Blog do Romilson Cuiabá, 28 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA-2009

Militares e políticos foram parar na cadeia

   Políticos, empreiteiros e servidores de prestígio das administrações Wilson Santos e Murilo Domingos foram parar atrás das grades em 2009. Onze pessoas ficaram presas por uma semana com a Operação Pacenas, deflagrada em 10 de agosto, para apurar possíveis fraudes nas licitações das obras do PAC em Cuiabá e Várzea Grande. Militares ligados à gestão Blairo Maggi também acabaram presos, desta vez com a deflagração da Operação Pluma, sob acusação de cometerem crimes de grilagem de terras na região do Vale do Araguaia. Em outra operação, apelidada de Bengala, servidores do INSS passaram à condição de suspeitos de fraudes no esquema de concessão de licenças médicas.

   Na Pacenas, o então procurador-geral José Antônio Rosa foi um dos presos. Teve que pedir exoneração. Foi enquadrado como um dos suspeitos de fraudes nas licitações do PAC. As primeiras suspeitas da PF surgiram em agosto de 2007, quando o TCU apontou existência de cláusulas restritivas nos certames que, no entendimento do MPF, direcionariam o processo para a escolha do Consórcio Cuiabano, composto pelas construtoras Três Irmãos, Gemini, Concremax, Encomind e Lúmen Engenharia. Sócio-proprietário da Três Irmãos, o ex-secretário do governo Dante de Oliveira e primeiro suplente do PSDB na Assembleia, Carlos Avalone, foi preso junto com o irmão Marcelo Avalone.

   O ex-prefeito de Cuiabá Anildo Lima Barros também foi parar atrás das grades, assim como o proprietário da Concremax, Jorge Pires de Miranda, e o ex-presidente do Sinduscon-MT, Luiz Carlos Richer. Em meio aos recursos e brigas jurídicas, os 11 acusados foram libertados e, por último, todo o inquérito arquivado. Acontece que as gravações de escutas telefônicas feitas pela Polícia Federal e que serviram de provas para a decisão judicial de quebra de sigilos, de bloqueios de bens e de recursos e das prisões, foram consideradas nulas.

   Já na Operação Pluma, foram presos o ex-comandante da PM, coronel da reserva Adaildon Evaristo de Moraes Costa, o também coronel Elierson Metello de Siqueira, o sub-tenente Adalberto da Cunha de Oliveira, os capitães Robson Oliveira Curi e Antônio de Moura Neto e o major Wlamir Luis da Gama Figueiredo. A denúncia do MPF aponta que a quadrilha era chefiada por Gilberto Luiz de Rezende, com ajuda de Adário Carneiro Filho. A denúncia aponta que eles extorquiam dinheiro de fazendeiros em troca de segurança privada, que incluía violência física, psicológica, ameaça e até mortes contra sem-terra. Eles também teriam invadido áreas ao custo de até R$ 150 mil cada.


Operação Pacenas "desgraçou" a vida dos empresários Carlos Avalone e Jorge Pires, do advogado José Rosa e do ex-prefeito Anildo Lima (à esq.), enquanto a Pluma levou à cadeia os coronéis Adaildon Evaristo e Elierson Metello

Postar um novo comentário

REFORÇO JURÍDICO

Eraí Maggi bate duro para Fávaro virar senador antes da suplementar

Por 28/02/2020, 12h:14 - Atualizado: 02h atrás

erai maggi 680

Eraí Maggi, o rei da soja, segue firme na retaguarda financeira de Carlos Fávaro. Já colocou em ação, sem êxito, três planos na esperança de ver seu afilhado na cadeira de senador.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Gaúcho | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 14h39
    0
    0

    Qual seria o interesse do Rei da Soja??? Só ajudar? Lógico que não, tomara que não se eleja. Com meu voto não.

  • R. Rodrigues | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 12h53
    3
    0

    Vai ficar querendo.... essa turma aí só quer facilidade, tem de ganhar nas urnas, chefe!!! Mau assessorado do começo ao fim.

