Blog do Romilson Cuiabá, 14 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA-2009

Militares e políticos foram parar na cadeia

   Políticos, empreiteiros e servidores de prestígio das administrações Wilson Santos e Murilo Domingos foram parar atrás das grades em 2009. Onze pessoas ficaram presas por uma semana com a Operação Pacenas, deflagrada em 10 de agosto, para apurar possíveis fraudes nas licitações das obras do PAC em Cuiabá e Várzea Grande. Militares ligados à gestão Blairo Maggi também acabaram presos, desta vez com a deflagração da Operação Pluma, sob acusação de cometerem crimes de grilagem de terras na região do Vale do Araguaia. Em outra operação, apelidada de Bengala, servidores do INSS passaram à condição de suspeitos de fraudes no esquema de concessão de licenças médicas.

   Na Pacenas, o então procurador-geral José Antônio Rosa foi um dos presos. Teve que pedir exoneração. Foi enquadrado como um dos suspeitos de fraudes nas licitações do PAC. As primeiras suspeitas da PF surgiram em agosto de 2007, quando o TCU apontou existência de cláusulas restritivas nos certames que, no entendimento do MPF, direcionariam o processo para a escolha do Consórcio Cuiabano, composto pelas construtoras Três Irmãos, Gemini, Concremax, Encomind e Lúmen Engenharia. Sócio-proprietário da Três Irmãos, o ex-secretário do governo Dante de Oliveira e primeiro suplente do PSDB na Assembleia, Carlos Avalone, foi preso junto com o irmão Marcelo Avalone.

   O ex-prefeito de Cuiabá Anildo Lima Barros também foi parar atrás das grades, assim como o proprietário da Concremax, Jorge Pires de Miranda, e o ex-presidente do Sinduscon-MT, Luiz Carlos Richer. Em meio aos recursos e brigas jurídicas, os 11 acusados foram libertados e, por último, todo o inquérito arquivado. Acontece que as gravações de escutas telefônicas feitas pela Polícia Federal e que serviram de provas para a decisão judicial de quebra de sigilos, de bloqueios de bens e de recursos e das prisões, foram consideradas nulas.

   Já na Operação Pluma, foram presos o ex-comandante da PM, coronel da reserva Adaildon Evaristo de Moraes Costa, o também coronel Elierson Metello de Siqueira, o sub-tenente Adalberto da Cunha de Oliveira, os capitães Robson Oliveira Curi e Antônio de Moura Neto e o major Wlamir Luis da Gama Figueiredo. A denúncia do MPF aponta que a quadrilha era chefiada por Gilberto Luiz de Rezende, com ajuda de Adário Carneiro Filho. A denúncia aponta que eles extorquiam dinheiro de fazendeiros em troca de segurança privada, que incluía violência física, psicológica, ameaça e até mortes contra sem-terra. Eles também teriam invadido áreas ao custo de até R$ 150 mil cada.


Operação Pacenas "desgraçou" a vida dos empresários Carlos Avalone e Jorge Pires, do advogado José Rosa e do ex-prefeito Anildo Lima (à esq.), enquanto a Pluma levou à cadeia os coronéis Adaildon Evaristo e Elierson Metello

Postar um novo comentário

RUMO A 2020

Em ato com cúpula nacional, Eliene se filia ao PSB e vai disputar Cáceres

Por 14/10/2019, 10h:50 - Atualizado: 03h atrás

max russi eliene liberato 680

Deputado estadual Max Russi, presidente do PSB-MT e a vice de Cáceres Eliene Liberato, que concorrerá à prefeita

A empresária Eliene Liberato, no segundo mandato consecutivo de vice-prefeita de Cáceres, vai mesmo encarar o teste das urnas, agora como cabeça-de-chapa. Ela vai desembarcar do PSDB e se filiar no PSB, inclusive em um ato de filiação no próximo dia 25, com presença de lideranças nacionais e regionais.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Luis Carlos Gonçalves | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 14h33
    0
    0

    Nossa futura prefeita, é capaz, carismática e de rocha. Estamos juntos Eliene Liberato.

