Blog do Romilson Cuiabá, 13 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA-2009

Fiasco do concurso atingiu governador

   No ano em que o governador Blairo Maggi (PR) figurou entre as personalidades mais influentes do mundo no ranking da revista Forbes, o republicano também acumulou o desgaste por causa do fiasco do que seria o maior concurso público do país, que teve as provas canceladas por desorganização e suspeita de vazamento de gabarito. O certame adiado para este 2010, a ser aplicado em três etapas, conta com 271 mil candidatos inscritos para 10.086 vagas no serviço público.

   Em 2009, o acionista do Grupo Amaggi conseguiu reverter a fama de devastador do meio ambiente e passou a receber até mesmo elogios dos ambientalistas, como do ministro do Meio Ambiente Carlos Minc, que já foi um dos inimigos de Maggi.

    Mato Grosso continua desmatando, mas caiu para a terceira colocação no ranking dos Estados da Amazônia Legal. A gestão Maggi acumulou pontos positivos por viabilizar financiamento para máquinas do tipo pá carregadeira, escavadeira hidráulica e motoniveladora e caminhões para atender os municípios dentro do plano de consórcios na recuperação de estradas. Deu prosseguimento ao plano de entregar 60 mil unidades habitacionais por meio de alguns programas, entre eles o Meu Lar. O governador criou o subprograma Uma Casa Por Hora e entregou 17.520 unidades em 2009. Avançou em obras de pavimentação asfáltica.

   Se ele um lado Maggi conta com elogios, principalmente por ações na infraestrutura e no setor econômico, de outro enfrenta críticas, em especial de quem considera que ele "militarizou" o governo, e também entre os políticos, por entenderem que Maggi deveria ser menos técnico e se articular mais. Há reclamações de que o governador deixou de ouvir os partidos da base aliada. São críticas endossadas em grande parte pelo senador Jayme Campos (DEM), que se uniu com o prefeito cuiabano Wilson santos (PSDB), já pensando nas eleições de outubro. Maggi, por sua vez, se transformou em cabo eleitoral do seu vice, o peemedebista Silval Barbosa, que assume o governo em 31 de março e buscará a reeleição.

   A interrupção no fornecimento de gás natural da Bolívia para o Estado também trouxe desgaste para a gestão Maggi. Ele foi um dos principais entusiastas da ideia de motoristas fazerem a conversão para rodar seus veículos com gás natural. Depois, faltou o produto. O transporte do gás do país vizinho até a usina Governador Mário Covas, em Cuiabá, empacou por falta de licença ambiental que precisa ser concedida pelo governo boliviano de Evo Morales. Agora a termelétrica corre o risco de ser desativada. O ex-vereador Helny de Paula, que preside a MTGás, e o vice Silval Barbosa conseguiram contornar provisoriamente o problema com a prorrogação do fim do fornecimento para este ano.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • eduardo | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2010, 20h43
    0
    0

    Já dizia um velho adágio popular "uma mentira dita repetidas vezes parece ser verdade", e assim é a afirmação desta reportagem (e outras já publicadas pelo mesmo site) de que blairo maggi teria se transformado em "queridinho" dos ambientalistas. Essa assertiva é pura balela, engodo mesmo, uma vez que apenas uma meia dúzia de ONGs é que tem legitimado essa nefasta politica ambiental do governo do estado de mato grosso. a grande maioria das ongs de matogrosso e do brasil têm é um grande aversão ao governo da turma da botina, que usa o meio ambiente apenas como marketing ambiental. a politica ambiental do governo maggi é fraco, atrelado ao setor agrícola e aos interesses de parlamentares que buscam desmontar a legislação ambiental no estado de mato grosso. Portanto, meu caro Romilson, não continue propagando essa falsa idéia de que as ongs apoiam a desastrosa politica ambiental da turma da botina, isso não existe e é fruto da imaginação dessa turma que brinca em fazer gestão ambiental.

