Gastronomia

Sábado, 06 de Julho de 2019, 07h:45 | Atualizado: 06/07/2019, 07h:50

Pé de Picolé inova com diferentes sabores e montagens personalizadas - saiba mais

Rodinei Crescêncio

Halyni Teodoro está a frente da empresa junto com a mãe

Halyni está a frente da empresa junto com a sua mãe

Caiu do pé, virou picolé. Picolé de bocaiúva, jabuticaba, manga, cajamanga, goiaba e outros sabores. Todos eles em versões tradicionais, ao leite e especiais, que também podem ser cobertos com calda de chocolate belga, branco ou de brigadeiro. Isso sem deixar de lado os confeites.

Tudo em um espaço onde os clientes podem criar suas próprias combinações, o que permite mais diversidade, além de um colorido que quase nunca escapa de um registro no instagram, pois os clientes não pedem a oportunidade de fotografar a proposta diferenciada.

Uma das proprietárias é Halyni Teodoro, 42 anos, e conta à reportagem que desde que a marca foi sonhada pela sua mãe e tio em 2004, revelava fortes emoções, e não só de sabores. Isso porque a história da família é temperada de simplicidade e fé, quintais grandes e frutos colhidos a mão.

O ato de transferir afeto para o palito, antes de qualquer combinação, começa no atendimento. A simpatia de Halyni é singular desde o primeiro contato. Nem só de picolé se fez a marca, mas em quase todas as receitas que podem virar a partir das frutas, como sorvetes, milkshakes e até açaís.

A entrevistada acredita que o picolé é lúdico e marcou a infância de muita gente. Em todas as suas próprias recordações, ela também menciona o amor de sua mãe Nicinha.

Veja vídeo da personalização

 

Ela quem trabalhou firme na marca, desde o começo, e segue até hoje. Nicinha transmite toda essência do negócio aos funcionários, quando ganhou todo maquinário do irmão, propôs que aquilo transformasse suas vidas. “Acreditamos que se uma pessoa é bem tratada, ela volta. Todos os funcionários são conscientes desse processo que começa na colheita do fruto, vira picolé e continua no balcão enquanto os clientes conversam com elas”, comenta. 

Queremos que seja fácil e doce assim como colher o fruto do pé

Halyni Teodoro

O atendimento é mesmo diferenciado, e dá protagonismo para quem se aproxima em qualquer uma das lojas. “Queremos que seja fácil e doce assim como colher o fruto do pé. No pomar, as pessoas escolhem as frutas, aqui escolhem como irão querer o picolé. Os picolés são frutas maduras”, acredita.

Troca de nome e premiação

Antes, conhecida como Frutos da Terra. Hoje, com o nome Pé de Picolé, traz inovações de marca junto às receitas que se ampliam através dos anos.  Enquanto conversa com o , explica que os doces são também uma forma de afeto, e o que a empresa propõe é também resgataras memórias de infância de quem passa prova as receitas. 

Rodinei Crescêncio

Crianças adoram criar combinações diferentes

Crianças adoram criar combinações diferentes. Além da loja mais jovem, que fica no Estação, a mais antiga é no Jardim Cuiabá e a maior na Avenida do Cpa

Prestes a completar um ano da troca de nome, Halyni comenta que a marca já ganhou destaque e premiação do a nível nacional de inovação do Sebrae. “Acredito que isso também é fruto, literalmente, do nosso empenho. As consultorias ajudaram na otimização dos nossos trabalhos na fábrica e lojas. Não vendemos, nos relacionamos. Não são apenas picolés, são carinho”, acrescenta.

Encomendas e carrinhos em eventos

Além das lojas físicas, a Pé de Picolé aceita também encomendas, e não só de picolés, mas também dos outros produtos que oferecem. Os picolés podem ser só da fruta, com um carrinho mais simples, e também com o atendimento personalizado para montá-los. O orçamento vai variar de acordo com os produtos e anseios de cada cliente. Os açaís, por exemplo, podem ser tradicionais ou em versões cremosas.

Galeria: Carinho transferido pro palito

Além da loja mais jovem, que fica no Estação Shopping, a mais antiga é no bairro Jardim Cuiabá e a maior na Avenida do Cpa. Os valores dos picolés variam de R$ 4 a R$ 11, dos mais básicos aos mais simples. Os montados na hora com direito a caldas e confeites também podem receber calda extra, por mais R$ 1. Enquanto prepara um dos picolés para a reportagem, Halyni mostra delicadeza ao manusear cada ingrediente. “O sabor é mesmo de fruta fresca, não é?”, questiona.

Na boca o gosto de jabuticaba, mas o palito alcançou com um frescor o coração.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Chefe do Escritório de ROO em Cuiabá

mario marques 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, que iniciou neste mês o 3º mandato, mantém como parte da estrutura da administração um cargo de chefe do Escritório de Representação do município na Capital. E Pátio nomeou para esta...

Prefeito cria comitê pra debater modal

emanuel pinheiro 400 curtinha   Mesmo o governador Mauro Mendes já tendo anunciado que vai implantar o BRT na Região Metropolitana, em detrimento do VLT, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto) criou um comitê de análise técnica para, segundo ele, definir o modal de transporte para a região. Emanuel...

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.