  • Prof. Helena | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 14h28
    0
    0

    Os cacerense n irão arrepender de votar na Eliene. Mulher de fibra, mulher guerreira. Irá fazer muito por Cáceres.

  • Tadeu Mesquita | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 14h27
    0
    0

    Tadeu Mesquita, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Profa. Juliana Feitosa | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 14h23
    0
    0

    8 ANOS DE ELIENE E FRANCIS, FECHOU FRIGORIFICO, LATICIONIOS, MATADOUROS, CERAMICA, LOJAS, COMERCIOS, UNS 5 MIL EMPREGOS SUMIRAM, SE TIVER MAIS 4 ANOS, NÃO APAGA AS LUZES, FALIU A CIDADE

  • MARIA, MÃE DE ALUNA | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 14h18
    0
    0

    CADE OS AR CONDICIONADOS DOS BINGOS QUE TU FEZ PAIS E PROFESSORES VENDEREM CARTELAS E ATÉ AGORA NENHUM AR FOI INSTALADO, A GARANTIA JÁ TA VENCENDO

  • Cleonice | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 14h10
    2
    0

    8 anos na prefeitura e qual é o resultado mesmo? não aguento mais nem um ano, imagina tolerar 4 anos, a cidade quebra

  • Laura de Souza | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 13h56
    1
    2

    Excelente nome, mulher guerreira, tem competência, educada e humana, esse é o melhor nome pra Cárceres . Tem meu apoio e da minha família. Parabéns!

  • Maria C. Silva | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 13h22
    2
    0

    nem Francis tem moral pra pedir votos para a sua vice, imagina esse Maxi que nunca fez nada para Cáceres e ainda esses dois desconhecidos, Carlos Siqueira e o João Capiberibe. kkkkkkkkkk

  • Simone Soares | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 13h20
    2
    0

    Não voto nessa Eliene, 8 anos e não fez nada. Junto com os politicos, prometeu a ZPE, ORLA, Bairros Asfaltados, e nda. Cáceres vive os piores anos, com um monte de empresas fechando, iniciou com o frigorificos, quase 1100 empregos, depois veio laticionios, fechou os matadouros, fechou ceramicas, fecha lojas, comercios vivem no vermelho.

  • Airtão | Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 13h03
    2
    0

    tá louco meu, essa ai não, 8 anos na prefeitura, já deu o que tinha que dá e não deu nada, Cáceres virou a cidade do desemprego, cade a zpe, cade a orla, cade os bairros asfaltados? 8 anos e quer mais 4 anos, ai não, não tem meu votinho de jeito nenhum

TUDO DE NOVO

Silval não pretende ir de novo à CPI

Por 13/10/2019, 11h:20 - Atualizado: 13/10/2019, 11h:29

silval barbosa 680

Silval Barbosa, que fez delação, usa tornozeleira eletrônica e está com acesso restrito para circular apenas em Cuiabá e Várzea Grande, não pretende ir à Câmara Municipal de Cuiabá prestar novo depoimento simplesmente porque ocorreram mudanças de membros da CPI do Paletó.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Domingo, 13 de Outubro de 2019, 17h49
    2
    1

    Não depende dele se vai ou não na CPI. E tem mais, vai ter que falar mais que da delação que fez. Portanto, vai ter que entregar mais figuras.

NÃO AO PEDÁGIO

Paranatinga rejeita ideia do governo de concessão de 140 km da MT-130

Por 12/10/2019, 19h:27 - Atualizado: 12/10/2019, 19h:31

paranatinga hugo 680 mt 130

Secretário-adjunto da Sinfra Hugo dos Santos (ao centro), na audiência em Paranatinga sobre concessão da MT-130

Se depender da população de Paranatinga, a proposta de concessão dos 140,6 km da MT-130, ligando aquele município a Primavera do Leste, inclusive com duas praças de pedágio, não sai do papel. O secretário-adjunto de Logística e Concessões, Huggo Waterson dos Santos, porta-voz do Palácio Paiaguás na reunião, ficou praticamente acuado.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Paula Goetz | Domingo, 13 de Outubro de 2019, 06h38
    1
    0

    Parabens ao povo. Malandragem tem de ser combatida. O povo paga a obra (impostos) e tem de pagar para ter ceiros para usá-la?? Chega de malandros.