  • ROBSON ANTUNES | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2010, 13h36
    0
    0

    O Blairo foi o único culpado, foi ele que colocou o Devito e foi Devito que convocou a UNEMAT. Eu sei que a alma humana é conservadora, resiste às mudanças...Mas com o tempo a gente se habitua com o nosso site RDNEWS...Ficou todo modernoso...vôte!!!

  • Silvia | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2010, 12h21
    0
    0

    Adrea vc foi leve ao dizer sobre o desgaste do Governo. Não disse nada com relação ao caos da segurança, da Educação e da Saude. Um governo que tinha tudo para fazer o melhor e não fez nada.. vai sair sem dizer a que veio.......... E este site depois que mudou ficou horrivel. Igual a todos. Antes era gosto de ler, agora não acha as materias.

VACÂNCIAS

Definidos presidente e vice interinos da Assembleia de Deus de MT

Por 12/07/2020, 20h:56 - Atualizado: 05h atrás

pastor joao de franca 680

O pastor João de França, que conduzia o campo da região de Sorriso, já responde como presidente interino da Assembleia de Deus de Mato Grosso, igreja pentecostal com maior número de fiéis tanto no Estado, chegando próximo de 400 mil, quanto no resto do país.

Postar um novo comentário

ARTICULAÇÃO

Stopa tem apoio de mais de 200 presidentes de bairros para ser vice

Por 12/07/2020, 11h:13 - Atualizado: 12/07/2020, 11h:19

jose roberto stopa 680

José Roberto Stopa, presidente estadual do PV, seria hoje o nome preferido do prefeito Emanuel Pinheiro para vice da chapa na corrida à reeleição na Capital.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Ademir | Domingo, 12 de Julho de 2020, 20h30
    0
    0

    Ademir, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Moreira | Domingo, 12 de Julho de 2020, 19h18
    3
    0

    PRESIDENTE DE BAIRRO DETERMINA VOTO?? KKKK

  • Lapada | Domingo, 12 de Julho de 2020, 18h44
    3
    0

    Rapaz esse cara é estupido,até o terceiro ano de mandato na secretaria ele era até de boa,depois começou a se achar ,tanto que esse cara mandou funcionário embora,por ouvir só um lado da história,se como secretario ele é assim imagina da o poder para um cara desse,mas vai tenta e leva o José Marcos Barbosa que tanto você defende, pra ser o seu tesoureiro da sua campanha,os servidores fica agradecido por você ter saido,,some da nossa frente e não volta mais.

alerta geral

Covid em MT fora de controle e pode superar todos Estados, alerta Hallal

Por 11/07/2020, 18h:24 - Atualizado: 11/07/2020, 18h:47

pedro halll 680

O coordenador do maior estudo epidemiológico sobre Covid-19, epidemiologista Pedro Hallal, reitor da  Universidade Federal de Pelotas (UFPel), no RS, acendeu a luz vermelha para Mato Grosso.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Helena | Domingo, 12 de Julho de 2020, 19h49
    2
    0

    Bravo!!! Precisamos de pessoas verdadeiramente compromissada com a vida,com as famílias q sofrem pelo descaso de nossas autoridades assistindo d camarote as mortandades e enchendo seus cofres particulares! Q vergonha Mato Grosso.

  • Kellen | Domingo, 12 de Julho de 2020, 08h52
    7
    0

    O mais “engraçado “ que acelera em tudo para adoença e ninguém acelera para a saúde , espera o pico para ainda pensar ou melhor não pensar em construir nada.... já recebeu $$$$ ajuda , promessas a juiz ( toda semana faz e juiz faz de conta que acredita ... o pior de tudo ) e nada é feito. Engraçado é que neste dias juízes , MP e outras autoridades ficam em silêncio total.

