
    4
    1

    E você não comenta das empresas do Botey e do Jayme porque?

ALTO PARAGUAI

Pivô da prisão de desembargador, casal ainda segue firme no poder

Por 21/10/2019, 11h:19 - Atualizado: 21/10/2019, 12h:56

diane e alcenor 680

Em Alto Paraguai, o ex-prefeito Alcenor Alves se tornou o prefeito de fato, mas não de direito. Embora a esposa Diane Alves seja a chefe do Executivo, quem dita as regras administrativas é Alcenor, que se envolveu num escândalo em 2010, chegando a ser preso.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antônio Joaquim do nascimento neto | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 21h06
    0
    0

    Tem um matérial aqui sobre as calamidade de alto paraguai 93443569 chama eu passo pra vc

  • Joadir | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 15h20
    5
    1

    Na VG aconteceu o mesmo e ninguém foi preso. Mas está tudo cristalino.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2438