Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Emanuel inicia em “lua de mel” com população e Câmara, mas tem imagem desgastada com vídeo

Por 30/12/2017, 12h:23 - Atualizado: 30/12/2017, 19h:41

selo_retrospectiva2017

Oito meses foram suficientes para colocar por terra o discurso do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB), que dizia viver em “lua de mel” com a Câmara e com a população nos primeiros meses de gestão. Em agosto, o peemedebista tem imagens divulgadas recebendo maços de dinheiro e colocando no paletó quando ainda atuava como deputado estadual na Assembleia.

Em 1º de janeiro, Emanuel foi empossado após vitória contra o tucano Wilson Santos (PSDB), ao conseguir preferência de 157.877 eleitores. No discurso, pediu o fim do fisiologismo, citou remédio amargo, união e paciência, deixando claro que os interesses da Capital estariam sempre em primeiro lugar.

O prefeito anunciou ainda várias auditorias na área da saúde e educação, para levantar a real situação do município. Ganhou pontos com a população quando vetou o projeto que aumentava os salários dos vereadores, prefeito e do vice, em razão da contenção de despesas.

Reprodução

emanuel_posse

Em 1º de janeiro deste ano Emanuel Pinheiro é empossado prefeito de Cuiabá

Os primeiros desgastes enfrentados por Emanuel foram em razão do secretariado, a maioria com perfil político. Um dos mais criticados foi o então titular da pasta de Cultura, Esporte e Turismo, Renato Anselmo. A classe artística da Capital o rejeitou em razão de não ter intimidade com o setor.

A primeira troca, no entanto, foi na Educação quando Mabel Strobel deixou a pasta, em março, e no lugar foi colocado Rafael Cotrim, que atuava como secretário de Gestão. Para a vaga, foi colocada Ozenira Felix, coordenadora da equipe de transição de Emanuel.

Além destas alterações, houve trocas nas de Assistência Social, onde Singlair Mussis deu lugar a Wiltinho Coelho (PR); na Cultura, Renato deu a cadeira para Francisco Vuolo; e na Secom Karoline Garcia assumiu a vaga deixada por José Roberto Amador, o Bebeto.

A última troca ocorreu em outubro, quando o defensor público Djalma Sabo Mendes pediu exoneração da pasta de Habitação e Regularização Fundiária. Agora, a secretaria está sob João Carlos Hauer, ex-presidente do DAE de Várzea Grande.

No âmbito de ações, o prefeito destacou nunca ter atrasado os salários dos servidores, além de conceder a Revisão Geral Anual (RGA) ao funcionalismo público. Emanuel também iniciou o programa Hora Estendida, quando algumas creches funcionam até às 19h30, para facilitar a vida dos pais trabalhadores. Outro programa recriado pelo prefeito foi o Bom de Bola, Bom de Escola. Estes dois últimos foram promessas de campanha do prefeito.

A relação de Emanuel com a Câmara e a população começou a ficar abalada após gravações dele recebendo dinheiro. Conforme delação do ex-governador Silval Barbosa, o recurso era oriundo de propina para que conseguisse votações de interesse do Executivo.

O prefeito preferiu ficar recluso por algum tempo. Após primeira aparição, negou o recebimento de propina e disse que iria se explicar na hora certa. Na ocasião, intensificou as ações e pediu aos secretários que trabalhassem.

Marcos Vergueiro

emanuel-obras

 Ao lado do governador Taques, Emanuel faz visita às obras do novo pronto-socorro

Em novembro, outra pancada. O prefeito é alvo de busca e apreensão na residência e no gabinete na prefeitura, devido a deflagração da Operação Malebolge (12º fase da Operação Ararath), onde um áudio entre o ex-secretário estadual Alan Zanatta e o delator Silvio Correa conversa sobre o suposto envolvimento de Emanuel. Também não houve qualquer tipo de satisfação.

Relação Câmara

Emanuel tinha tudo para ter uma relação tranquila dentro da Câmara, uma vez que o candidato de preferência foi eleito o presidente da Câmara, Justino Malheiros, e parlamentares que foram eleitos pela oposição trabalhavam pela governabilidade.

Entretanto, os primeiros sinais de que a relação enfrentava desgaste foi quando Emanuel resolveu ampliar a administração pública com o desmembramento das secretarias de Comunicação e Governo e a criação a pasta dos 300 anos (SEC 300), com desenvolvimento de ações para comemorar os 300 anos da Capital, em 2019.

Vereadores como Marcelo Bussiki, Gilberto Figueiredo (ambos do PSB), Abílio Jr (PSC) e Felipe Wellaton (PV) eram os mais críticos acerca do inchaço da máquina pública. Todos acreditavam que era preciso cuidar da saúde e educação antes de criar pastas e cargos. Entretanto, o prefeito ainda possui apoio de 16 dos 25 vereadores.

As imagens de Emanuel pegando o dinheiro foram a principal causa para que o prefeito enfrentasse desgaste dentro do Legislativo. Diante disso, a CPI do Paletó foi instalada e demais projetos que foram encaminhados pelo Executivo, enfrentados pela oposição, composta por nove vereadores.

O prefeito será convidado para ser interrogado pelos membros, no entanto, não terá obrigação de comparecer. As oitivas com Silval, Silvio e Alan Zanatta, assim como a conclusão dos trabalhos, podendo indiciar Emanuel ou não, estão previstas para o ano que vem.

Governo

Por serem adversários políticos, Emanuel sempre manteve boa relação com o governador Pedro Taques (PSDB). Pequenas divergências vieram à tona ao longo deste ano, no entanto, nenhuma que pudesse abalar a relação de ambos.

A principal delas foi quando Emanuel cobrou do governo R$ 82 milhões advindos de emendas parlamentares para equipar o novo pronto-socorro da Capital.

