Blog do Romilson Cuiabá, 19 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA-2009

Cassados, 12 prefeitos retomam o mandato


Erival Capistrano (Diamantino); Faustino Dias (Leverger) e Ricardo Henry (Cáceres) ganharam, mas foram cassados

  Vinte dos 141 prefeitos eleitos foram cassados em primeira instância pela Justiça Eleitoral ao longo de 2009. O percentual de cassações, que chega a 14%, é o mais alto da história e condiz com um posicionamento mais rígido dos juízes contra crimes eleitorais, em especial sobre abuso de poder econômico, compra de votos e propaganda irregular.

   A maioria dos prefeitos cassados, porém, conseguiram reaver a situação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e também no TSE. Dos 20 condenados à perda do cargo, 12 tiveram os recursos deferidos em segunda e/ou terceira instâncias e reassumiram os postos. São os casos dos prefeitos de Barão de Melgaço, Marcelo Ribeiro (PP), marido da deputada estadual Chica Nunes (DEM), e de Sinop, Juarez Costa (PMDB). O mesmo ocorreu em Cláudia, Nova Olímpia, Parantinga, Poxoréu, Tangará da Serra, Canarana, Poconé, Alto Paraguai, Novo Mundo e Curvelândia.

   Outros oito prefeitos não conseguiram reverter as cassações. Nessa situação entram o reeleito em Cáceres, Ricardo Henry, irmão do deputado federal Pedro Henry, ambos do PP; e o eleito em Diamantino, Erival Capistrano (PDT). Devido a essas cassações, Túlio Fontes (DEM), segundo colocado nas urnas de 2008, virou prefeito. O mesmo aconteceu com Juviano Lincoln (PPS), em Diamantino. Os municípios de São Pedro da Cipa e General Carneiro também são comandados pelos segundos colocados.

   Santo Antônio do Leverger e Ribeirão Cascalheira, onde os eleitos tiveram mais de 50% dos votos, são tocados pelos presidentes das câmaras municipais até que haja um entendimento da Justiça Eleitoral sobre a realização de novas eleições. Faustino Dias Neto (DEM) conseguiu se reeleger em Leverger, mas, por causa da cassação, o prefeito hoje é Harrisson Benedito Pinto (PSDB).  Já em Araguainha e Novo Horizonte do Norte, a Justiça Eleitoral foi mais célere e realizou novo pleito e foram eleitos, respectivamente, José Ocifarne Ferreira, o Zezinho (PPS), e João Antônio de Oliveira, o João do Mercado (PMDB).

Postar um novo comentário

SEM RESPALDO

Barbudo agora terá de sobreviver politicamente longe de Bolsonaro

Por 18/10/2019, 18h:24 - Atualizado: 09h atrás

nelson barbudo 680

Embora esteja no início do mandato, Nelson Barbudo, o mais votado em 2018 junto ao eleitorado mato-grossense à Câmara Federal, enfrenta agora um grande desafio, o de sobreviver politicamente desgarrado de Bolsonaro.

Postar um novo comentário

TRANSIÇÃO

MTI vai à extinção e a tecnologia do governo ficará sob empresa privada

Por 18/10/2019, 13h:03 - Atualizado: 09h atrás

mti 680

O governador Mauro Mendes vai mesmo extinguir a Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI - antigo Cepromat). O processo anda a passos largos.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Luiz Junior | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 17h47
    11
    1

    A MTI presta tem uma excelente infraestrutura de rede com equipe de primeira linha para manutenção da rede e uma excelente equipe de desenvolvimento. Possui uma excelente equipe para fazer o diferencial pena que passou por gestões que sucateou a empresa.

  • Silva Marcondes | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 17h04
    4
    18

    Melhor coisa, sou servidor do estado a muitos anos e nunca vi essa empresa prestar um bom serviço, cobrando sempre absurdo, salários altíssimos, todos reclamam. Não generalizando, tem alguns ótimos profissionais, mas infelizmente os bons levam a fama dos ruins. Parabéns Governador!!!

  • Homem da verdade | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 16h50
    19
    0

    O governador achou uma forma de legitimamente captar/pagar fundos de campanha. A ábaco vai pagar um salário absurdo para manter o que existe hoje funcionando e o Estado que vai pagar.... achando ainda que está fazendo coisa boa.

