Blog do Romilson Cuiabá, 24 de Novembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA-2009

MT lamenta morte de Garcia; MS ignora

01/01/2010, 07h:40 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:15


Garcia Neto foi radicalmente contra processo de divisão territorial, mas não conseguiu "segurar" surgimento de MS

 O ano em que mato-grossenses e sul-mato-grossenses retomaram a velha rivalidade por causa da disputa por uma das 12 vagas de sede dos jogos da Copa do Pantanal de 2014, também foi marcado pela morte do ex-governador José Garcia Neto. Ele comandou o Estado em 1978, antes da divisão territorial. Mato Grosso do Sul se transformou em Unidade da Federação e se separou de Mato Grosso efetivamente em 1979.

      A maior consternação com a perda de Garcia se percebeu em Mato Grosso, especialmente na Grande Cuiabá. De Mato Grosso do Sul não houve manifestação de pesar, nem mesmo do governador André Puccinelli (PMDB).Indicado pelo ex-presidente Ernesto Geisel para comandar o Estado, Garcia Neto sempre foi contra a divisão do Estado. Sustentava que seria invíavel. Ele costumava lembrar que a divisão foi feita em contraposição ao desenvolvimento tecnológico, que deu aos gestores efetivas condições de governador regiões de elevado porte geográfico, como era o caso de Mato Grosso. Também destacava que os dois Estados teriam crescido mais economicamente se não tivessem sido divididos.

   Filiado à UDN e, depois, à Arena, Garcia Neto foi nomeado para comandar Mato Grosso pelos militares em 1975 e permaneceu no cargo até 1978. Ele nasceu em Sergipe, onde se formou em Engenharia Civil e chegou a Mato Grosso em 1945. Além de ter sido governador, foi prefeito de Cuiabá e deputado federal por duas gestões. Em 20 de janeiro, os mato-grossenses acordaram com a triste notícia de falecimento do ex-governador. Morreu aos 87 anos. Teve derrame. Garcia Neto deixou a esposa e três filhos.

Postar um novo comentário

ORÇAMENTO-2021

Pela 1ª vez, MT destina 10% do orçamento para investimentos

Por 24/11/2020, 12h:09 - Atualizado: 01h atrás

orcamento 2021

Pela primeira vez nos últimos 20 anos, o governo estadual faz estimativas tão consideráveis dentro do orçamento anual.

Postar um novo comentário

2º TURNO EM CUIABÁ

Aliados de Abílio no "já ganhou"; e defensores de Emanuel veem virada

Por 23/11/2020, 22h:09 - Atualizado: 23/11/2020, 22h:13

abilio emanuel 680

Enquanto aliados de Abílio Júnior comemoram o resultado do Ibope como se o candidato do Podemos já estivesse eleito, correligionários de Emanuel Pinheiro se mostram convictos de quem vão virar o jogo, com base em alguns fatores.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • servidor publico | Terça-Feira, 24 de Novembro de 2020, 09h52
    16
    1

    o servidor público é consciente, não vota por cabresto, sabe quem tem compromisso com a categoria e quem joga contra. a gisela nunca participou da luta dos servidores, sempre foi serviçal de mauro mendes. por outro lado o fórum sindical faz tempo perdeu representatividade junto aos servidores tanto foram as derrotas acumuladas e a falta de combatividade na luta pelos direitos do servidores. muitos irão votar no emanoel, mas, sem influência nenhuma do fórum sindical, aliás, o fórum sindical está muito queimado junto a maior parcela do funcionalismo público, são acumulam derrotas e frustrações

  • Dos Santos | Terça-Feira, 24 de Novembro de 2020, 09h51
    13
    10

    Se isso se confirmar domingo, sera lamentável. Mas, o pobre gosta é do "Chicote no lombo" mesmo. Já não basta o louco que temos na presidência arrebentando c/ vida de todo mundo, agora esse desequilibrado ai, que igual o elefante, a gente não sabe como chegou na copa da árvore, mas sabe que uma hora vai cair. Os cara não estão dando conta de encher carrinho de mercado; de encher tanque de carro, não está dando conta de pagar energia caríssima; o presidente atrapalhando a produção da vacina c/ politicagem, enquanto tem gente morrendo ainda; em nenhum Governo, o Pantanal queimou tanto; Amapá, coitados, mais de 15 s/ energia. O Bolsonarismo está sendo derrotado no país inteiro e só Cuiabá indo contramão dessa realidade. Pra mim, o Emanuel, mesmo c/ os problemas dele que precisa ser explicado para Justiça, ainda é o menos pior