  • Kellen | Domingo, 12 de Julho de 2020, 08h51
    5
    0

    O mais “engraçado “ que acelera em tudo para adoença e ninguém acelera para a saúde , espera o pico para ainda pensar ou melhor não pensar em construir nada.... já recebeu $$$$ ajuda , promessas a juiz ( toda semana faz e juiz faz de conta que acredita ... o pior de tudo ) e nada é feito. Engraçado é que neste dias juízes , MP e outras autoridades ficam em silêncio total.

CARGO VITALÍCIO

Eis um cotado do Executivo pro TCE

Por 11/07/2020, 09h:23 - Atualizado: 11/07/2020, 09h:30

rogerio gallo 680

Os rumores de que o secretário de Fazenda de Mato Grosso, Rogério Gallo, teria interesse em assumir uma vaga de conselheiro do TCE têm causado um desconforto na Assembleia Legislativa.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Benedito costa | Domingo, 12 de Julho de 2020, 13h11
    0
    0

    De um lado o governador atendendo a seus interesses e de outro lado o presidente da assembleia querendo essa bocona. A briga vai ser boa boa e acalorosa

  • Realista | Sábado, 11 de Julho de 2020, 19h29
    11
    3

    Sinceramente, nenhum dos dois. Um já é um procurador de estado e nem tanto assim competente pois já vem de dois governos na gerencia da secretaria de fazenda e o estado continua essa "maravilha. Será que indo para lá vai acumular dos dois salários também? E o outro, certamente um politico ex parlamentar, nem precisa argumentar...vôte, credo! O certo mesmo seria mexer na Constituição Federal e suprimir esse critério espúrio de escolha membros do conselho de TC.

  • . | Sábado, 11 de Julho de 2020, 18h48
    10
    3

    Eu torço para que NÃO consiga.

NOVO PARTIDO

Fracassa a busca por assinaturas em MT pelo Aliança de Bolsonaro

Por 10/07/2020, 12h:58 - Atualizado: 10/07/2020, 13h:03

bolsonaro 680

Apesar de fazer muito barulho e prometer juras de amor eterno a Jair Bolsonaro, os apoiadores do capitão ainda não conseguiram avançar com a colheita de assinaturas para o Aliança, partido que a família Bolsonaro pretende criar.

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • decedido | Domingo, 12 de Julho de 2020, 21h14
    1
    1

    Chora moluscos! Desencarnem, vocês não tem mais vez no Brasil.

  • Ggm | Sábado, 11 de Julho de 2020, 16h11
    11
    12

    Mato Grosso não tem só gado, fora bozo.

  • Marcos | Sábado, 11 de Julho de 2020, 15h09
    11
    8

    BOLSONARO 2022....Chora Petezada...kkk

EM CUIABÁ

Relatório da CPI traz esperança a Niuan de se tornar prefeito

Por 10/07/2020, 12h:49 - Atualizado: 10/07/2020, 13h:02

niuan ribeiro 680

O vice-prefeito Niuan Ribeiro (Podemos) encheu-se de esperanças de se tornar prefeito interinamente com a decisão da CPI do Paletó, que hoje aprovou relatório paralelo, propondo afastamento  do prefeito Emanuel Pinheiro por seis meses.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Amaral antunes | Sábado, 11 de Julho de 2020, 07h12
    0
    0

    Amaral antunes, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Ricardo | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 23h22
    1
    2

    Gostaria de fazer uma esclarecimento. No mês de fevereiro os governadores e perfeitos não podiam decretar quarentena por duas razões: a primeira, essa atribuição so foi conferida em abril de 2020 por decisão do STF; segundo e mais importante, na PL13.979 de 09 de fevereiro de 2020 de autoria do poder execultivo federal em seu art. 1° e no §1° do art.3°, fica claro e cristalino que no mês do carnaval não podia ser decretado quarentena. Logo fica fácil de afirmar que os governadores e prefeitos NÃO são culpados. Sendo assim, considerando que o presidente nunca, repito NUNCA foi favorável distanciamento social. Então ele é o único culpado.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2569