Blog do Romilson Cuiabá, 09 de Dezembro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA-2009

Wilson troca comando de 12 secretarias

   Doze secretarias passaram por mudanças de comando ao longo de 2009 na gestão do prefeito de Cuiabá Wilson Santos. Na pasta de Governo, por exemplo, foram três trocas. Primeiro estava Andelson Gil do Amaral, que saiu para o prefeito acomodar o suplente de senador Osvaldo Sobrinho (PTB), primo do próprio Wilson. Em setembro, o petebista deixou a pasta e foi empossado por quatro meses no Senado no lugar do titular Jayme Campos (DEM). Assume Moisés Dias.

   Em fevereiro, Wilson Santos empossou o engenheiro civil Arquimedes Pereira Lima (PV) na secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano. Ele substitui Osmário Daltro, que passou a conduzir a pasta do Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo no lugar de Moisés Dias. Este, por sua vez, passou a exercer a função de adjunto de Governo e, depois, foi para o primeiro escalão.

   Em março, foi a vez do advogado João Emanuel Moreira Lima ser nomeado para a Agência Municipal de Habitação Popular, no lugar de João Vieira, que passou a comandar as obras do PAC em Cuiabá e, depois, se desligou da administração tucana. Na coordenadoria das obras do PAC, o prefeito iniciou com João Vieira e, depois, nomeou para a vaga o ex-presidente do Intermat Aparecido Alves, o Cido.

   Agripino Bonilha assumiu a secretaria extraordinária para Assuntos da Copa de Cuiabá e, com sua saída para integrar a diretoria da Agecopa, a cadeira ficou com Pedro Shinohara, ex-secretário municipal de Esportes. Na Comunicação, o jornalista Maurélio Menezes pediu exoneração. Para a vaga foi nomeado o também jornalista Flávio Garcia. Já na Saúde, o secretário Luiz Soares enfrentou a ira dos médicos e, já no final do ano, pediu exoneração. Ele tentou voltar, mas as negociações não deram certo. O médico Maurélio Ribeiro assumiu a Saúde.

   Considerado até então um dos “intocáveis” da gestão Wilson Santos, o procurador-geral de Cuiabá José Antônio Rosa "caiu", após ser preso na Operação Pacenas sob acusação de envolvimento em fraudes nas licitações das obras do PAC. No seu lugar o prefeito nomeou o ex-presidente da OAB e presidente municipal do PSDB Ussiel Tavares. Outro “intocável” que deixou o primeiro escalão em 2009 foi o secretário de Cultura Mário Olímpio (PV). Ele se tornou um dos assessores diretos do prefeito, enquanto a Cultura está sob o vereador licenciado Adevair Cabral. Osmário Daltro deixou o Meio Ambiente para gerir o Desenvolvimento Econômico e Turismo. A pasta era ocupada por Moisés Dias. Por fim, Celcita Pinheiro pediu exoneração do comando da área social. Está aguardando o prefeito chegar de licença de 15 dias para deixar a pasta de vez.

Postar um novo comentário

EM CUIABÁ

Câmara já tem data pra cassar Abílio

Por 09/12/2019, 08h:01 - Atualizado: 08/12/2019, 19h:57

abilio 680

A Câmara de Cuiabá tem data e hora para, com voto de pelo menos 17 dos 25 vereadores, cassar o mandato de Abílio Brunini, investigado por vários casos de quebra de decoro parlamentar.

Postar um novo comentário

RUMO A 2020

Oposição se une, mas bate cabeça, e Pátio surfa livre em Rondonópolis

Por 08/12/2019, 17h:00 - Atualizado: 08/12/2019, 11h:07

Wheverton Barros

ze do patio 680

Enquanto o chamado grupo dos nove quebra cabeça para definir entre eles uma candidatura forte de oposição e que seja capaz de manter depois todos dentro do barco, Zé do Pátio (SD) rema tranquilamente pela reeleição em Rondonópolis.

Postar um novo comentário

EM ALTO TAQUARI

Trunfo de prefeito e shows da virada

Por 08/12/2019, 10h:11 - Atualizado: 08/12/2019, 10h:17

fabio alto taquari 680 prefeito

O prefeito de Alto Taquari Fábio Mauri Garbugio resolveu usar o trunfo do réveillon para, com dinheiro público, tentar recuperar a popularidade.

Postar um novo comentário

CONFRATERNIZAÇÃO

Blairo junta 3 grupos, governador e 4 ex e avisa que não será candidato

Por 07/12/2019, 17h:59 - Atualizado: 08/12/2019, 09h:26

ex-governadores 680 blairo mauro

Os ex-governadores Osvaldo Sobrinho, Blairo Maggi, Mauro Mendes, Júlio Campos e Moisés Feltrin, neste sábado

Blairo Maggi reuniu neste sábado, numa confraternização em sua chácara, em Cuiabá, cerca de 100 pessoas, incluindo quatro que ocuparam, mesmo que por alguns dias, a cadeira de governador (Júlio Campos, Moisés Feltrin, Oswaldo Sobrinho e o próprio Blairo), e ainda o atual Mauro Mendes.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Antônio CPA | Domingo, 08 de Dezembro de 2019, 09h27
    5
    0

    Ueee cadé o X...9..DO DELATOR....sinvallllllduuuuu

  • Joao pancada | Domingo, 08 de Dezembro de 2019, 09h24
    3
    1

    Tudo mala...e puxa....faltou o bobo cheira..cheira

  • O pensador | Domingo, 08 de Dezembro de 2019, 09h18
    5
    0

    O título está contrário, convocou todos pra dizer que é super candidato.

VÁRZEA GRANDE

Hazama de volta ao jogo pra prefeito

Por 07/12/2019, 14h:00 - Atualizado: 07/12/2019, 09h:19

jose hazama 680

O empresário e vice-prefeito José Hazama (PRTB) voltou à bolsa de aposta dos Campos como uma das poucas opções do grupo à sucessão da prefeita Lucimar Campos (DEM).

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Joao pancada | Domingo, 08 de Dezembro de 2019, 09h30
    1
    0

    Ratazana....

  • Jorge | Domingo, 08 de Dezembro de 2019, 09h09
    1
    0

    QUEM PODERIA SER PREFEITA DE VG ERA DRA MARIA EROTIDES. MULHER SERIA. HONESTAI,CAPACITADA.

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

3 do agro derrotados querem nova disputa e só recuam se Blairo entrar

Por 06/12/2019, 20h:19 - Atualizado: 06/12/2019, 20h:29

blairo maggi 680

Os três candidatos que dividiram o agronegócio e amargaram derrota ao Senado em 2018, sendo eles Carlos Fávaro (PSD), Nilson Leitão (PSDB) e Adilton Sachetti (PRB), voltaram a se movimentar nesta semana, disposto a concorrer de novo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Carlos | Sábado, 07 de Dezembro de 2019, 11h44
    0
    1

    Está é sua hora Gisela, você merece.

  • Davi | Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 22h13
    10
    1

    Blairo Maggi já começou a percorrer o Estado alegando pré-campanha ao senado. Mas todos próximos já sabem que ele será candidato ao governo chancelado pelo clã Campos que quer garantir apoio à prefeitura de VG e ao senado e já desconfiam da grande perda de capital político do Mauro Pinóquio. A base do governador já começa a demonstrar sinais de desgaste e tende a aguardar o momento certo para o esfacelamento, como aconteceu com o Pedro Taques.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2458