  • alexandre | Terça-Feira, 24 de Novembro de 2020, 08h40
    6
    13

    Continua trabalhando , o PMDB tem muito dinheiro... tem que convencer os indecisos.. 19

BASE SÓLIDA

Aliança de Dorner garante 70% das vagas na Câmara de Sinop

Por 23/11/2020, 16h:39 - Atualizado: 23/11/2020, 16h:42

roberto dorner 680

Em Sinop, Roberto Dorner não só se elegeu prefeito, empurrando à lona o então favorito Juarez Costa, como levou a sua coligação de sete partidos a conquistar praticamente 70% das vagas. Das 15, a aliança pró-Dorner garantiu 10, formando-se uma base sólida.

Postar um novo comentário

CRESCIMENTO

Sob Max, PSB elege 13 prefeitos e se torna 3ª maior força em MT

23/11/2020, 11h:34 - Atualizado: 23/11/2020, 21h:56

max russi 680

O deputado Max Russi, presidente estadual do PSB, saiu extremamente fortalecido nas urnas deste ano, embora não tenha sido candidato.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Professora Lindaura | Terça-Feira, 24 de Novembro de 2020, 08h44
    1
    0

    Esse cara (Max) é um novo Riva na Assembleia e na política de MT. Infelizmente o nosso PSB se Miguel Arraes é comandado por esse rapaz que não mede consequências com os atos e fatos na política Matogrossense.

  • Yuri Gomes | Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020, 16h49
    0
    0

    Yuri Gomes , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

EM CUIABÁ

6 ex-vereadores tentam voltar, mas são reprovados

Por 22/11/2020, 17h:41 - Atualizado: 22/11/2020, 17h:44

onofre junior 680

Todos os seis ex-vereadores pela Capital tentaram voltar, mas foram reprovados nas urnas.

Postar um novo comentário

FATIA ELEITORAL

DEM elege mais prefeitos e todos de pequenos municípios saiba quais

Por 22/11/2020, 10h:49 - Atualizado: 22/11/2020, 11h:05

prefeitos dem 2020 680

Municípios e seus eleitores onde o Democratas garantiu, nas urnas deste ano, os futuros prefeitos em Mato Grosso 

Com 25 prefeituras, a partir de 1º de janeiro, o DEM do governador Mauro Mendes é o que mais elegeu prefeitos em Mato Grosso, mas a representatividade em população e no universo de eleitores destes municípios (232,3 mil) chega a apenas 10%.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Mario Machado | Segunda-Feira, 23 de Novembro de 2020, 08h12
    4
    1

    Concordo com as palavras da nossa companheira Maria Luiza, o Fabio Garcia está a serviço do seu antigo partido o PSB e a mando de Mauro Mendes, destruindo o DEM verdadeiro (ex-PFL e PDS) de Jonas Pinheiro,Jaime e Julio Campos. Pois siquer atende nossos telefonemas e nem responde ao nossos zap, ficamos orfãos, e fomos realmente o grande derrotados em 2020, mesmo elegendo 25 Prefeitos de pequenas cidades do interior.

  • Gustavo Lana | Domingo, 22 de Novembro de 2020, 17h14
    1
    0

    Vale de São Domingos tbem e Dem

  • Maria Luiza | Domingo, 22 de Novembro de 2020, 17h01
    10
    0

    Os responsaveis pelo fracasso do DEM nas eleições municipais de MT em 2020, nas cidades de maiores população e eleitores, foram o atual Governador Mauro Mendes, e Presidente do DEM Fabio Garcia, que não prestigiaram e valorizaram o Partido neste dois primeiros anos de Governo, preferiram apoiar candidatos de outros partidos, e sabotarem os candidatos do DEM, que eram ligados aos irmãos Campos, infelizmente o DEM está indo de mau a pior nas maõs desses dois enrustidos, pois são mais do PSB doque Democratas.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2631