PROCESSOS

Silval e Riva tiram o sono de Blairo

Por 12/10/2019, 10h:53 - Atualizado: 12/10/2019, 11h:00

blairo maggi 680

A situação jurídica de Blairo Maggi não é nada confortável. O empreendedor de sucesso internacional na vida privada carrega o peso nos ombros de denúncias graves da época de vida pública. 

Postar um novo comentário

EMPOLGAÇÃO

Barbudo quer disputar a Prefeitura de Cuiabá e com apoio de Bolsonaro

Por 11/10/2019, 15h:38 - Atualizado: 11/10/2019, 15h:46

Dayanne Dallicani/Rdnews/arquivo

nelson barbudo 680

Com sua barba bagunçada e grisalha, com roupas folgadas e geralmente camisa desabotoada e com chapéu permanente sobre a cabeça que remete à imagem do trabalhador do campo, Nelson Barbudo ficou empolgado com o fato de ter sido o mais votado para deputado federal, com 126.249 mil votos. E deseja concorrer agora a prefeito de Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Josemar | Domingo, 13 de Outubro de 2019, 14h03
    4
    0

    Coitado do BARBUDO ta' pensando que Cuiaba' e' terra de ninguem, perde para o Emanuel, para o Julio Campos e se brincar ate' para o Dr.Julier.

  • João Campos | Sábado, 12 de Outubro de 2019, 11h52
    1
    5

    Qualquer um que conhece o ex governador Blairo sabe que ele e sério e honesto, vítima do desespero de criminosos confessos.

  • joao | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 20h30
    5
    19

    barbudo futuro prefeito de cuiaba

  • Gerson sartori | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 18h08
    2
    6

    Quanto o apoio do Trump ao Brasil na OCDE continua 100%, e quanto a candidatos a prefeito continuem votando nós mesmos ladrões. Dá um lucro pra caramba.

  • Benedita da Silva | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 17h22
    8
    5

    Se o apoio de Bolsonaro for igual ao de Trump para OCDE, vai ser outra humilhação. E os eleitores ficam como? Tá de olho nos milhões do fundo eleitoral, e se Bolsonaro mudar de partido? O dono do pedaço é o Bivar e ai?

  • cruz credo | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 16h49
    9
    6

    esse como a senadora selma são fanfarrões não ganhão nem pra servidor de pinga da boate azul

  • Marcio | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 16h22
    15
    3

    Não sabe nem o nome da Avenida onde está a prefeitura da cidade; quer o que aqui? Sai fora, oportunista.

ERA RIVA

Ex-deputado teria recebido R$ 5 mi em propina; Brunetto rechaça - veja

Por 11/10/2019, 09h:20 - Atualizado: 11/10/2019, 11h:28

Ademir Brunetto

Ademir Brunetto, à época dos fatos era deputado petista, depois migrou ao PSB. É acusado de receber R$ 5,1 mi

O ex-deputado Ademir Brunetto (PSB) teria recebido R$ 5,1 milhões em duas legislaturas enquanto ocupou o cargo na Assembleia. A informação consta no documento da suposta tentativa de delação premiada do ex-presidente do Legislativo José Riva, vazada à imprensa nesta semana.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Eleitor | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 13h33
    4
    0

    Vdd, Homero... tdos os dias mta gente vai a um Condomínio de luxo aqui em Alta Floresta para verificarem a veracidade de uma fofoca que anda correndo por essas bandas sobre esse ex-deputado...

  • Homero | Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019, 10h53
    4
    0

    Coitado do Deputado... Que acusação mais insana!... Querem saber qto esse e outros Deputados são inocentes? Basta compatibilizar o seu ganho financeiro antes da AL, com a sua evolução patrimonial após a deixarem ou lá permanecer. Simples assim!... Em Alta Floresta toda a população já está fazendo esse exercício !

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2435