O governo queria o recurso na íntegra para quitar débitos com a saúde. Após impasses,  o prefeito cedeu o recurso e deverá lançar uma licitação para contratação da empresa que irá mobiliar o novo PS. O recurso deve vir do mutirão fiscal feito pelo governo estadual. Em 2018, em ano eleitoral, provavelmente ambos estarão em lados opostos.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Eliane Baracat | Sábado, 30 de Dezembro de 2017, 23h43
    0
    0

    Prefeito,o Iptu de Cuiabá, ja esta bem cara,da minha casa e muito além e a população ja nao aguenta mais aumento,ja que ja foi absurdamente aumentado nestes ultimos anos

  • Said Joseph | Sábado, 30 de Dezembro de 2017, 22h39
    0
    0

    Quero saber o seguinte: Onde andará Emanuel " PALETÓ " Pinheiro?

  • moreira | Sábado, 30 de Dezembro de 2017, 15h02
    0
    0

    moreira, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

PÓS-CASSAÇÃO

Ex-senadora agora monta escritório advocatício com 2 ex-assessores

Por 28/05/2020, 21h:55 - Atualizado: 08h atrás

selma arruda 680

Juíza aposentadora e senadora com mandato prematuramente cassado neste ano por crimes eleitorais, Selma Arruda ainda não conseguiu licença da Ordem para atuar como advogada.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

Governo Bolsonaro ama índio, diz ministra em MT veja

Por 28/05/2020, 18h:44 - Atualizado: 28/05/2020, 18h:50

damares discurso 680

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com um cocar sobre a cabeça, arrancou aplausos em Rondonópolis nesta quinta ao dizer que estava ali realizando a maior obra do Governo Bolsonaro, que é cuidar de vidas.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Leonildo | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h09
    2
    2

    Que mentira!!!! E a boiada acredita....

  • Alberto | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h47
    3
    1

    Bolsonaro ama índio? Kkkkkk. Quem foi que disse que a cavalaria americana, ao contrário da nossa, foi competente ao exterminar os índios americanos.

EM RONDONÓPOLIS

Senador é ignorado e deixa ato constrangido

Por 28/05/2020, 13h:01 - Atualizado: 28/05/2020, 13h:09

damares favaro 680

O senador Carlos Fávaro (PSD) passou o maior constrangimento hoje, em Rondonópolis, durante ato de entrega de alimentos e máscaras faciais a povos indígenas com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Cristiano | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 16h08
    7
    21

    Medeiros é o candidato do Bolsonaro ao senado!

  • Lourinil | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h56
    14
    32

    Ele estava no lugar errado. Nem senador é só está na cadeira pq fez manobras , o jeitinho para estar lá. O lugar é legalmente da juíza que foi tirada , na proxima eleição Coronel Fernanda a candidata do Presidente

  • Benedita | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h33
    12
    37

    Queria uma beira; si fu, o Medeiros veio foi junto com a comitiva; parabéns deputado José Medeiros, nosso futuro senador!

BATALHA JURÍDICA

Pedido de Albano para voltar ao TCE será julgado pelo Supremo na terça

Por 28/05/2020, 12h:28 - Atualizado: 28/05/2020, 12h:31

gilmar mendes 680

A Segunda Turma do Supremo julga na sessão da próxima terça (2 de junho), um agravo regimental do conselheiro Valter Albano, pleiteando retorno ao cargo. O pedido de HC chegou a entrar na pauta ontem, mas a presidente, ministra Cármen Lúcia, não o colocou em julgamento porque a sessão já havia extrapolado o prazo.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

2 pré ao Senado disputam espaço em ato com ministra

Por 28/05/2020, 10h:30 - Atualizado: 28/05/2020, 10h:35

fernanda victorio galli 680

Rúbia Fernanda (de blusa rosa) e seu suplente da chapa ao Senado, Victorio Galli, aguardando chegada da ministra

Dois pré-candidatos à suplementar ao Senado, tenente-coronel Rúbia Fernanda (Patriota), e o deputado José Medeiros (Pode), participam do ato nesta manhã, na sede da Conab, em Rondonópolis, com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Por questão de segurança, Michelle Bolsonaro cancela agenda em MT

Por 28/05/2020, 07h:07 - Atualizado: 28/05/2020, 07h:20

michelle bolsonaro 680

Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a primeira-dama Michelle Bolsonaro cancelou sua participação no evento de entrega de cestas básicas para comunidades indígenas hoje, em Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Elias | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 14h31
    6
    1

    Jedae, raça infame é a tua. Vira este disco. Todo mundo vê o que essa corja está fazendo para dedtruir o Brasil. Somente você e sua corja de mau caráter ainda defende estes milicianos. Pior, não tem a capacidade tem postar um comentário sem agredir petistas, disseminando ódio, espalhando peçonha. Gente gomo você são o câncer da sociedade e precisa ser extirpado com urgência.

  • Jedae | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 10h20
    5
    12

    Ver petistas, comunas e toda raça infame chorar, não tem preço. Bolsonaro, só precisa fazer duas coisas. Primeiro: Não deixar haver roubos em todos os níveis. Segundo: Nunca mais deixar o poder cair nas mãos dessa quadrilha, que se intitula progressistas. De quebra, limpar esse STF, repleto de corruptos e vendidos. Nem sei quem é pior. Se é o ex-carregador de malas do mula ou o ex do Temer, enterno vice da anta!!!!!!!!!

  • MOSSUETO | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 09h46
    9
    4

    Ridícula essa justificativa, o nosso País nunca teve esse tipo de ameaças, mas a falta de postura e respeito com os eleitores é que está gerando esse tipo de reação.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2548