  • Almyr souza vieira | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 16h36
    14
    1

    Em epoca de interesses, o estado deixou de ser um servidor social de seu povo, agora´a saída e privatizar para obter lucro de quem e para quem? na politica tudo é possivel, quando ha interesse oportuno...!

  • Alberto | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h19
    7
    36

    Demorou. Maior parte dos serviços da MTI já são contratados da iniciativa privada, acabando o governo pagando mais caro. Então demita esse pessoal e a iniciativa privada contrata, e ainda agrada o parça da Ábaco.

  • Mr. Santos | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h16
    31
    6

    MTI nunca cruzou os braços para o estado.

  • GOIANO | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h11
    1
    2

    GOIANO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • joao grandao | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h06
    1
    2

    joao grandao, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Pedro | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h00
    35
    3

    Phust.. de novo com esta conversa...deixa a mti em paz gov.

PRÁTICAS CRIMINOSAS

Denunciado pelo MPE, promotor já é processado por desembargador

Por 17/10/2019, 20h:02 - Atualizado: 17/10/2019, 20h:08

marcos machado 680

O próprio Ministério Público Estadual concluiu, em investigação conduzida pelo NACO, que o ex-chefe do Gaeco, promotor Marco Aurélio de Castro, expôs, de forma criminosa, o desembargador Marcos Machado, que integrou os quadros do MPE por mais de 20 anos.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Crítico | Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 22h24
    4
    3

    FALAR A VERDADE É CRIME OU INVERSAO DE VALORES!

  • Crítico | Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 22h24
    2
    3

    FALAR A VERDADE É CRIME OU INVERSAO DE VALORES!

EM POCONÉ

Prefeito e secretário são multados; auditor interno é impedido de atuar

Por 17/10/2019, 19h:13 - Atualizado: 17/10/2019, 20h:17

tata amaral 680

Após denúncia do controlador-geral de Poconé, Ademar Vivan Júnior, o TCE detectou uma série de irregularidades na prefeitura e multou o prefeito Tatá Amaral e o seu secretário de Finanças, Acy Nunes de Siqueira.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Pantaneira | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 13h36
    0
    0

    Coitado do prefeito ou prefeita que for assumir essa prefeitura de Poconé das mãos desse Tatá e dessa Joelma!!!!Tem que fazer uma AUDITORIA SÉRIA pra mostrar pra população o tamanho do BURACO que deixaram!!!!

  • OLHO VIVO | Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 22h26
    0
    1

    Tatá não tem mais condições de governar o município de Poconé....os comentários nas ruas são de cair o queixo....tá igual a gestão de Luiz Vicente com Ornela...SÓ DEUS NA CAUSA!!!!

  • Pedrosa Pedreira | Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 22h21
    0
    0

    Só esse?Tá pouco em vista das improbidades que esse Tatá vem cometendo nessa gestão de FAZ DE CONTA!!!O BICHO É MAIS CABELUDO!!!!

PRÉ-SAL E FEX

União vai liberar R$ 2 bi ao Estado

Por 17/10/2019, 13h:05 - Atualizado: 17/10/2019, 13h:08

Tchélo Figueiredo

mauro mendes 680 governador

Após uma série de medidas amargas adotadas nos primeiros meses para tentar ajustar o caixa do Estado, o governador Mauro Mendes reune agora as condições, com ajuda do governo federal, para fechar o primeiro ano de mandato sem déficit.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Marcos balboa | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 05h49
    0
    0

    Marcos balboa, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Alencastro

Prefeito ganha camisa do Flamengo e sanciona PCCS de servidores - veja

Por 17/10/2019, 09h:55 - Atualizado: 17/10/2019, 10h:05

Davi Valle

Emanuel Pinheiro

Emanuel Pinheiro recebe a camisa do flamengo em reunião. Vereadores Adevair Cabral e Luis Cláudio acompanham

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) deve ter comemorado a vitória de virada do Flamengo sobre o Fortaleza em pleno Castelão, com a camisa 10 do rubro negro que recebeu de presente dos servidores da área administrativa após sancionar a lei complementar  número  474,  que dispõe sobre o Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS) desses profissionais. O ato foi realizado, nessa quarta (16), horas antes do jogo vencido por 2 a 1 pelo time do coração do emedebista, que segue na liderança  isolada do Brasileirão.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2437