CUIABÁ

Prédio dos Campos alugado pela Gestão, que vê valor de mercado

Por 28/02/2020, 10h:12 - Atualizado: 04h atrás

Rodinei Crescêncio/Rdnews

controladoria geral cuiaba 680

Alguns vereadores, mesmo ainda sem embasamento técnico e pesquisa de mercado, analisam denunciar ao MPE a locação da nova sede da Controladoria-Geral de Cuiabá. O prédio, localizado na avenida Mato Grosso, pertence à Michelle, uma das filhas do senador Jayme Campos.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Crítico | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 10h55
    0
    0

    Crítico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

EFEITO-SENADO

Leitão terá Doria de cabo eleitoral e tenta arrumar emprego pra Taques

Por 27/02/2020, 22h:22 - Atualizado: 08h atrás

joao doria 680

Nilson Leitão acionou alguns líderes nacionais do PSDB para reforçar sua pré-candidatura ao Senado e barrar a intenção de Pedro Taques de cruzar seu caminho.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Denner | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 07h58
    3
    1

    Consultor da Sabesp, assim como Antero num recente passado.

  • João | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 07h48
    10
    5

    Tanques é um cara firme e sensato e muito inteligente. Uma homem desses não fica sem emprego, além de bom professor é um excelente advogado. Subiu na vida por méritos e não por politicagem barata

  • José Carlos | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 02h28
    6
    10

    Taques é uma pessoa muito má

TEMOR GERAL

Em Alto Taquari, um monitorado e milhares preocupados

Por 27/02/2020, 20h:49 - Atualizado: 27/02/2020, 20h:59

alto taquari 680

Cravada na divisa de MT com Goiás, a pequena Alto Taquari vê parte de seus cerca de 12 mil moradores mudarem a rotina por causa do monitoramento de um de seus filhos, que pode estar com coronavírus.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Julio | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 06h46
    6
    0

    Tmoro em Alto Taquari e conheço o jovem em questão. Ele so procurou a sec. Saude para saber como proceder caso viesse a ter os sintomas, ja que irculou pela italia. Todo este boato comecou apos a postagem irresponsavel de um cidadao local, que se diz jornalista, eque não checou a fonte e os fatos e publicou como verdade as suas suposicoes. Pela nossa cidade vai tudo muito bem obrigado.

SOB INVESTIGAÇÃO

Enquanto PSDB esperava Taques em ato, ele estava depondo no MPE

Por 27/02/2020, 18h:50 - Atualizado: 27/02/2020, 19h:20

pedro taques 680

Pedro Taques tem muitas coisas para se preocupar do que a pré-candidatura ao Senado e seu futuro com ou sem o PSDB.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • José Carlos | Sexta-Feira, 28 de Fevereiro de 2020, 02h26
    7
    1

    É uma pessoa muito má

  • Davi | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 22h01
    12
    2

    O Pedro Taques de hoje é o Mauro Mendes daqui 2 anos - persona nom grata.

  • joao | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 19h13
    6
    7

    Parabéns PSDB pela decisão.

PETISMO RACHADO

Lúdio busca assinaturas para bater chapa com Barranco ao Senado

Por 27/02/2020, 18h:32 - Atualizado: 05h atrás

ludio cabral 680

Lúdio Cabral espalhou nos últimos dias que não tinha pretensão de concorrer ao Senado, mas destacou assessores e vários correligionários para o trabalho de coleta de assinaturas, com vistas a se inscrever amanhã.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Kleber Amorim | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 22h03
    5
    1

    Caro Romilson, não sei quem é tua fonte, mas infelizmente mais uma vez ela está equivocada. Lúdio em nenhum momento se colocou à frente para essa disputa. Ao contrário disso, várias tendências/coletivos do interior do Partido, assim como vários setores da sociedade, sindicatos, categorias, é, até mesmo outros líderes e partidos de centro e de esquerda entendem que o nome que reúne as melhores condições, neste momento, para enfrentar essa disputa com a direita conservadora, é o nome do companheiro Ludio. Portanto, não é o deputado que designou ninguém, nós nos achamos no direito, enquanto cidadãos e filiados, de propor o melhor nome para esse embate de características de disputa nacional. "O melhor candidato deve ser escolhido pela sua base, e não o contrário". A partir daí cabe à cúpula do Partido decidir o que realmente quer pra si, para seu futuro e da classe trabalhadora do estado. Grande abraço!

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2500